Pesquisar
Close this search box.
/
/
Apenas 55% das empresas brasileiras possuem departamento para inovação

Apenas 55% das empresas brasileiras possuem departamento para inovação

Estudo realizado pela consultoria Palas aponta que a inovação é importante para as empresas, mas ainda é pouco instalada

Após a intensa aceleração digital promovida pela pandemia, que cada vez mais leva empresas a investirem em tecnologia, a inovação têm sido a palavra do momento. O conceito entrou em pauta e no DNA de inúmeras companhias — ou, pelo menos, tem a intenção de ser algo necessário dentro dos negócios. É o que mostra uma pesquisa realizada pela Consultoria Palas: 70% das empresas brasileiras sabem a importância e a necessidade de inovar, algo que exige um setor especializado ou um comitê dedicado à pesquisa e ao desenvolvimento dos negócios.

No entanto, ainda que a porcentagem de empresas que entendem a importância dos negócios seja alta, a quantidade de corporações que, de fato, investem em um setor especializado para inovação é baixa: apenas um terço das pesquisadas. O estudo entrevistou 60 companhias nacionais e multinacionais, tendo como base que metade delas é de grande porte, em diferentes setores de atuação — construção civil, finanças, energia, saúde, transporte, logística e telecomunicação.

Em números gerais, o estudo mostra que 55% das empresas entrevistadas possuem um departamento de inovação, 15% têm um comitê de inovação e 30% não possuem nada.

“A falta de uma governança para a inovação tem feito com que a maioria das empresas até saiba aonde quer chegar, mas não faça a menor ideia do que fazer para alcançar seus objetivos. É como se escolhêssemos um destino, mas não traçássemos a rota que nos levará até ele”, alerta Alexandre Pierro, sócio-fundador da PALAS.

As empresas reconhecem a importância da inovação, mas não a aplicam

Segundo dados da pesquisa, entre as empresas que possuem ao menos alguma estrutura para inovação, pesquisa e desenvolvimento, somente 43% possuem laboratório próprio, algo que facilita o processo. Além disso, o estudo salienta que 33% das empresas que investem em inovação mantém algum convênio com startups.

Ainda dentro do conceito de pesquisa e desenvolvimento, embora o Brasil tenha um histórico elevado de desenvolvimento em negócios dentro de suas universidades, apenas 25% das empresas que investem em inovação sustentam parcerias com elas.

“É como se essas empresas estivessem dirigindo com o olho apenas no retrovisor. Não se constrói o futuro com base no passado. É preciso antecipar comportamentos e se preparar para os clientes do futuro”, enfatiza Marília Cardoso, também sócia-fundadora da PALAS.

Entre as empresas que investem ativamente no desenvolvimento, apenas 13% dispõem de um programa de formação, visando uma cultura de inovação. 50% delas afirmam, no entanto, que fizeram algum treinamento esporádico, porém sem estrutura bem definida. O estudo destaca, ainda, que 15% delas não fizeram nenhum evento ou treinamento para disseminar conhecimento sobre o tema.

Esse despreparo em boa parte das companhias, vale destacar, também atinge os cargos mais altos. Mais de 46% das empresas entrevistadas afirmaram que nem mesmo os líderes passam por treinamentos sobre inovação.

Métodos de inovação e consequências

As consequências da falta de uma área dentro das empresas destinada à inovação já eram notórias antes da pandemia. Agora, entretanto, estão expostas: 38% das corporações afirmam não ter um funil de inovação, enquanto 26% o têm, mas de forma parcial, sem etapas bem definidas.

Como justificativa para a falta de investimento em inovação, muitas das empresas destacam que faltam recursos financeiros: 35% delas afirmam que não têm o necessário para inovar. Para 43% delas, o recurso financeiro não é exatamente o maior problema e sim a definição clara sobre a quantia disponível.

Assim, sem o preparo necessário para a inovação de fato, grande parte das empresas fazem uso de outros métodos. O estudo mostra que 25% delas prevê as tendências por meio de pesquisas de mercado e 17% confiam nas experiências passadas para antevê-las.

Entre as metodologias utilizadas, 80% das corporações utilizam o Brainstorming para desenvolver inovação, 60% usam o Design Thinking e 58% fazem uso do Agile. Ferramentas mais inovadoras, como Six Hats e Lego Serius Play, ainda são pouco utilizadas, por 6% e 3% respectivamente.


+ Notícias

Erros, acertos e apostas para o futuro da inovação disruptiva

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]