Pesquisar
Close this search box.
/
/
Uso de IA para otimizar memória humana levantam questões sobre privacidade

Uso de IA para otimizar memória humana levantam questões sobre privacidade

Inteligência artificial promete ajudar a ter a memória perfeita, mas com os benefícios vem também as preocupações sobre segurança de dados

Diversas ferramentas de inteligência artificial surgem para aprimorar a capacidade de memória e organizar informações. No entanto, com os benefícios, também chegam preocupações legítimas em relação à privacidade e segurança dos dados pessoais.

Assim como no episódio ‘The Entire History of You’ da série Black Mirror, em que a tecnologia ‘Grain’ permite gravar e reproduzir memórias, o lançamento do Rewind AI desperta interesse na comunidade tecnológica ao oferecer uma abordagem revolucionária para registrar e relembrar atividades realizadas em computadores da Apple.

Na série de ficção científica, a capacidade de acessar e reproduzir memórias leva à invasão da privacidade dos indivíduos e isso resulta em consequências imprevisíveis. E na realidade, o que pode acontecer?

Leia mais: A Inteligência Artificial do Google te manipulará para comprar

Recursos e benefícios

O Rewind AI, impulsionado por inteligência artificial avançada, grava, indexa e torna pesquisáveis todas as interações dos usuários em seus dispositivos Mac. Os desenvolvedores afirmam que a ferramenta utiliza técnicas avançadas de compressão e reconhecimento automático de fala para armazenar localmente anos de gravações dos usuários em seus dispositivos Mac. Com isso, os usuários ganham acesso instantâneo a momentos passados, eliminando a necessidade de anotações e facilitando a revisão de atividades anteriores.

Além disso, o Rewind AI oferece recursos de pesquisa poderosos, auxiliados por um assistente de IA alimentado pelo modelo GPT-4 da OpenAI. Esses recursos podem ser especialmente úteis para profissionais que desejam recuperar informações importantes, revisitar análises anteriores ou simplesmente relembrar momentos específicos.

Como o Rewind funciona

Quando você faz uma pergunta, apenas as informações relevantes são enviadas ao chat GPT-4 para gerar uma resposta. O aplicativo processa essas informações e retorna a resposta ao Rewind, que adiciona links aos dados gravados localmente para que você possa visualizá-los como fontes confiáveis. Assim, o Rewind AI oferece uma maneira segura e conveniente de reviver suas atividades passadas.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Preocupações com a privacidade

Apesar das promessas de armazenamento local e da garantia de que nenhum dado é enviado para a nuvem, o uso do Rewind AI e de outras ferramentas de aprimoramento de memória impulsionadas pela inteligência artificial levanta preocupações legítimas sobre a privacidade dos usuários.

A gravação contínua de atividades pessoais pode levar a abusos e violações de privacidade, tanto no ambiente de trabalho, com vigilância excessiva por parte dos empregadores, quanto em contextos onde governos repressivos podem usar essas ferramentas como fonte de controle e vigilância adicional.

Além disso, incidentes de segurança cibernética e acesso não autorizado a informações confidenciais são riscos potenciais. Portanto, é essencial implementar criptografia, medidas de segurança avançadas e políticas claras de privacidade, garantindo aos usuários o controle sobre suas gravações e dados sensíveis, bem como a compreensão de como seus dados estão protegidos.

O preço da memória perfeita

Embora o Rewind AI ofereça uma capacidade revolucionária de relembrar informações e recuperar dados passados, há um custo associado a essa experiência. É importante estar ciente das preocupações legítimas relacionadas à privacidade e segurança dos dados pessoais.

À medida que esse tipo de tecnologia avançar, é fundamental encontrar um equilíbrio entre os benefícios oferecidos e a proteção dos direitos individuais. Os usuários devem ter controle sobre suas gravações e confiança de que seus dados estão protegidos adequadamente.

A conscientização sobre essas questões e a busca por soluções que garantam a privacidade são essenciais para um uso responsável e seguro de tecnologias similares no futuro.

Conheça o Mundo do CX

Outras IA para aprimorar a memória

Outros exemplos de IA que podem potencializar sua capacidade de lembrar e recuperar dados relevantes:

  • Operand: Auxilia em trabalhos de pesquisa, transformação de tarefas e acesso a aplicativos, oferecendo um plano gratuito que permite otimizar a memória e aumentar a produtividade.
  • Heyday: Assistente de memória que salva e reapresenta páginas visitadas durante a navegação, além de organizar e apresentar conteúdos de diferentes plataformas.
  • MyMind: Assistente digital pessoal que ajuda a organizar e lembrar informações importantes, com foco na privacidade e na marcação de conteúdo para recuperação posterior.
  • Personal.ai: Cria uma versão digital única de cada usuário, permitindo interação e colaboração com a comunidade digital, visando aprimorar a memória e explorar o potencial da inteligência artificial.
  • Mem: Ferramenta de inteligência artificial desenvolvida para simplificar a organização da vida profissional, oferecendo recursos de integração, geração e edição de ideias, e proporcionando uma experiência de trabalho mais eficiente e organizada.

Jornalista terceirizou sua memória para IA por 3 semanas

Em um exemplo prático, o jornalista freelancer de tecnologia Shubham Agarwal decidiu experimentar o Heyday, um assistente de memória de IA. Durante três semanas, o aplicativo processou silenciosamente tudo o que o jornalista leu online, organizando as informações e fornecendo prompts para resgatá-las quando necessário.

Embora o Heyday tenha se mostrado eficaz para ajudar a lembrar das coisas, surgiu a preocupação de que o uso excessivo dessas ferramentas possa impactar negativamente a memória biológica a longo prazo. Essa experiência levanta questões importantes sobre a evolução da memória humana e os possíveis benefícios e desafios associados a essa abordagem.

Outro ponto relevante é que o mundo moderno exige que consumamos uma enorme quantidade de informações, e nossas memórias biológicas simplesmente não conseguem lembrar de tudo. Portanto, usar essas ferramentas como um complemento pode ser uma saída, mas deve ser feito com muita responsabilidade.



+ NOTÍCIAS
O poder da inteligência artificial: 10 estratégias inovadoras para turbinar o e-commerce e surpreender os clientes
Crimes cibernéticos na América Latina aumentam em 2022

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]