Pesquisar
Close this search box.
/
/
Cinco cidades mais saudáveis para se morar

Cinco cidades mais saudáveis para se morar

Conheça os segredos das cidades mais benéficas para a saúde de seus moradores no mundo

 Todo ano, diferentes consultorias, jornais e revistas fazem listas das cidades mais saudáveis para se viver no mundo. Os rankings levam em consideração fatores como saúde pública, sistema de transporte e áreas verdes. Cinco destas cidades são recorrentes em todas as listas.

Mas qual é o segredo delas? Por que seus moradores têm vidas mais saudáveis do que em outros lugares? Abaixo, a BBC analisou os diferenciais destas cinco “cidades saudáveis”.

Cingapura: saúde pública e leis duras contra poluição

A cidade (foto acima) tem um dos menores índices de mortalidade infantil do mundo. A expectativa de vida é a quarta maior do planeta: 84,07 anos. Usado por 80% dos moradores, seu sistema público de saúde é um dos mais elogiados do mundo. Não é totalmente gratuito, mas muitos dos preços são compatíveis com as rendas dos moradores.

A cidade é bastante rígida nas suas leis ambientais. Há penas duras até mesmo para quem cospe ou joga lixo no chão. Também conhecida como “Cidade Jardim”, Cingapura também é um paraíso para quem ama a natureza. Uma rede chamada Park Connector Network liga 200km de caminhos por meio de parques e jardins.

As ruas da cidade são constantemente usadas para maratonas e eventos de ciclismo. A cidade adotou até mesmo uma série de medidas contra a especulação imobiliária. Estrangeiros são proibidos de comprar casas ou apartamentos. Só podem alugar. Também há vários impostos que impedem que os índices de aumento dos preços de imóveis aumentem por causa da especulação.

 

Tóquio: transporte limpo e bons hábitos

Sistema de transporte de Tóquio transporta mais gente e emite menos CO2. A cidade tem um dos sistemas de transporte mais eficientes e ecológicos do mundo. O sistema transporta três milhões de pessoas por dia na região metropolitana, mas, ainda assim, Tóquio têm menos emissões de gás carbônico que a maioria das cidades asiáticas. A emissão per capita de CO2 em Tóquio é de 4,89 toneladas – em Pequim, esse índice é de 10,8 toneladas.

A alta expectativa de vida na cidade – 84,19 anos – é beneficiada pelo bom sistema de saúde japonês e pelos hábitos saudáveis do país, como uma dieta baseada em peixes, vegetais e arroz.

Os preços de propriedades têm subido bastante na cidade, em parte por causa dos estímulos econômicos dados pelo governo. Mas também já existe especulação imobiliária por conta das Olimpíadas de 2020, que serão realizadas aqui.

Perth: esporte perto de casa

Perth já é privilegiada pelo belo litoral no Oceano Índico. Entre 1998 e 2009, o número de ciclistas em Perth aumentou em 450%. Todas as estações de metrô receberam estacionamentos de bicicletas, e o costume local é ir desta forma até o metrô, para depois seguir viagem até o trabalho.

A cidade tem uma vocação natural para esportes e atividades ao ar livre, devido ao clima sempre ameno e às praias no Oceano Índico. Em outubro do ano passado, a agência de saúde do governo lançou um plano especial para permitir que moradores de Perth possam achar atividades esportivas em parques perto de sua casa.

Copenhague: ciclismo e ‘neutralidade’ de carbono

Copenhague tem um plano para ser ‘neutra em carbono’ até 2025. Ciclismo e emissões de carbono também são o segredo da capital dinamarquesa.

A cidade tem um plano de ser a primeira capital “neutra em carbono” até 2025, ou seja, uma cidade que consegue contrabalançar todas as suas emissões de carbono, seja comprando créditos de carbono ou tomando medidas para tirar carbono do ar.

Um dos trunfos da cidade foi conseguir reduzir em 20% suas emissões de gases nocivos ao ambiente desde 2005, graças a um planejamento do governo.

A cidade tem 400km de ciclovias, e 50% de seus moradores usam bicicletas, mesmo em épocas de frio e chuva.

 

Mônaco: riqueza e… mais riqueza

Com tanta concentração de milionários, Mônaco é um caso único no mundo. É quase injusto compar qualquer cidade do mundo ao principado na riviera francesa, a 15km da cidade de Nice. Mônaco possui a maior concentração de milionários e bilionários per capita do mundo.

Isso também contribui para que Mônaco tenha a maior expectativa de vida do planeta: 89,6 anos. O sistema de saúde é caro, mas quase todos podem pagar. Com apenas 2km², Mônaco é também o país com maior densidade de população do mundo.

Com tantos recursos, sobra dinheiro para se investir em ecologia, uma das bandeiras do Príncipe Albert 2. Os órgãos do governo usam carros elétricos, e todas as conferências realizadas em hotéis de Mônaco são neutras em carbono.

* Via BBC

 

Leia mais:

Seguro viagem: novas regras e exceções

Cinco melhores ilhas do mundo para visitar

As 20 piores cidades em saneamento no Brasil

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]