Pesquisar
Close this search box.
/
/
CONAREC 2023 discute o papel das healthtechs na democratização dos serviços de saúde

CONAREC 2023 discute o papel das healthtechs na democratização dos serviços de saúde

Painel traz especialistas do setor para debater o futuro e desafios da medicina.

O setor de saúde vem passando por uma série de transformações graças à ascensão das healthtechs, empresas que têm desempenhado um papel crucial na democratização dos serviços de saúde, tornando a assistência médica de qualidade acessível a um número crescente de pessoas. Neste quesito, uma das principais estratégias adotadas pelas healthtechs é a telemedicina, o que possibilita que pacientes consultem médicos e especialistas à distância, trazendo mais praticidade e conforto a quem precisa.

No CONAREC 2023, o debate entre Fernando Domingues – CEO da Omni Assistência Farmacêutica, Fernando Ribeiro, Cofundador e CEO da Alinea Saúde, Fabiano Lima, VP da Unidade de Saúde do Petlove e Jakeline Guzelian, Head de Customer Experience da Memed, mediado por Nicolas Toth, Diretor Geral Brasil e América Latina da Sharecare,
ressaltou alguns desafios a serem encarados no setor de saúde e quais passos precisam ser tomados para que a saúde seja mais acessível à população.

Acesso a medicamentos e quebra de barreiras estão dentre as dificuldades enfrentadas

Para Fernando Domingues, empresas como a Omni devem ajudar a mudar a cultura dos tomadores de decisões de empresas que escolhem alguns tipos de benefícios de saúde, no sentido de convencer/educar que o plano de acesso a medicamentos é um produto tão importante quanto o plano de saúde: “O plano de saúde tradicional abrange consultas, exames, internação hospitalar, entre outros benefícios, mas não oferece nada relacionado aos medicamentos, sendo que as pessoas que voltam ao hospital são as que não conseguem aderir ao medicamento corretamente. É esse gap que estamos batendo na tecla, com CFOs e RHs”.

Jakeline Guzelian, salienta que o uso de tecnologia para consultas remotas é um problema que precisa ser superado pela comunidade médica: “Antes, os consultórios não faziam uso da tecnologia e, com a flexibilização de normas, principalmente por conta da pandemia, houve um boom da telemedicina. Com isso, a gente conseguiu atingir novos públicos e crescer exponencialmente. Agora, estamos trabalhando para fazer com que esse público permaneça. E outro desafio é fazer com que os médicos entendam a importância da tecnologia e da telemedicina, inserindo um comportamento tecnológico aos profissionais”.

Fernando Ribeiro pontua que empresas como a Alinea Saúde, algo recente no brasil, ainda são desconhecidas pela maior parte da população e, por isso, é necessário educar as pessoas sobre a categoria de empresas que ajudam a reduzir os custos corporativos de saúde. “Este desafio é fácil de ser superado, porque, uma vez que a pessoa usa a Alinea, ela volta a usar em uma frequência muito alta. Superada essa etapa, tudo se conecta”, complementa. Outro problema apontado por Fernando Ribeiro é a dificuldade de acesso aos dados dos pacientes: “Hoje, no Brasil, há hospitais de referência que continuam preenchendo prontuários à mão, e esquecem de atualizá-los, medida que atua contra os próprios pacientes”.

Já para os planos de saúde voltados aos pets, Fabiano Lima vê o credenciamento da rede como um de três principais desafios do setor, algo que os planos de saúde e odontológicos também sofreram no passado: “Muitos prestadores entendiam os planos como concorrentes e não como parceiros, mas temos conseguido superar essa resistência com contratos simplificados e a anulação de multas e penalidades, fazendo com que o índice de descredenciamento seja menor que 0,5%, e em algumas cidades há fila de espera para credenciamento”.


CONAREC 2023
Acompanhe a cobertura completa!


O segundo desafio apontado pelo VP é o desconhecimento do público do plano de saúde para pets: “Primeiro acham que o plano é algo inacessível, mas temos planos a partir de R$ 19,90, e ainda desconfiam de possíveis letras miúdas. Mas a Petlove não diferencia os pets por raça, idade, preexistência de doenças, entre outros fatores. Com isso, a gente tem conseguido vencer essas barreiras, junto à democratização do acesso por meio de parceiros que ajudam na distribuição de planos”.

Democratização dos serviços carece de regulamentação e desenvolvimento tecnológico
Questionados sobre necessidades que contribuiriam para alavancar empresas de saúde, os participantes levantaram pontos diversos. O CEO da Omni Assistência Farmacêutica pontuou que o acesso ao capital não é um empecilho, pois a Omni já conseguiu captar cerca de meio bilhão de reais em recursos.

“Por outro lado, há a necessidade de se trabalhar em conjunto com as PBMs [Programa de Benefício em Medicamentos – estratégia utilizada pelas farmácias que possibilitam a oferta de preços mais atrativos] e mudanças de leis em termos de ANS [Agência Nacional de Saúde Suplementar] e SUSEP [Superintendência de Seguros Privados], para colocar a questão do plano de medicamento numa pauta tão importante quanto o plano de saúde e odontológico, porque hoje a parte de medicamentos não está 100% regulada, o que gera um grande gap quando comparamos o Brasil ao mercado americano”, comenta.

Já a Head de Customer Experience da Memed, ressalta que o conhecimento dos meios digitais poderia facilitar o acesso aos medicamentos, e que ainda falta empresas parceiras enxergarem a Memed como uma corporação que quer promover tecnologia, acesso e adesão ao tratamento do paciente. Ainda no campo tecnológico, Fernando Ribeiro diz ser necessária uma maior riqueza de dados que tramitam pelas operadoras e no tempo de processamento delas, o que agiliza o atendimento aos pacientes.



+ NOTÍCIAS
A era da IA generativa
Neurociência e IA: transformando a experiência do cliente

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]