Pesquisar
Close this search box.
/
/
Originalidade é uma das únicas saídas para empresas manterem relevância

Originalidade é uma das únicas saídas para empresas manterem relevância

Inteligência Artificial nas empresas é benéfica, mas pode afetar criatividade para desenvolver produtos e serviços, e afastar consumidores

O rápido avanço da tecnologia está causando diversas mudanças na mentalidade e vida da população, segundo o 17o relatório anual Life Trends da Accenture. Apesar de ser benéfica de modo geral, essas mudanças deixam as empresas frágeis, já que muitas delas estão sofrendo com a desconstrução dos consumidores. De acordo com o relatório, 48% das pessoas fazem planos para suas vidas com menos de 12 meses de antecedência ou dificilmente os fazem. Hoje em dia, muitos prezam mais estabilidade no emprego e aposentadoria do que casamento ou um diploma universitário.

“Isto está fazendo os líderes empresariais se perguntarem: ‘por onde iniciamos?’ considerando estes desafios. Tudo começa com um apelo à excelência e dá espaço para que a busca pela engenhosidade humana e pela criatividade floresça”, complementa Curtis

Cinco tendências globais para as empresas permaneceram relevantes para os clientes

Continuar a valorizar o cliente

A atual economia mundial está forçando cortes nas empresas, gerando atritos entre clientes e marcas em todos os canais, sob a forma de aumentos de preços, redução da qualidade, uma avalanche de inscrições e atendimento ao cliente ruim. Quase metade dos clientes se sente menos valorizado ao enfrentar dificuldade em entrar em contato ou falar com um serviço de atendimento ao cliente que não oferece suporte efetivo. Com isso, muitos consumidores têm a impressão de que as marcas estão quebrando promessas e sendo gananciosas, por isso é importante focar no atendimento de qualidade e experiência do cliente em primeiro lugar.

Assine nossa newsletter! Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

A grande mudança na interface

Pelo menos 77% das pessoas estão familiarizadas com a IA conversacional. A IA generativa está atualizando a experiência das pessoas na internet, de transacional para pessoal. 42% dos consumidores se sentiria confortável em conversar com uma IA semelhante ao ChatGPT para recomendações de produtos, conclusão de tarefas no trabalho (44%) e conselhos de bem-estar e saúde (33%). Pensando nisso, as marcas deverão usar esse entendimento para moldar produtos, serviços e experiências hiper relevantes, enquanto as marcas inteligentes irão além, rumo ao desenvolvimento de marcas responsivas.

Manter inovação e criatividade

Investir em novas criações, principalmente no design de aplicativos e produtos é um dos principais diferenciais para os consumidores da atualidade. Agora que os algoritmos e a tecnologia muitas vezes ficam entre o criador e o público, passou a ser uma questão de jogar o jogo ou correr o risco de não ser descoberto, o que está influenciando o produto final, às vezes para pior. No entretenimento, os consumidores são alimentados com uma dieta constante de extensões de filmes e franquias. 35% dos entrevistados acham que os designs de aplicativos são indistinguíveis entre marcas, um sentimento que aumenta para quase 40% entre os jovens de 18 a 24 anos. Por isso, por mais que a IA seja um adianto em certas áreas, quando há a necessidade de ser original ela acaba mais prejudicando do que ajudando. 

Conheça o Mundo do CX

Erro 429: Limite de solicitação humana atingido

O bombardeamento constante de informações por todos os lados está fazendo os consumidores se afastarem mais dos celulares, tablets e computadores. Quase um terço dos consumidores afirma que a tecnologia complicou as suas vidas tanto quanto as simplificou. 31% dizem que notificações constantes controlam o uso de tecnologia pessoal; 27% dizem que são algoritmos, enquanto outros 27% dizem que é a atração para a rolagem pela tela sem fim. Em resposta, os consumidores estão apertando as rédeas na utilização da tecnologia: um terço está removendo notificações, um em cada cinco está impondo limites de tempo de utilização e um quarto está removendo completamente aplicações e dispositivos. 

Década de desconstrução

As pessoas estão desafiando ideias de longa data e moldando novas formas de pensar, agir e viver. Parece que uma década de desconstrução está começando e o impacto nos sistemas e serviços será de grande alcance. Nos últimos três anos vimos uma queda no valor atribuído aos marcos tradicionais, incluindo o casamento (de 30% para 21%), a conclusão da faculdade (de 30% para 24%) e a saída da casa dos pais (23% a 17%).

As empresas que se adaptarem às novas necessidades dos consumidores poderão traçar estratégias com fluidez, criando experiências contínuas que desafiam as normas e apoiam os caminhos únicos das pessoas, permanecendo relevantes para o consumidor em evolução.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]