Pesquisar
Close this search box.
/
/
Ameaça cibernética tenta roubar dados bancários e afeta principalmente o Brasil

Ameaça cibernética tenta roubar dados bancários e afeta principalmente o Brasil

Identificada pela ESET, ameaça tenta enganar o consumidor se passando por banco ou empresa de cobrança e chama a atenção para o cenário de cibersegurança no país

Ataques cibernéticos têm deixado o mercado brasileiro em alerta. Uma pesquisa recente da SonicWall indica que o país é o quinto do mundo que mais sofreu com ameaças de ransomware no primeiro semestre de 2021. E a atenção deve permanecer alta: um novo trojan foi identificado pela ESET, especializada em detecção de ameaças virtuais, e ele atua roubando os dados bancários dos consumidores.

Segundo a empresa, o trojan Numando está ativo desde 2018, mas atualmente tem sido usado com muita frequência, conforme dados de rastreamento dos pesquisadores da ESET. Geograficamente, a ameaça tem foco quase que exclusivamente no Brasil, apesar da circulação de algumas campanhas no México e na Espanha.

Para mais conteúdos como este, assine a newsletter da Consumidor Moderno 

O Numando é escrito em Delphi e usa sobreposições falsas para roubar informações confidenciais de suas vítimas, como o uso de arquivos ZIP aparentemente inúteis ou o carregamento de payloads junto com imagens em formato BMP utilizadas como isca. As capacidades de backdoor do trojan fazem com que seja possível simular ações do mouse e do teclado, reiniciar e desligar o computador, exibir janelas sobrepostas, produzir capturas de tela e eliminar processos do navegador.

A ameaça é distribuída por phishing (técnica para roubar dados), utilizando mensagens em massa para o consumidor final que se passam por bancos ou empresas de cobrança. “É importante conscientizar as pessoas ao redor para que esses tipos de ataque não sejam tão efetivos, quanto mais os usuários estiverem atentos e informados sobre como essas fraudes funcionam, mais difícil será o trabalho dos criminosos”, destaca Daniel Barbosa, especialista em segurança da informação da ESET.

No caso de recebimento de anexos por e-mail, principalmente em formato ZIP, é fundamental analisar com atenção se a mensagem parece verídica. Pontos como endereço de e-mail, erros ortográficos e mensagens genéricas de urgência são detalhes que os cibercriminosos costumam usar com frequência.

Proteger seus consumidores desse tipo de ação é um dos desafios das empresas na era da conectividade. A informação precisa circular para que mais usuários saibam como lidar com a situação. No dia a dia, como tem sido esse preparo? Esse é um dos assuntos que serão abordados durante o Conarec 2021, evento realizado pela Consumidor Moderno.

Ponto de atenção

Os ataques cibernéticos têm sido uma preocupação recorrente no Brasil, tanto no setor privado quanto no setor público. Para se ter uma ideia, desde o final de 2020, mais de 30 municípios brasileiros sofreram ataques aos sistemas de suas prefeituras, segundo dados da Trend Micro. Esse tipo de ação costuma comprometer e até paralisar os serviços. Manufatura, governo, educação e saúde tem sido os segmentos mais atingidos – foram de 1,4 milhão de detecções no ano passado.

Para mais conteúdos de CX, assine a newsletter da Consumidor Moderno.

O ataque mais comum é o ransomware, um tipo de extorsão no qual cibercriminosos sequestram e criptografam dados dos sistemas para cobrar um resgate para reestabelecer o acesso e não divulgar as informações na internet. “Nós não temos no Brasil uma tradição de investimentos em cibersegurança, o que faz com que grande parte dos sistemas brasileiros estejam desprotegidos com relação a ataques de ransomware. A LGPD exige que as empresas estejam preparadas do ponto de vista de cibersegurança, mas pelo que estamos vendo ainda não está em prática”, aponta Renato Tocaxelli, gerente de contas de Governo da Trend Micro.

A empresa ressalta que a pandemia também teve grande influência na queda de investimentos em cibersegurança, um cenário que precisará de reforços a partir de agora. O esforço é válido: os resgates estão cada vez mais altos. As perdas globais são estimadas entre US$ 1 trilhão, em 2020, e US$ 6 trilhões, em 2021.


+ Notícias

Os desafios da implementação da LGPD na área de TI

Cashback vai além de programa de descontos e oferece liberdade de escolha para o consumidor

 

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]