Pesquisar
Close this search box.
/
/
De negócios elas entendem

De negócios elas entendem

Painel sobre mulheres no varejo no BR Week mostrou que de soluções para crescer elas entendem. Muito bem

Para abrir o segundo dia de conteúdo do BR Week, o maior congresso de varejo do País, quatro mulheres empreendedoras se reuniram em um painel chamado ?Empreendedorismo feminino no varejo: elas dominam?, mediado pela jornalista Milena Machado. E o que poderia virar uma apologia ao poder do salto alto, se transformou em uma verdadeira aula de como inovar em um setor nada feminino, como o varejo, e crescer mesmo em tempos difíceis. Logo de cara elas deixaram pra lá a conversinha de que mulher ?é isso e aquilo?… ?Claro que as mulheres têm características especificas, têm uma criatividade diferente, uma preocupação maior com os outros nos relacionamentos, de uma maneira a valorizar as pessoas e ajudá-las a atingir os objetivos. E tem essa questão de fazer direito….mas competência não depende de gênero?, disse logo Alessandra Restaino, presidente da Le Postiche.

É inegável fugir da realidade de que o varejo, assim como todo o mercado, ainda é dominado por homens e que as mulheres ainda têm muito o que caminhar para conseguir o mesmo espaço que eles têm desde o início dos tempos. Mas a partir da afirmação da executiva, o que se viu foi uma lição de que elas estão muito mais preocupadas em inovar e crescer do que discutir se o espaço que têm no mercado é proporcional à competência. A experiência de cada uma foi desconstruindo, um a um, alguns clichês do mercado.

O primeiro deles: mulheres se arriscam menos? Maitê Pedroso, de apenas 30 anos, largou a faculdade de Medicina no quarto ano para empreender. Fundou a Miss Pink, de maquiagem, e tirou aplausos da plateia com as soluções criativas e ao mesmo tempo simples para ter conseguido franquear 26 unidades da marca em apenas cinco meses e não sentir qualquer recuo de vendas.

A marca, que nasceu na internet, tem a proposta de ?luxo acessível?, com produtos de qualidade a preço ?justo?, e itens que não foram testados em animais. Proposta suficiente para chamar a atenção de um público jovem, que busca propósito. ?Hoje, os consumidores não aceitam mais qualquer coisa?, afirma a jovem. A franquia, uma caixa em acrílico, vira uma loja de 2 metros por 1,7 metros, itinerante, que causa impacto e atrai consumo. ?Assim, consigo ter uma franquia com um custo operacional baixo e que choca as pessoas?, diz. Outra ação, mais simples do que a caixa que vira loja, é o atendimento personalizado via What?s App. ?Tenho uma maquiadora que fala com 300 pessoas por dias no aplicativo, uma a uma, e com a única função de conversar com ela. É um atendimento personalizado e consigo converter tudo isso em venda?, conta.

As mulheres não sabem negociar? Karina Diniz, diretora de Compras da Drogaria Iguatemi, conseguiu mudar a cara da marca. Após uma repaginação da empresa há uns seis anos, a drogaria hoje oferece aos clientes produtos premium e aposta na exclusividade. ?Quando trazemos uma marca inovadora, é uma explosão de vendas?, conta a executiva. ?A marca para o meu público é importante. Ela prefere economizar em outras coisas do que economizar no produto cosmético. Por isso, a questão de inovação pra gente é importante: penso todo o dia qual é o sonho de consumo da minha consumidora, o que ela quer?, afirma. ?O foco do meu trabalho é descobrir essas marcas lá fora e trazer essas exclusividades?, diz.

A rede já ficou conhecida por trazer com exclusividade produtos-desejo do mundo da beleza e, com isso, consegue aumentar a fidelidade da cliente. E por várias vezes, a drogaria virou ponto de referência no mundo na venda de alguns itens. ?Temos de oferecer soluções ao consumidor e que valorizem o tempo e o dinheiro dele?, diz Karina. Para se conectar a uma cliente mais jovem, a Drogaria Iguatemi criou o e-commerce New Space, a semelhança de um blog, para aumentar o engajamento. ?Com ele, temos uma liberdade maior de trazer produto que tem mais a ver com bem-estar, mas sempre com a proposta de ter produtos inovadores e que sejam objetos de desejo das mulheres?, afirma. O relacionamento com a cliente ainda é fortalecido com os vários eventos que a rede promove.

Elas não entendem de números e nem de cenários? Diariamente Alessandra, da Le Postiche, olha um a um os indicadores das 270 lojas da marca. É que embora continue investindo, ela sabe que o cenário não é dos melhores e conhecer o consumidor é o primeiro passo para o sucesso. Por isso, quando a marca passou pelo reposicionamento há três anos, ela viu que 80% dos clientes da marca é mulher e que o comportamento dela é diferente para cada categoria. ?Quando ela compra a mala, ela pensa em solução e quer ver se o item é mais resistente. Já a bolsa, o driver de compra é totalmente emocional e nesse momento temos de falar de moda e tendência?, afirma. As lojas foram repaginadas de forma a acompanhar os diversos momentos da mulher e com isso elevar a efetividade da compra.

Além disso, agora, a executiva está olhando a rede com lupa. ?Temos uma estrutura grande e é um momento de buscar eficiência e de racionalização?, afirma. São duas frentes de trabalho: a checagem contínua dos indicadores de performance, como taxa de conversão nas lojas, a fim de entender o que ele está comprando e o que não está, e a partir daí pensar em soluções. ?Tenho esses indicadores online e sei loja a loja, o que estamos fazendo. É uma gestão mais detalhada. Estamos olhando loja a loja, linha a linha e entendendo as ineficiências para aumentar as vendas. Temos frente pra reduzir despesas também: vamos fazer uma ação para estoque e estamos reavaliando as posições, quem faz o que para poder extrair mais das pessoas para otimizar e ter mais resultados?, diz.

Elas não entendem de varejo? Marisol Rivera, head of personal shopping da Saks 5ªAvenue, está há 12 anos neste Mercado e descobriu lá atrás o que o mercado brasileiro está começando a entender agora. ?A coisa mais importante é serviço, serviço, serviço. Temos de encontrar uma forma de dar experiência para ele, entregar o produto no aeroporto, conseguir uma reserva em restaurante, entregar convites de teatro?, conta. A loja, que recebe muitos brasileiros, viu tanto a frequência como o ticket médio dos brasileiros caírem em torno de 20% a 30%. ?Temos de encontrar oportunidades no primeiro andar ? é nele que investimos, em itens tipo brinde, para ele ter e o sentimento de sair da loja com uma sacola?, conta.

Ele diz que o brasileiro que vai com frequência aos Estados Unidos, cada vez mais, tem o comportamento de compra do americano: não se surpreende mais com os preços menores e espera as melhores oportunidades para comprar. ?Ele está se reinventando e tenho de me reinventar para fazer com que ele compre de mim e não da internet?, conta. A loja tem serviço de personal shopping online também e, para isso, Marisol investe no entendimento da cultura de cada país para tornar o atendimento ainda mais personalizado.

Leia mais

O básico bem feito

?O Governo já acordou para o varejo?

Futuro do varejo: incerteza é a nova realidade

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]