Pesquisar
Close this search box.
/
/
ChatGPT e o atendimento ao cliente: o que está por vir?

ChatGPT e o atendimento ao cliente: o que está por vir?

O uso de Inteligência Artificial para o atendimento ao cliente promete construir jornadas de experiência cada vez mais fluídas e resolutivas

Se você está entre os 110 milhões de usuários que já testaram o ChatGPT, deve imaginar o impacto que a evolução da Inteligência Artificial (IA) pode trazer para o dia a dia. Principalmente pela capacidade conversacional que a solução da Open.AI apresenta.

Quando se trata da área de atendimento ao cliente, então, as possibilidades são infinitas. Mas uma coisa é certa: as novas tecnologias tornarão as jornadas de experiência cada vez mais fluídas e resolutivas, a partir de uma digitalização que traz naturalidade e características humanas.

Seja por meio do ChatGPT ou de outras IAs generativas que estão sendo desenvolvidas, como o Bard AI do Google ou o LLaMa da Meta, o atendimento ao cliente será revolucionado. E muitas empresas já estão testando de desenvolvendo soluções nesse sentido.

“Estamos vivendo a primavera das IAs. A tecnologia alcançou um limite de ruptura e está entregando soluções que realmente fazem a diferença. Não consigo imaginar o modelo de atendimento que é feito hoje daqui a cinco anos. Já existe tecnologia para essa revolução, a questão é saber quando ela vai acontecer de fato”, afirma Junior Rios, diretor de Inovação da Callink.

Na prática, a promessa é que o ChatGPT substitua em até 75% o efetivo de um call center. Para o executivo, isso é plenamente possível desde que seja criada uma base de conhecimento para alimentar a IA, que, com sua capacidade de leitura de contexto, poderá entregar um resultado semelhante ou melhor do que os atendentes humanos.

Um teste preliminar feito pela Callink para entender as possibilidades do uso da nova tecnologia no dia a dia comprovou o potencial. Foi transferido de agentes humanos para o ChatGPT um processo de leitura de informações e elaboração de resposta para um questionário com 58 perguntas. Delas, 20 foram respondidas satisfatoriamente. As outras 38 necessitavam de pequenos ajustes. Tudo isso com mais agilidade e a um custo menor.

“Estamos vivendo a primavera das IAs. A tecnologia alcançou um limite de ruptura e está entregando soluções que realmente fazem a diferença.” – Junior Rios, diretor de Inovação da Callink. 

O ChatGPT dentro da estrutura de atendimento

Outras situações estão sendo testadas, permitindo o desenvolvimento de soluções. Junior Rios destaca que, atualmente, o ChatGPT desempenha muito bem algumas funções dentro da área de atendimento ao cliente: análise de sentimento, interpretação e resumo de contexto, e tokenização.

Em outras palavras, a IA tem a capacidade de compreender se o cliente está satisfeito ou não e o porquê disso. Além de poder analisar as informações e sugerir ações para resolver situações ou evitar que determinado problema volte a ocorrer.

“Mas, eu não acredito que, sozinho, o ChatGPT vai conseguir resolver muita coisa. Ele não é o ator principal, ele é um back office. Ele será somado a outras tecnologias para construir o futuro do atendimento”, alerta Rios.

O executivo traz como exemplo o melhor uso da análise de contexto por parte da IA. Unindo-a à biometria de voz, seria possível criar um banco com diversos tipos de voz e deixar a tecnologia optar pelo mais adequado de acordo com o momento identificado do cliente. Isso traz para a experiência digital algo semelhante à neurociência utilizada por lojas físicas ao fazer uso de cheiros específicos para atrair clientes.

“As tecnologias vão mudar o atendimento, mas ele nunca vai deixar de ser emocional. E talvez agora a gente tenha todos os elementos possíveis para começar a ter uma gestão emocional, algo que antes não conseguíamos.

Quem sabe no futuro tenhamos uma célula de atendimento dividida em sentimento do cliente. Os insatisfeitos em um grupo, os decepcionados em outro, os felizes em outro. Com planos de ações específicos para cada um. Tudo é possível”, conjectura Junior Rios.

Possibilidades infinitas

O maior desafio das empresas atualmente é acompanhar a evolução quase que diária das tecnologias e identificar os melhores casos de uso. Tendo sempre como principais objetivos o ganho em produtividade, eficiência, melhora da experiência do consumidor e custo-benefício.

Para isso, Junior Rios afirma que o caminho é experimentar. Entender os processos do dia a dia, testar e não criar apego às ideias. Porque as tecnologias mudam, evoluem, e as soluções precisam acompanhá-las.

Foi a partir dessa estratégia que a Callink criou a solução intitulada Maestro. “Sempre identificamos uma demanda não atendida por parte das empresas-clientes no que tange a textos não estruturados. Ou seja, e-mails, reclamações em órgãos de regulação, retorno de SMS, redes sociais, entre outros. Essa base de dados sempre foi marginalizada porque é difícil dar contexto.

A partir disso, desenvolvemos uma solução que recolhe esses dados massificados de forma industrial, processa e, através de uma regra de negócio aberta, nos permite testar várias hipóteses. Ao ponto de estruturar as informações e usá-las a nível de tomadas de decisão. É uma API que usa ChatGPT e que pode ser uma solução agnóstica, ao possibilitar embarcar outras tecnologias que sejam complementares”, explica o Junior Rios.

Nesse sentido, o atendimento ganha em personalização, em assertividade e em eficiência. Além de oferecer uma experiência cada vez mais conversacional e capaz de criar relacionamentos duradouros com os clientes. Ainda que os próximos passos guiados pela tecnologia sejam imprevisíveis, a mudança já começou.


 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]