Pesquisar
Close this search box.
/
/
Afinal, que tipo de inovação o consumidor espera das empresas?

Afinal, que tipo de inovação o consumidor espera das empresas?

Que tipo de inovação os consumidores estão demandando das empresas, e como a pandemia mudou na forma de se inovar? Executivas da Getnet e Mondelez comentam

Expandir a percepção de oportunidades de negócio e inovação é fundamental para o sucesso das grandes marcas. No último Webinar Consumidor Moderno, executivas da Getnet e Mondelez Brasil debateram inovação e disrupção em um cenário de crise global.

Ouvir para se reinventar

O setor de pagamentos é um universo ágil por natureza: “Se você não inova a cada três meses, você está fora do mercado”, diz Vanessa Gordilho, Vice-Presidente Comercial de Varejo, Key Accounts e E-Commerce da Getnet, a empresa de tecnologia do grupo Santander.

Com uma demanda tão intensa, em que cada mês vale a um ano, é preciso se reinventar e acompanhar as demandas dos consumidores com destreza, senão você está fora do mercado.

Desde o início da pandemia de coronavírus, as agências físicas Santander não fecharam as, para que conseguissem dar conta dessa demanda e oferecessem todos os recursos necessários aos clientes.

“Nossa reinvenção foi muito mais de ouvir as necessidades que se tornaram latentes, mas de modo que conseguíssemos atender o que o cliente estivesse precisando, desde um capital de giro até uma antecipação de volumes que já haviam sido transacionados ou colocá-los dentro do mundo digital”, comenta a Vice-Presidente. 

Segundo Vanessa, os consumidores ― e a atual situação do país ― demandaram o lançamento de três novos produtos: o split de pagamentos, para marketplaces de múltiplos lojistas; criação de links de pagamento; e a Loja Digital, que já estava em piloto antes mesmo da crise. “O foco foi evitar ao máximo que os clientes precisassem recorrer a meios mais duros para se manterem ativos, para isso a empresa focou em nunca parar de trabalhar por esse prol”, pontua.

inovação
Créditos (Pixabay)

A multidisciplinaridade como segredo

“Inovação é cultura.” Este é o cerne da transformação com base nas demandas individuais dos consumidores da Mondelez Brasil ― líder de snacks no país, presente em 700 mil pontos de vendas.

Apesar de ser uma grande corporação, o espírito inovador das startups se faz presente no dia a dia da Mondelez, segundo Tatiana Gracia, Diretora de Excelência de Marketing da empresa. Segundo a executiva, através desse entendimento isso é possível ativar os três motores da inovação: aceleração, colaboração e empatia. “Esses são os três ciclos da construção de uma startup, que começa com o entendimento das dores do consumidor, e em seguida se faz um design thinking para modelar o negócio. Só depois se produz e entrega”, ressalta, explicando que, desta forma, é possível que o estudo das necessidades do cliente esteja enraizado nos negócios.

Mas há um fator-chave que induz a Mondelez a estar sempre ativa nos desejos de seu público-alvo: falar de diversidade

De acordo com a Diretora, é isso que o consumidor está buscando: marcas que tenham fortes valores sociais e muita delicadeza no trato dos indivíduos, que pode ir desde o cuidado no nome dos produtos até as mensagens das comunicações. 

“O olhar multidisciplinar irá trazer a inovação com propósito e relevância, e é isso que nossos consumidores estão buscando: marcas que tenham um propósito e que ofereçam produtos relevantes para solucionar seus problemas ou desejos.”

Tatiana Gracia, Diretora de Excelência de Marketing da Mondelez Brasil

Inovação = empatia

Após a pandemia, algo mudou na na forma de as empresas produzirem inovação

Considerando que toda crise gera novas oportunidades. A partir da crise global de 2008 foi observado o surgimento de inúmeras novas empresas, além da ascensão das startups. E em 2020, momento em que enfrentamos uma crise global totalmente diferente, é essencial entender o que as empresas estão produzindo em termos de inovação ou disrupção.

A pandemia faz com que a Mondelez, por exemplo, pudesse sentir na prática uma das principais abordagens do design thinking: a empatia. Para Tatiana Gracia, este é um grande momento para se falar sobre empatia, inovação e comportamento, e essa oportunidade não pode ser perdida pelas empresas. A executiva reforça a necessidade de marcas e corporações buscarem recursos para escutar as dores dos consumidores, a fim de se tornarem mais próximas deles, ao invés de esperarem que a população vá sozinha atrás de seus serviços.

“Tudo começa e deve começar pelo consumidor, entendendo seu comportamento de forma empática”, finaliza.


Assista abaixo ao webinar completo pelo link abaixo

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]