Pesquisar
Close this search box.
/
/
Fintech, a tendência de 2016

Fintech, a tendência de 2016

Startups de tecnologia especializadas em finanças surgem em todo o mundo e devem receber US$ 46 bilhões em investimentos até 2020

O avanço da tecnologia e a popularização do conceito de on-demand, a pessoa acostumou-se a ter os melhores serviços quando e como quiser ? hoje, o consumidor não aceita esperar nem na hora de assistir um filme. O caminho para o sucesso das startups de fintech, porém, é mais difícil e complicado do que em outros setores.

Leia também:
“Tap and pay”. E mais nada 

Executivos de diferentes empresas focadas no e-commerce, alertam para uma tendência que promete se desenvolver cada dia mais ( com grandes investimentos até 2020). Confira o que executivos do setor contam:

Mundipagg ? Checkout na Nuvem
? Com três anos de existência, a Mundipagg já processa 30% das transações do varejo online brasileiro. Para melhorar a taxa de conversão das lojas virtuais, já disponibilizamos o recurso Checkout na Nuvem. Com ele, o empresário consegue vender diretamente pelo correio eletrônico com as campanhas de e-mail marketing?. Conta Guilherme Pizzini, Ceo da Mundipagg, gateway de pagamentos que vem apostando nessa tendência. Além disso, a ferramenta permite que o comprador envie o link para outra pessoa finalizar a compra ? recurso indicado para quem não tem renda própria. Neste caso, o cliente aciona o botão ?Pague por mim? e insere o e-mail ou Twitter da pessoa.

Pagar.me ? infraestrutura completa de pagamento
Nascida como gateway de pagamento para empreendedores virtuais, a Pagar.me evoluiu e se transformou em uma infraestrutura digital de pagamentos. Atualmente, a empresa oferece diversas soluções, como PSP, gateway e plataforma para marketplace. Com uma equipe de desenvolvedores especializados, a empresa consegue aprovar até 92% das tentativas de transação em um e-commerce. ?As vendas virtuais crescem no Brasil, já que há mais pessoas querendo comprar online, tanto quanto os lojistas querem vender. Nosso papel é conectar os dois pontos e proporcionar a melhor experiência nesta interação?, ressalta Pedro Franceschi, sócio-fundador da empresa.

Leia também:
Consumidores querem novos meios de pagamento  

Stone ? Maqbox
? Nosso compromisso é inovar sempre para que o cliente e consumidor sejam os maiores beneficiados. O conceito de Fintech chega para comprovar isso, vamos inovar!? Afirma Augusto Lins, Diretor da Stone. Nova adquirente de cartão de crédito no varejo brasileiro, a Stone lançou o Maqbox em parceria com a Maqplan, desenvolvedora de aplicativos para o varejo. A solução é plug&play e simplifica o caixa de estabelecimentos por requerer apenas um dispositivo móvel com aplicativo de gestão em nuvem, integração com ERPs e pinPad para aceitar cartões. Dessa forma, o varejista consegue não só realizar as transações financeiras, como também fazer a gestão e emitir cupom fiscal eletrônico.

F(x) ? Atalho para o crédito
A F(x) ? lê-se ?efe de xis? ? surgiu com um objetivo bem simples: aproximar empresas que precisam de financiamento dos bancos e fundos que desejam conceder crédito. Os interessados devem se cadastrar e preencher informações básicas. As companhias precisam informar dados básicos do negócio, como faturamento e segmento, enquanto que os investidores criam um perfil de crédito com as condições do financiamento, como prazos e garantias. Um algoritmo dentro da plataforma realiza o match ao localizar interesses em comum e faz a primeira aproximação entre as partes para começar a negociação.

Cappta ? Frente de caixa na nuvem
Adquirida pela Cappta em 2015, o Pingobox é um sistema de frente de caixa em nuvem voltado para o pequeno lojista. ? Com ele, o empresário consegue realizar a venda e o controle financeiro por meio de um tablet. Antes mesmo de receber o item, o contratante pode cadastrar os produtos na Internet e, então, basta conectar o produto e começar a usar. Isso é a inovação do conceito de Fintech?, conta Rodrigo Rasera, sócio fundador da Cappta. O tablet conta com um leitor de cartões (débito, crédito e benefícios) e pode se conectar a uma impressora, gaveta para dinheiro e leitor de código de barras.

Leia também:
A mágica do design: o pagamento desapareceu 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]