Pesquisar
Close this search box.
/
/
Brasileiros querem ficar em casa no Carnaval pós-pandemia

Brasileiros querem ficar em casa no Carnaval pós-pandemia

Pesquisa "Pulso de Carnaval de 2023" revela comportamentos, números e tendências de um primeiro Carnaval após a pandemia

Em 2023 acontece o primeiro Carnaval após a pandemia e grande período de isolamento social. E como estão as expectativas dos brasileiros para o feriadão mais aguardado do ano?

A Hibou, empresa de pesquisa e insights de mercado e consumo, em parceria com a Score Retail, empresa de data retail da B&Partners.co, conduziu um estudo chamado “Pulso de Carnaval de 2023“, para responder essa questão  veja que interessante: 68% dos brasileiros vão curtir o Carnaval em casa, 15% vão trabalhar, 14% optaram por viagens e 7% por festejar a data, segundo a pesquisa.

Um Carnaval diferente no pós-pandemia

Embora 68% tenham afirmado na pesquisa que vão passar o período em casa e outros 15% vão seguir com a rotina de trabalho, há também quem vai aproveitar de outras formas.

Dentre os 7% que levam a festa a sério, 5% optaram por brincar o Carnaval em bloquinhos; 1% vão desfilar em escola de samba e outros 1% vão para baile ou festa de Carnaval.

Com tantos dias de folga, viajar foi a escolha de 14%, sendo que 8% optaram por ir à praia; 5% para o interior; e 1% optaram por uma viagem internacional. Entre os indecisos estão 6% dos entrevistados.

Ligia Mello, coordenadora da pesquisa e sócia da Hibou, acredita que a data continua sendo especial, mas, sendo a primeira depois da pandemia ela traz oportunidades diferentes para o mercado. “Sendo este o primeiro Carnaval após a pandemia, os brasileiros vão usar os dias de diferentes formas e há diversas oportunidades para o mercado. Para muitos, a opção é manter a rotina em casa e aproveitar os dias de folga para fazer atividades que gostam ou se aventurar por novidades, mas há também quem não vai deixar de aproveitar e cair na folia ou na estrada”, comenta.

O Bloco do Unidos do Sofá está formado!

Dentre os 68% que optaram por ficar em casa, as atividades são diversas, mas destes, 20% não querem fazer nada. Por outro lado, há quem já tenha algumas opções, como 46% que vão assistir filmes e colocar os episódios das séries em dia, um hábito que se tornou mais frequente e fortalecido durante a pandemia.

36% vão aproveitar o momento para brincar com filhos/pets;
25% vão usar os dias para fazer aquela faxina;
22% vão dormir muito
11% ler um livro
10% assistir aos desfiles pela TV
7% se arriscarão a cozinhar novos pratos
7% estudar ou fazer algum curso online
4% fazer pequenas reformas na casa e jogar

A Folia do streaming

E se o streaming vai substituir o samba no pé, quem está com tudo é a Netflix. A plataforma é a preferidinha de 52% dos brasileiros que vão ficar em casa. Na sequência, formam o TOP 5 o Youtube (25%); HBO Max (15%); Prime (12%) e a Globo Play (11%).

Como se fosse o primeiro Carnaval…

Entre os 7% que definiram que vão pular e festejar de alguma forma, 18% afirmaram que se prepararam para este Carnaval. Além disso, 54% não dispensam a companhia dos amigos na hora da curtição; 36% querem aproveitar muito e 30% acreditam que as fantasias são essenciais nesses dias de folia.

Embora 17% afirmem que vão beber muito e curtir a festa, para 30% o preço das bebidas sempre é alto. Já 39%, estão preocupados com a segurança nas ruas.

Longe de casa no Carnaval

Aproveitar o feriado prolongado viajando foi opção de 14% dos entrevistados. Dentre eles, 78% elegeram o carro próprio como o meio de transporte escolhido. Os demais apontaram a viagem de ônibus (12%); avião (5%); carro locado, Uber, táxi e carona (1%, cada).

Para acompanhar durante a viagem, 57% vão com a família com filhos; 29% com parceiro(a); e 17% com amigos. Já 5%, vão cair na estrada sozinhos.

Samba no pé e celular na mão!

O celular é uma extensão do corpo e não vai ficar de lado mesmo no Carnaval. Para os dias de folia, 41% vão manter o uso habitual das redes sociais, mas 51% vão usar mais o Instagram; 45%, o Facebook; 29%, o Youtube; 15%, o Tik Tok; 8%, o Kwai; 5%, o Twitter e 1% LinkedIn. Apenas 2% afirmaram que não usam as redes sociais.

Dinheiro na mão é vendaval

Mesmo curtindo o feriadão, o gasto dos brasileiros será baixo, pois o bolso do brasileiro está apertado. Para economizar, 46% afirmam que não querem gastar nada além do que está incluso na rotina financeira e, por outro lado, apenas 1% vão “tirar o escorpião do bolso” e gastar acima de R$4 mil. No tíquete médio entre R$250 e R$2500, estão:

40% pretendem gastar até R$250;
7% entre R$250 e R$500;
3% de R$501 a R$1 mil;
2% de R$2500 a R$4 mil;
1% de R$1 mil a R$2500.

Descansar, curtir e se organizar

Além dos blocos de rua, o feriado do Carnaval movimenta os brasileiros de diferentes formas. Quando perguntados sobre o que o feriado de Carnaval, as respostas são:

60% – descanso para mente;
31% – maratonar filmes e séries será minha rotina;
18% – bora organizar a vida e planejar os próximos meses;
14% – tempo de curtir a vida ao ar livre (parques, praia, campo)
10% – aproveitar para pôr a leitura em dia
6% – hora de curtir muito
5% – momento de celebrar a vida
2% – extrapolar, pois é o primeiro Carnaval após a pandemia

Depois de 2 anos

Quando perguntados sobre quais sentimentos vem à tona após dois anos sem as festividades carnavalescas, surgem diversas percepções. 33% relatam preocupação; 27% sobrevivência; 25% liberdade; 20% animação; 12% medo; 6% festivo; 5% saudades; 4% ansiedade; 4% euforia. 40% não citaram nenhum sentimento em especial.

Vale mencionar que foram mais de 1800 respostas válidas, por meio de painel digital, entre 26 e 29 de novembro de 2022. A faixa etária dos pesquisados é formada por 26% entre 36 e 45 anos; 26% de 46 a 55 anos; 24% de 26 a 35 anos; 18% 56 anos ou mais e 7%, até 25 anos.


+ Notícias

Transformação digital e a importância do design na visão da Cielo 

“Queremos que Whatsapp ofereça mesma experiência que as lojas”, afirma diretora do Boticário

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]