Pesquisar
Close this search box.
/
/
Cidades estão começando a proibir carros pelo mundo

Cidades estão começando a proibir carros pelo mundo

Enquanto o hyperloop tenta quebrar as barreiras do som, cidades de economia fortalecida banem carros visando um futuro sustentável

Conheça as 7 regras para o uso de patinete elétrico na cidade de São PauloCarros voadores, veículos autônomos e hyperloop – por um lado, a tecnologia evolui para que os meios de transporte se modernizem e se tornem cada vez mais high tech, por outro, algumas cidades estão apostando em um futuro totalmente livre de carros.
E não à toa. O setor de transportes é a maior fonte de emissões de gases de efeito estufa. O Acordo de Paris, assinado por 195 países, tem como objetivo reduzir a emissão de poluentes e limitar o aumento da temperatura global a até 2°.
Alguns países já estão engajados no projeto estabelecendo zonas ou cidades inteiras onde a circulação de veículos motorizados é proibida, e recursos alternativos de mobilidade são oferecidos, como ciclofaixas, patinetes ou passes de trens gratuitos.

A cidade das bicicletas

Amsterdã já é uma cidade muito conhecida pelas bicicletas, tendo uma “população” de bikes superior a de habitantes. Apesar do altíssimo engajamento da população com este meio transporte, o governo holandês ainda não se deu por satisfeito: o planejamento urbano da cidade visa proibir todos os veículos movidos a diesel e a gasolina até 2030.
Para atingir este marco, estão sendo implementadas mudanças na infraestrutura local, como o estreitamento de ruas, liberação de metrô em horários noturnos, passes livres nos finais de semana e eliminação de estacionamentos.

carros
Foto Unsplash

Noruega: transformação econômica

Oslo, a capital norueguesa, foi uma das cidades mais recentes a executar uma política livre de carros em sua zona central.
De acordo com a BBC, muitos motoristas e empresários do país foram contra esta implementação, e se mostraram céticos em relação à funcionalidade da mudança. Porém, foram obrigados a voltar atrás no argumento, uma vez que a economia local melhorou em diversas áreas.
Muitos locais da cidade, antes vazios, passaram a receber pedestres, passeando e consumindo em estabelecimentos. As lojas estão mais cheias, o trânsito está livre, o ar está mais limpo e os espaços estão sendo mais bem utilizados – os estacionamentos deram lugar para ciclofaixas e outras soluções urbanas.

Turismo e comércio em alta

Outras cidades pelo mundo que já adotaram uma política “car-free” para seus centros urbanos foram Madri, na Espanha, Fez, no Marrocos e Fazilka, na Índia.
Em Paris, o primeiro domingo de cada mês é livre de carros. Nova Iorque possui limitações em certas regiões, como o Central Park e a Times Square. Em São Paulo, a Avenida Paulista é fechada para carros aos domingos e aberta para passeios a pé, práticas de esportes, feiras e shows.
Outros locais apostam em cidades sem trânsito para fomentar o turismo, como Veneza, na Itália, e Giethoorn, na Holanda, onde o transporte é feito totalmente a pé ou a barco.
Muitas cidades turísticas europeias seguem este padrão, forçando as pessoas a caminharem ao ar livre e conhecerem melhor os arredores, tendo a oportunidade de vivenciar a cidade.

Foto Unsplash

Forças contrárias

Uma preocupação recorrente na adoção de políticas públicas livres de carros é o desemprego, uma vez que muitas pessoas dependem de dirigir para sobreviver.
Segundo a BBC, contudo, outras duas tendências correm paralelas ao decréscimo dos carros nessas cidades: o aumento dos trabalhos homeoffice e o retorno dos subúrbios para os centros das cidades.
De fato, estas mudanças precisam andar acompanhadas com alternativas que sustentem as lacunas deixadas por estas transformações – caso contrário, a economia despencaria.
Ao mesmo tempo em que os carros somem de vista, os negócios que envolvem patinetes, bicicletas e carros elétricos ganham cada vez mais força, trazendo outras oportunidades para profissionais.
Da mesma forma, ambulâncias, carros de bombeiros e veículos policiais continuam trafegando normalmente em cidades livres de carros. Neste caso, as estradas são substituídas por faixas de tráfego exclusivas e desenhadas em trechos estratégicos de circulação.

JÁ SEGUE A CONSUMIDOR MODERNO NO INSTAGRAM?

 

Ver essa foto no Instagram

 

Alguns países já estão engajados no projeto estabelecendo zonas ou cidades inteiras onde a circulação de veículos motorizados é proibida, e recursos alternativos de mobilidade são oferecidos, como ciclofaixas, patinetes ou passes de trens gratuitos. Amsterdã já é uma cidade muito conhecida pelas bicicletas, tendo uma “população” de bikes superior a de habitantes. Apesar do altíssimo engajamento da população com este meio transporte, o governo holandês ainda não se deu por satisfeito: o planejamento urbano da cidade visa proibir todos os veículos movidos a diesel e a gasolina até 2030 Veja mais em consumidormoderno.com.br #bicicletas #mobilidade #sustentabilidade #carros #futuro #leis #inovacao

Uma publicação compartilhada por Consumidor Moderno (@consumidormoderno) em


+ NOTÍCIAS

Conheça as 7 regras para o uso de patinete elétrico na cidade de São Paulo
Berlim é líder mundial em ranking de mobilidade urbana
Os novos caminhos da mobilidade: um design para o futuro


 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]