Pesquisar
Close this search box.
/
/
Elas estão de olho! Saiba como proteger seus dados nas redes sociais

Elas estão de olho! Saiba como proteger seus dados nas redes sociais

LGPD surge como alternativa para evitar a exposição de dados pessoais sem a autorização dos usuários. Mas como será que ela funciona na prática?

Dados digitais: você sabia que 52% dos aplicativos instalados no celular compartilham seus dados com terceiros? E que o Instagram e o Facebook estão entre as redes sociais mais invasivas do mundo?

De acordo com um estudo realizado pela empresa de armazenamento, pCloud, 79% das informações pessoais salvas pelo Instagram são enviadas para empresas anunciantes. O mesmo ocorre com a rede social fundada por Mark Zuckerberg, que direciona 53% das informações de seus usuários para companhias parceiras.

LinkedIn e Uber Eats ocupam as posições seguintes do ranking, já que são responsáveis, individualmente, por exporem 50% das informações do seu público, um número considerado altíssimo se comparado a outras redes, como o Twitter, por exemplo, que compartilha 21% dos dados.

Além de dados como a localização, os aplicativos e as redes sociais, no geral, coletam o histórico de navegação e até mesmo fotos, opiniões políticas e religiosas, e-mails e telefones de contato. E, acredite se quiser, mas a maioria deles fazem isso com a sua autorização!

Isso porque muitos dos dados utilizados pelas plataformas são cedidos através de formulários, remarketing e pixels do Facebook, que usam, por sua vez, diversas estratégias para rastrear os materiais pessoais e utilizá-los na elaboração de anúncios e propagandas. Por isso você costuma ver os produtos que pesquisa ou procura no Google em anúncios nos sites que visita.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

LGPD: o que é e como elas atuam nas redes sociais?

Por conta das constantes invasões de privacidade e dos usos indevidos de informações por terceiros, a legislação brasileira vem investindo em medidas voltadas para a cibersegurança. Prova disso é a chamada Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrou em vigor em 2020.

Voltada para a proteção de informações pessoais dos usuários, a LGPD exige maior transparência para a captação e tratamento dos dados no universo digital, o que inclui as redes sociais.

Nesse sentido, a lei propõe algumas diretrizes para que as marcas informem ao público o que farão com os dados coletados e quem terá acesso a eles. Em caso de descumprimento, os infratores ficam sujeitos a várias punições jurídicas e administrativas e ainda recebem avaliações negativas por conta da péssima experiência do cliente.

banner AED

Como proteger seus dados na internet?

Além da LGPD, existem muitas outras maneiras de proteger os dados na web e evitar a exposição e o uso inapropriado das informações pessoais e/ou sigilosas. De acordo com a presidente da ABRADI (Associação Brasileira de Agentes Digitais), Carolina Morales, os usuários podem optar pela diminuição da exposição nas plataformas online.

“A nossa sugestão é que você tenha controle sobre os aplicativos de armazenagem de senhas, para que possa excluir todos os dados assim que deixar a plataforma ou a rede social”, inicia Carolina Morales, que complementa; “o que acontece é que o usuário nunca mais retorna para um determinado aplicativo, mas seus dados continuam salvos lá”, finaliza.

Há ainda outras opções recomendadas para manter as informações a salvo no universo digital. Para te ajudar a colocá-las em prática, preparamos uma lista com as principais instruções referentes ao tema. Confira e proteja-se!

1. Configure as redes sociais
Evite postar informações sigilosas nas plataformas de interação e se atente para as configurações das privacidades de cada rede social. Todas elas possuem restrições que você pode escolher para se proteger.

2. Atualize suas senhas com frequência
Nunca coloque a mesma senha em todos os seus aplicativos e, sempre que possível, altere-as. Além disso, fuja das senhas comuns e opte por alternar letras maiúsculas, minúsculas, números ou sinais.

3. Saiba do que se trata a política de privacidade
Pode não parecer, mas é fundamental que você leia os termos e políticas de privacidade dos sites e das redes sociais que você acessa. Não saia clicando no botão “li e concordo” sem descobrir o que farão com os seus dados e quem terá acesso a eles. Pode parecer chato ler todo o texto, mas é muito importante que você entenda o que a plataforma vai fazer com seus dados e esteja de acordo com isso.

4. Investigue os sites e as redes sociais
Assim como as empresas analisam os perfis dos candidatos antes de formalizarem a contratação, é muito importante que você investigue se o site/app é realmente confiável, seja por meio de comentários e opiniões de outros usuários, seja através dos certificados de segurança ou do ícone de cadeado que portais seguros possuem.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

LGPD: Como franquias devem se adequar para 2022

Por que o boleto é sinal de inclusão e empoderamento financeiro?

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]