Pesquisar
Close this search box.
/
/
Conheça as tendências e novidades do mercado editorial no Brasil

Conheça as tendências e novidades do mercado editorial no Brasil

Crowdfunding, audiobooks e retorno aos clássicos; saiba o que os brasileiros estão lendo e o que vem pela frente no mercado editorial pós-pandemia

A última década tem sido turbulenta para livrarias, editoras, escritores e agentes literários no Brasil. Com grandes livrarias brasileiras em recuperação judicial, somado ao fechamento do comércio na pandemia de coronavírus, o mercado editorial sofre grande ameaça.

Para piorar, há uma tentativa do atual Ministro da Economia Paulo Guedes de finalizar a lei que garante isenção de impostos para livros, jornais e impressos ― fazendo com que a alíquota suba de zero para 12%. Do outro lado da corda, o Senador Randolfe Rodrigues propõe uma PEC para impedir essa tributação sobre a cultura.

Por todos essas intempéries algumas livrarias e editoras têm tentado recorrer a métodos alternativos nos negócios para recuperação de suas vendas. Muitas delas estão de olho nas novas tendências de mercado para conquistar leitores e se manterem relevantes nos negócios.

De acordo com o book advisor Eduardo Villela, a tecnologia estimulou tendências que estão moldando os negócios e a indústria literária em todo o mundo ― e o Brasil deverá seguir a maré.

Confira as tendências do mercado editorial no Brasil segundo Eduardo Villela e Bruno Zolotar, diretor de marketing e vendas da Editora Rocco.

mercado editorial
Imagem: Pexels

Fim das megastores

O modelo de megastores de livros está com os dias contados, segundo Eduardo Villela. Ele conta que esse fenômeno já está acontecendo em grandes capitais mundiais, como Londres e Nova Iorque, e já começou a esboçar os primeiros passos por aqui ― a crise na Cultura e na Saraiva corroboram com essa tendência.

Segundo o book advisor, o custo de manter espaços gigantescos em shopping centers, com grande número de funcionários e estoque enorme tem um custo de operação astronômico em comparação às lojas digitais. E assim como tem ocorrido com a redução de hipermercados, e a maior aderência dos consumidores aos negócios de bairro, as pequenas livrarias terão um diferencial na experiência dos clientes, que estarão perto de casa e receberão atendimento mais caloroso e dirigido do que a frieza apresentada nas grandes lojas.

Audiolivros

Mais vendidos que os ebooks nos Estados Unidos ― o maior mercado de livros do mundo ― os audiobooks ainda representam apenas 1% das vendas de livros no Brasil. Mas isso tende a mudar com a chegada dos maiores players de livros audíveis por aqui: Audible, da Amazon, e a Apple Store. “Como os podcasts ganharam maior prestígio, o formato de áudio atinge um público que muitas vezes não quer ler, mas ouvir um conteúdo. Acreditamos que no médio prazo ele comece a decolar, assim como aconteceu com o livro digital”, conta Bruno Zolotar, Diretor de marketing e vendas da Editora Rocco.

Os audiobooks também ganham mais força com o crescente acesso da população aos smartphones e à internet 4G.

Clubes de assinaturas

De três anos pra cá os clubes de assinatura começaram a surgir e se expandiram rapidamente. Há clubes de assinatura de praticamente tudo, e os livros não ficaram para trás.

De acordo com Villela, essa não é uma coisa nova para o mercado editorial: a prática já existe desde a década de 70, mas tem ganhado força entre leitores. Segundo o especialista, além da conveniência de receber os livros casa, os clubes têm como vantagem as curadorias, que muitas vezes são baseadas em parcerias com grandes escritores. E os leitores gostam da ideia de que autores consagrados façam sugestão de leituras todos os meses. “É uma praticidade que encanta; uma tendência do passado que está voltando.”

Crowdfunding

Muitas das livrarias e editoras independentes estão tendo que recorrer ao crowdfunding (ou ou financiamento coletivo, em português) para sobreviver. Villela conta que as campanhas de financiamento funcionam como uma pré-venda, em que os autores mobilizam fãs e pessoas interessadas em seus projetos, e assim captam o dinheiro necessário para a publicação de seus originais.

Recentemente a plataforma de crowdfunding Catarse lançou a campanha +Livros para levantar fundos para a comunidade editorial independente. Quase R$ 500 mil foram arrecadados e direcionados para 90 beneficiários, com brindes para os apoiadores.

Programações virtuais

Outra coisa que mudou com a pandemia foram as tradicionais sessões de autógrafos de livros e feiras e eventos literários. Agora, essas atividades foram totalmente substituídas por bate-papos online e lives de autores – mesma tendência seguida por artistas de outras áreas, como músicos. “Os leitores sentem falta do contato com seus autores favoritos, então o engajamento tem sido alto e essa tendência deve permanecer.”


O que as pessoas estão lendo na pandemia?

Um aspecto que nos chamou a atenção da Editora Rocco nesses meses de pandemia foi a procura consistente dos leitores por livros mais antigos e mais clássicos. 

Bruno Zolotar conta que, por exemplo, o Mulheres que Correm com Lobos (livro lançado há mais de duas décadas pela Rocco) teve vendas altíssimas e durante as últimas semanas, chegando a ser o livro mais vendido do país, segundo a Nielsen – que audita o mercado.

O diretor de marketing e vendas da editora também comenta que, apesar de toda a polêmica envolvendo a autora J. K. Rowling, houve um novo boom de vendas de Harry Potter durante os últimos meses. “Um novo público “maratonou” a série de livros e tivemos vários da série de volta às listas dos mais vendidos, o que não acontecia há anos”, pontua.


+ Notícias 

Pandemia tem efeito catastrófico em livrarias do Brasil, apontam especialistas

Top 5: Livros essenciais para construir um ambiente de trabalho antirracista

CEOs de grandes empresas revelam seus livros favoritos


 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]