Pesquisar
Close this search box.
/
/
Por que o boleto é sinal de inclusão e empoderamento financeiro?

Por que o boleto é sinal de inclusão e empoderamento financeiro?

Boleto se consolida como opção mais procurada para compras on-line. Modalidades digitais também geram inclusão e empoderamento para o consumidor. Entenda.

Um levantamento da Mastercard e Americas Market Intelligence (AMI), revela que o distanciamento social impulsionou o e-commerce na América Latina e no Caribe. No Brasil, cerca de 46% dos brasileiros aumentaram seu volume de compras on-line durante a pandemia, enquanto 7% compraram online pela primeira vez.

Neste cenário, o pagamento parcelado via boleto desponta como uma das opções mais procuradas para compras on-line. Seja em sites ou aplicativos, os boletos figuram entre os métodos de pagamento preferencial dos consumidores brasileiros, ao lado dos cartões de débito e de crédito. Além disso, hoje, 70% dos entrevistados no estudo da Mastercard afirmam usar os canais digitais para todas ou para a maioria das transações.

Para Gustavo Câmara, CEO da VirtusPay, fintech brasileira especializada nessa modalidade de pagamento, “o recurso é elástico e promove também a inclusão e o empoderamento financeiro, já que há uma parcela da população que não consegue aprovação para obter um cartão de crédito ou que optaram por não utilizar esse meio de pagamento.”

Atualmente a VirtusPay, aceita mais de 120 lojas entre as maiores redes de varejo eletrônico do Brasil e projeta uma expansão neste ano, comprovando o resultado de pesquisas que apontam manutenção e aumento da intenção de compra por meio da internet, fato que teve um boom como consequência do isolamento social e da pandemia.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

 É assim que o mundo paga

A Generation Pay (Como o mundo paga: hoje e amanhã) pesquisa realizada pela FIS, empresa americana do ramo financeiro, divulgada no final do ano passado, avaliou que o formato conhecido como buy now, pay later (compre agora, pague depois) agrada todos os públicos. E referenda essa tendência em outro estudo no qual todos os grupos de público ouvidos (faixa etária entre 18 e 60 anos de idade) declararam que gostariam de contar com pagamentos mais rápidos e crédito mais flexível, nas plataformas digitais.

“As pessoas não deixarão de sonhar e de buscar a consolidação de seus desejos e nesse contexto, o parcelamento via boleto ajudará os brasileiros a realizarem sonhos de consumo em 2022”, prevê Gustavo Câmara, que ainda acrescenta: “teremos um público cada vez mais diversificado, que certamente buscará variedade também nos formatos de pagamento”, conclui o CEO.

Compre agora, pague depois

Fintechs como a Pagaleve é uma das que aposta no modelo buy now, pay later (compre agora, pague depois). O grupo Reserva é um dos varejistas brasileiros que adotaram a solução da Pagaleve. Com ela seus clientes podem comprar em 4 vezes sem juros, sem cobrar taxas pela compra ou uso do serviço.

A vantagem é que a Pagaleve repassa ao varejista o valor total da compra já no dia seguinte, diferentemente dos cartões de crédito que repassam o valor somente depois de 30 dias. Caso o varejista precise do dinheiro adiantado, ao receber pelo cartão de crédito ele deve pagar uma taxa de adiantamento, que pode chegar a 5% do valor da compra.

Outro fator positivo da modalidade buy now, pay later para o varejo é que ele é capaz de aumentar em até 40% a conversão e o ticket médio dos varejistas, de acordo com pesquisas americanas.

Aprovação de limite quase instantânea

Como toda financiadora, o cliente também está sujeito a análise de limite na Pagaleve. Para realizar essa análise, a fim de oferecer ao consumidor um limite adequado, a Pagaleve contou com a expertise da Neurotech, empresa brasileira pioneira na criação de soluções a partir da inteligência artificial. A vantagem está na rapidez. Hoje, a análise da Pagaleve leva menos de 5 segundos para fazer a aprovação de limite para o cliente, tempo muito inferior aos fornecedores de crédito do mercado.

Estes são apenas alguns dos exemplos e das vantagens que a tecnologia e a utilização estratégica de pagamentos digitais podem trazer para os varejistas. Análise em tempo real das compras, por exemplo, é outra tendência complementar e estes serviços de pagamento. Ao agregar todas essas tecnologias e facilidades para o consumidor, a empresa obtém uma visão 360º do seu cliente, isso permitirá a marca criar ofertas customizadas e um atendimento personalizado.

Hoje, o Brasil é o 8˚ país com maior volume de transações financeiras em tempo real. Dados do relatório da ACI Worldwide, revela que o país registrou 1,3 bilhão de pagamentos eletrônicos em tempo real em 2021, e que essa adoção deve continuar em ritmo acelerado até pelo menos 2025.

O Pix, modalidade muito conhecida dos brasileiros, já possui mais de 115 milhões de usuários e 1,2 bilhões de transações no país. Recentemente ele anunciou cinco grandes etapas, que prometem facilitar ainda mais a vida dos usuários e trazer muitos outros benefícios para o comércio.

Pesquisas realizadas em 2021 já corroboravam esse potencial dos meios de pagamentos digitais com cerca de 59% dos pagamentos no e-commerce brasileiro realizados por meio de smartphone. Mais do que uma simples e ágil opção para os consumidores, as ferramentas digitais de pagamento foram decisivas para a sobrevivência econômica de muitos setores e para a sobrevivência do próprio consumidor. Imaginem o potencial dessas soluções numa economia mais saudável… Apenas imaginem.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+Notícias

Consumidores preferem estabelecimentos e marcas com programas de fidelização

Artigo: por que o crediário próprio é tendência em pagamento para 2022?

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]