Pesquisar
Close this search box.
/
/
/
Do pagamento por aproximação ao pagamento no WhatsApp: como as inovações em pagar colaboram com a Black Friday

Do pagamento por aproximação ao pagamento no WhatsApp: como as inovações em pagar colaboram com a Black Friday

As inovações em tecnologias de pagamento no Brasil, como o Pix e pagamentos via WhatsApp, estão impulsionando significativamente o varejo, especialmente em eventos como a Black Friday, favorecendo tanto consumidores quanto negócios com maior comodidade e eficiência nas transações.

O Brasil é referência global em tecnologia para o mercado financeiro. É aqui que muitas das revoluções em pagamento, por exemplo, foram criadas como o caso do Pix, que no último dia 9 de outubro bateu recorde de transações: foram mais de 168 milhões de acordo com o Banco Central. Todo esse avanço motivou uma transformação significativa também para o varejo, que em datas como a Black Friday, em que o volume de transações tem um aumento bastante expressivo, se beneficia dessas novas tecnologias.

De acordo com uma pesquisa da IPSOS, 75% dos entrevistados consideram as novas formas de pagamentos digitais cruciais para a evolução de seus negócios, o que ressalta a importância de diversificar as opções de recebimento, principalmente em datas de grande competição pela preferência do consumidor como a Black Friday e que esse ano segue otimista: dois em cada três brasileiros pretendem realizar uma compra, segundo dados do Google.

A Black Friday é digital

A digitalização do varejo foi impulsionada pelo crescimento exponencial do e-commerce, canal que se tornou uma parte fundamental do cenário de compras no Brasil e que foi protagonista na última Black Friday: enquanto o faturamento no universo físico subiu 5,4% na data, as compras online registraram alta de 21,1%, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA). Isso mostra que o cenário econômico brasileiro tem sido marcado por significativas mudanças, impulsionadas principalmente pela crescente digitalização de setores-chave. 

Essa tendência ganhou importância sem precedentes ainda na pandemia. Dados da SmartHint mostraram que em 2022, o e-commerce brasileiro já tinha faturado 785% a mais do que no período anterior à crise sanitária. Com isso, os varejistas tiveram que aprofundar seus conhecimentos nesse universo e investir em tecnologia em todos os pontos que envolvem a experiência de compra para se manterem competitivos. 

E junto ao boom das vendas online, surge também a necessidade de proporcionar novas experiências de pagamento digitais que possam oferecer mais comodidade, segurança e agilidade tanto para consumidores quanto vendedores. Pix, link de pagamento, NFC, QR Code e até mesmo a tecnologia Tap on Phone, que transforma um smartphone em um terminal de pagamento rapidamente se tornaram populares. Segundo a Febraban, hoje 8 em cada 10 operações bancárias no Brasil são agora realizadas de forma digital, e o PIX tem se consolidado como um meio de pagamento popular. 

A exemplo disso, a Cielo desenvolveu o Cielo Tap a fim de possibilitar que os negócios tenham ainda mais agilidade e praticidade nos pagamentos – uma vez que, além de transformar o celular em uma máquina de pagamento, na maior parte dos casos, clientes conseguem realizar o credenciamento e iniciar as transações pelo smartphone Android em poucos minutos – a depender da avaliação da Cielo sobre o estabelecimento comercial, o que impulsiona as vendas de pequenos lojistas que desejam aproveitar a Black Friday.  Evoluções como esta tornam mais ágil e simples a jornada de pagamentos, protagonizada pelo fenômeno da desmaterialização de terminais físicos, além de estarem alinhadas com a tendência dos consumidores em pagarem por aproximação, uma  vez que segundo a Abecs, a modalidade cresceu cerca de 76,1% no 1º semestre de 2023

O uso do WhatsApp para transações, por exemplo, também está em ascensão, impulsionado pela familiaridade crescente com o produto e pela conscientização sobre seus benefícios. A combinação de pagamento de pessoa para pessoa e pagamento de pessoa para mercado abre portas para novas oportunidades de negócios e aprimora principalmente a experiência do consumidor.

À medida que a Black Friday se aproxima, o setor de varejo precisa se adaptar às expectativas dos consumidores, com diversificação de pagamentos, fundamental para o sucesso nas vendas e gestão do negócio. Para este ano, a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) espera que a Black Friday atinja um faturamento de R$ 7,1 bilhões no e-commerce, crescimento de 17% na comparação com 2022.

As transformações no mercado brasileiro não são apenas indicadores de um presente dinâmico, mas também sinalizam um futuro promissor. Em datas de alta movimentação no varejo, como a Black Friday, a transformação digital está presente na gôndola, na loja digital e também nos meios de pagamento, esse último se tornando o grande diferencial competitivo para a data. O Brasil está, sem dúvida, embarcando em uma jornada emocionante rumo a um cenário econômico cada vez mais digitalizado e interconectado.

Por Carlos Alves, Vice-Presidente Executivo de Tecnologia e Negócios na Cielo

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]