Pesquisar
Close this search box.
/
/
Como a Pernambucanas lida com o conflito de gerações e continua crescendo

Como a Pernambucanas lida com o conflito de gerações e continua crescendo

Os líderes da empresa não são nativos digitais, já as lojas da rede têm pessoas das gerações Y e Z. A Pernambucanas se esforça para continuar inovando após 110 anos de sua fundação

As lojas que não oferecem uma experiência atraente ao cliente e que não acompanham as transformações do setor varejista têm prazo de validade. Essa é a realidade imposta sobre as empresas atualmente. É preciso estar a um passo a frente da concorrência, como o Magazine Luiza, que mesmo sendo o líder do e-commerce brasileiro, está testando novos formatos; um dos projetos do Magalu é um “marketplace invertido”, que permite a lojas físicas venderem produtos da gigante varejista ou a Chilli Beans, que, também, mesmo líder, expandiu seu portfólio e inaugurou sua primeira ótica. Mas como uma empresa de 110 ano pode ser capaz de continuar inovando? A Lojas Pernambucanas pode ser um bom exemplo.

LEIA MAIS
Magazine Luiza lança marketplace invertido para integrar outros varejistas ao seu ecossistema
Chilli Beans expande portfólio e inaugura sua primeira ótica

Uma empresa com mais de 10 mil colaboradores e 352 lojas certamente tem grandes desafios para continuar inovando e promover a transformação digital. O maior desafio da Lojas Pernambucanas é o conflito de gerações. Os cargos mais altos da companhia – da presidência ao corpo médio de gerência – são ocupados por pessoas que não nasceram na era da digitalização. “Em compensação, as lojas estão cheias de nativos digitais. A gente (alta liderança) trava a transformação digital”, disse o CEO da empresa, Sérgio Borriello, durante a Feira Brasileira do Varejo.

Com a liderança da empresa menos ligada ao mundo digital em relação aos vendedores, inovar de maneira vertical ficou inviável. A solução foi criar um modelo de transformação digital horizontal, que empodera todos os colaboradores. A ação de maior expressão da varejista foi a criação de um laboratório digital.

O laboratório é formado por uma equipe multidisciplinar que tem a função de resolver todo tipo de conflito de gerações dentro da empresa. Esse time é o catalisador de inovações da companhia. “São especialistas não em tecnologia, mas em conectar pessoas”, diz Borriello.

Para dar voz aos colaboradores, a Pernambucanas também recorreu ao Workplace, plataforma do Facebook que cria uma espécie de rede social exclusiva para o relacionamento entre funcionários. O CEO da empresa conta que investe horas de seu dia respondendo as mensagens dos colaboradores. É uma forma que a Pernambucanas encontrou de tomar conhecimento dos desafios em todas as pontas da empresa. Para Borriello, “a inovação vem do contato com as pessoas, de sentir a dificuldade que elas têm”.

A Pernambucanas se esforça para resolver seu maior problema pensando em agilizar o atendimento do cliente. Quando a varejista usa a tecnologia em suas lojas, a satisfação dos consumidores cresce até 20% e o crescimento no ticket médio pode ser de até 30% – esses foram os números registrados na loja conceito da marca em Porto Alegre.

Crédito: Reprodução / Pernambucanas

O movimento em direção a transformação digital gera facilidades para o cliente como totens de autoatendimento, emissão de cartão de crédito em até 7 minutos, prateleira infinita, entrega expressa e lockers para quem quer comprar pela internet e retirar na loja. A funcionalidade Sacola de Descontos do app mostra como a empresa integra o físico e digital: os clientes podem ir até uma loja e escanear os produtos que escolheram para ganhar acesso a uma fila exclusiva. Além disso, quanto mais produtos na sacola maior o desconto.

Como resultado, a Lojas Pernambucanas continua crescendo. Em 2018, a rede abriu 28 lojas e neste ano a previsão é inaugurar 32 unidades. A empresa entrou no Rio de Janeiro e pretende abrir 10 lojas no estado. Até 2021 serão 100 novas unidades em todo o País.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]