Pesquisar
Close this search box.
/
/
Conheça as 25 marcas mais valiosas do Brasil em 2017

Conheça as 25 marcas mais valiosas do Brasil em 2017

A consultoria Interbrand divulgou seu ranking anual e, mais uma vez, Itaú lidera como marca mais valiosa seguido por Bradesco e Skol

Descobrir qual é o valor da marca é sempre algo muito complicado. Afinal, não são apenas as vendas que definem a força de uma empresa, mas ativos intangíveis como credibilidade, percepção e influência junto ao consumidor. De olho nesses pontos, a Interbrand anunciou o seu ranking de marcas mais valiosas do Brasil em 2017. Os bancos Itaú e Bradesco e a marca de cervejas Skol, da Ambev, ocupam as três primeiras posições, respectivamente.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Com uma marca avaliada em cerca de R$ 28,2 bilhões, o Itaú mais uma vez lidera o ranking. De um ano para cá, houve uma valorização de 6%. O seu concorrente direto Bradesco, no entanto, deu um salto ainda maior. Enquanto em 2016 o banco sediado na Cidade de Deus, em Osasco, foi avaliado em R$ 18,7 bilhões, atualmente ele alcançou um valor de R$ 22,1 bilhões. Trata-se do maior salto em valor do levantamento.

Proporcionalmente, contudo, houve outro grande destaque. O Magazine Luiza apresentou uma valorização de 30%. Não é para menos. As suas ações bateram recordes históricos nos últimos dois anos (apesar da queda recente) e o mercado vem elogiando as ações tomadas por Frederico Trajano, CEO da companhia. Analistas enxergam o Magazine Luiza como a varejista mais preparada para os novos tempos digitais.

A crise vai ficando para trás

Das 25 empresas que lideram o ranking, apenas cinco tiveram um decréscimo em seu valor. A maior queda foi a do banco de investimentos BTG Pactual. Alguns fatores foram decisivos para esse resultado negativo. A crise econômica diminuiu muito o valor dos investimentos por aqui. Para se ter uma ideia, a taxa de investimentos de empresas e famílias caiu para 13,7% em dezembro de 2016. Trata-se do pior nível desde 2000.

Outro fator muito relevante para o BTG Pactual foi a prisão do fundador André Esteves, acusado de estar envolvido na Lava Jato. Sua prisão já foi revogada.

A Petrobras (-12%), a Vivo (-3%), a Cielo (-5%) e o Extra (-8%) foram outros que apresentaram queda. Mesmo com esses números negativos, o fato de 20 empresas terem apresentado valorização não é de se ignorar.

“Se, por um lado, o cenário político continua flutuante e a tímida retomada da confiança no ambiente econômico promete uma recuperação lenta e a longo prazo, por outro, o ranking nos mostra que os resultados de um bom trabalho de marca em tempos de cautela aparecem rápido”, diz Daniella Bianchi, diretora geral da Interbrand São Paulo.

Outros destaques

O que Localiza, Renner e Havaianas têm em comum? As três apresentaram crescimentos acima dos dois dígitos, de acordo com a Interbrand. Enquanto a Localiza apresenta bons resultados com a popularização da locação de automóveis, a Renner segue como sendo uma das principais varejistas de vestuário do país – um setor que sofreu muito durante a crise.

A Havaianas também é destaque com sua forte presença no exterior. Ajuda também o fato da Alpargatas, que fabrica as tradicionais sandálias de borracha, estar de dono novo. A companhia foi adquirida por R$ 3,5 bilhões pelos fundos Cambuhy, Itausa e Brasil Warrant, todas ligadas às famílias Moreira Salles, Villela e Setubal, principais acionistas do Itaú. O antigo dono, a J&F, dos irmãos Batista, está enrolada até o pescoço com denúncias de corrupção.

A Ambev, mais uma vez, conseguiu emplacar quatro marcas no ranking. O grande destaque, claro, é a Skol avaliada em R$ 16 bilhões. Na quarta posição do levantamento está a Brahma, com valor de R$ 11,2 bilhões. Antarctica, na sétima posição com valor de R$ 4,1 bilhões, e Bohemia, 22ª colocada e avaliada em R$ 476 milhões, fecham a participação da empresa controlada pelo 3G.

Os laboratórios Fleury, avaliado em R$ 413 milhões, foi a única marca a estrear no levantamento da Interbrand.

Confira, abaixo, as 25 marcas mais valiosas:
Fonte: Interbrand

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]