Pesquisar
Close this search box.
/
/
De dieta a estresse: causas e efeitos da desidratação

De dieta a estresse: causas e efeitos da desidratação

Dietas de baixo carboidrato, suplementos alimentares e até alguns remédios podem baixar o nível de líquido do corpo. E essa queda pode causar desde cãimbras a perda de memória

O corpo humano é constituído por 60% de água. Perder até 1,5% disso, considerada uma hidratação leve, significa mudanças de humor, níveis de energia e até das funções cognitivas. E embora existam razões óbvias para você ficar desidratado, como um dia ensolarado, exercícios ou não ingerir líquidos o suficiente, existem razões menos conhecidas que desencadeiam o quadro.

A falta de água no corpo, por sua vez, pode ser a causa de dores e doenças que jamais se imaginaria que fossem desencadeadas por ela, como enxaquecas, dores na coluna, cãimbras. Ainda mais, uma desidratação imperceptível retardará o metabolismo em aproximadamente 3%. Um copo de água aliviará a fome à meia noite, em quase 100% dos casos, sob dieta redutora, segundo um estudo realizado na Universidade de Washington.

Uma redução de somente 2% de água no corpo pode causar perda momentânea de memória, dificuldade em fazer contas matemáticas básicas e problemas de focar a visão sobre uma tela de computador ou sobre uma página impressa?

Veja 14 causas comuns de desidratação, listadas pelo site do jornal Huffington Post.

Diabetes
Pessoas com diabetes, especialmente as que não sabem que têm a doença, têm um risco aumentado de desidratação. Isso porque os níveis de açúcar no sangue são muito altos, e o corpo tenta livrar-se deste excesso de açúcar por meio de um aumento de produção de urina. Se você se enquadra neste grupo, é importante consultar um médico para melhorar o controle do açúcar no sangue.

Período menstrual

O estrogênio e a progesterona influenciam os níveis de hidratação do corpo, por isso, durante o período menstrual é importante aumentar o consumo de água. Além disso, para algumas mulheres que têm fluxo longo e pesado, a quantidade de sangue perdida é suficiente para reduzir os níveis de fluidos. Se você é do tipo que trocar de absorvente a mais do que uma vez a cada duas horas, converse com o seu ginecologista.

Prescrições médicas

Cheque a lista de efeitos colaterais de sua prescrição médica. Muitos medicamentos agem como diuréticos, aumentando a saída de urina e o risco de desidratação. Remédios para pressão sanguínea são um bom exemplo. Além disso, qualquer medicamento que liste diarreia ou vômito como potencial efeito colateral pode acarretar o efeito.

Dietas de baixo carboidrato
Carboidratos são armazenados no corpo junto com os líquidos, por isso, o corpo elimina água ao eliminar carboidrato. Além disso, carboidratos como aveia, massas integrais e arroz marrom absorvem água durante o processo de cozimento. Então o ato de comê-los aumenta os níveis de hidratação, e ao mesmo tempo cortá-los reduz o consumo de líquido.

Estresse

Quando as glândulas suprarrenais bombeiam os hormônios do estresse. E se você está constantemente sob pressão, eventualmente estas glândulas ficam esgotadas, causando uma insuficiência adrenal. O problema é que estas glândulas também produzem o hormônio aldosterona, que ajuda a regular os níveis de líquido do corpo. Então se as glândulas estão esgotados, a produção deste hormônio cai, desencadeando a desidratação.

Síndrome do cólon irritável
Os sintomas desta síndrome incluem náusea e diarreia crônica, que causam desidratação. Além disso, muitas pessoas que sofrem com estas condições acabam tirando da dieta alimentos que acreditam ser o gatilho. Mas é importante não retirar alimentos ricos em líquido para não desencadear o quadro.

Treino

Pode-se imaginar que somente os atletas de alto desempenho correm o risco de desidratar, mas qualquer exercício vai fazer você suar. Tente pesar na balança imediatamente depois de treinar e vai ver que perdeu alguma coisa, provavelmente, água. Por isso, reponha rapidamente para não ficar desidratado.

Envelhecimento
Com a idade, a capacidade do corpo de conservar água diminui, bem como a sensação de sede. Com isso, é mais fácil ficar desidratado e é mais difícil verificar quando a taxa de líquido está baixa. Se você tem problemas para se lembrar de beber água, tente manter uma garrafa perto de você e faça o controle diário do quanto consumiu no dia.

Suplementos alimentares
Alguns suplementos podem aumentar a produção de urina, como os que levam salsa, sementes de aipo, dente de leão e agrião. Se você está pensando em tomar algum, é melhor falar com um nutricionista antes.

Altas atitudes

Quando você viaja para lugares localizados em altas altitudes, o seu corpo se acostuma a acelerar a respiração e a aumentar a saída de urina. Enquanto ambos são necessários para um ajuste saudável a estes níveis de oxigênio, fazer muito xixi e ficar ofegante são causadores da desisdratação.

Beber álcool

Mesmo um simples e comportado happy hour, sem muita bebedeira, pode diminuir os níveis de líquidos do corpo. Isso porque beber faz com que você vá ao banheiro. Graças ao efeito diurético do álcool, as células encolhem, empurrando mais água para a bexiga.

Comer poucas frutas e vegetais
Encha metade do seu prato a cada refeição com itens que podem garantir líquido extra ao final do dia. Em outras palavras: se você não cumpre a meta diária de cinco porções de frutas e vegetais por dia, tente tomar mais água.

Amamentação

Amamentar significa transferir água, junto com proteínas, minerais e outros ingredientes – da mãe para o bebê. Com isso, obviamente os níveis de líquido no corpo caem.

* Com informações do SIS Saúde
 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]