Pesquisar
Close this search box.
/
/
Por que clientes estão devolvendo o Apple Vision Pro?

Por que clientes estão devolvendo o Apple Vision Pro?

Desconforto, irritação nos olhos e enjoos são alguns dos efeitos gerados pelo dispositivo, que está no caminho para se tornar uma tendência.

O Apple Vision Pro, dispositivo de computação espacial, foi lançado ao público no dia 2 de fevereiro. Na loja da Quinta Avenida, na cidade de Nova York, uma grande fila foi formada por clientes ansiosos pelo lançamento da tecnologia e que foram recebidos não só pelos funcionários do espaço, como também pelo próprio CEO da Apple, Tim Cook. Desde então, vídeos passaram a tomar conta das redes sociais com demonstrações do produto.

Quatorze dias depois – período previsto na política de compras da Apple para arrependimento e devolução de produtos –, diversos clientes afirmaram que estão devolvendo seus dispositivos às lojas da marca nos Estados Unidos.

Por mais que os óculos de realidade aumentada e virtual estejam sedimentando seu caminho como tendência tecnológica – a Meta, por exemplo, possui suas próprias versões –, as devoluções apontam para a possibilidade de que esse tipo de produto ainda precisa passar por refinamentos.

O que o Apple Vision Pro faz?

Por exemplo, enquanto cozinha, o usuário consegue visualizar e ler a receita de um prato, ou então gravar lembretes para tarefas diárias em diferentes espaços da casa que podem ser vistas enquanto utiliza o Apple Vision Pro. É também possível visualizar diferentes recursos – como se tivesse várias abas abertas lado a lado na tela de um computador – inseridos no espaço. Nas duas semanas desde o lançamento da Apple, vários clientes publicaram suas experiências criativas utilizando o dispositivo.

Mais de 600 aplicativos e jogos foram desenvolvidos para o Apple Vision Pro. Além desses, usuários também podem acessar uma biblioteca de mais de um milhão de apps desenvolvidos para os sistemas iOS e iPadOS. A curadoria permite uma nova forma de interagir com um computador assim como com o espaço ao redor do usuário, prometendo oportunidades para experiências de produtividade, consumo e entretenimento.

Melhorias necessárias

Segundo consumidores em publicações nas redes sociais, o peso do Apple Vision Pro – de 600 gramas – fica concentrado na parte frontal do dispositivo, o que gera dores de cabeça no usuário. Além disso, algumas pessoas estão comentando que o produto os deixou enjoados e que estão deixando seus olhos vermelhos – efeitos que são compreensíveis, levando em consideração que o Apple Vision Pro, assim como outros óculos de realidade aumentada, possui micro telas muito próximas aos olhos.

Tecnologia em evolução

A Apple não é a primeira – e nem será a última – empresa a lançar óculos de realidade aumentada que gerou reclamações por parte de seus usuários. Uma vez que se trata de uma tecnologia ainda em estágio de evolução e refinamento, e que promete ser uma das próximas tendências, é mais do que natural que problemas sejam encontrados para, assim, novas versões e adaptações serem lançadas com o passar do tempo e da maturidade de desenvolvimento.

Além de declarar que o Meta Quest 3 ter um melhor custo-benefício – o produto custa US$ 500 –, também afirmou que a qualidade do aparelho da Meta é superior, tanto em relação às possibilidades de uso quanto em relação ao conforto. Comparando os produtos concorrentes, o Meta Quest é 120 gramas mais leve que o Apple Vision Pro.

Por mais que os óculos de realidade aumentada ou mista – ou de computação espacial – estejam no caminho para se tornarem a próxima tendência, ainda há questionamentos sobre o que fazer com essa tecnologia. Até o momento, parece uma nova forma de interagir com um computador, sendo um veículo para consumir conteúdos, trabalhar, jogar e fazer compras. Assim como os aperfeiçoamentos dos diferentes dispositivos, novas possibilidades ainda deverão ser exploradas para criar experiências inéditas e necessárias para os consumidores.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 283

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Imagem idealizada por Melissa Lulio,
gerada por IA via DALL·E da OpenAI, editada por Nádia Reinig


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

Coordenador de Marketing de Performance 
Jonas Lopes 
[email protected]

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 283

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Imagem idealizada por Melissa Lulio,
gerada por IA via DALL·E da OpenAI, editada por Nádia Reinig


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

Coordenador de Marketing de Performance 
Jonas Lopes 
[email protected]

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]