Pesquisar
Close this search box.
/
/
5 Lições de um engenheiro sobre expansão da rede de lojas

5 Lições de um engenheiro sobre expansão da rede de lojas

No turbilhão da revolução no varejo físico, a expansão de lojas de rua e de shoppings precisam seguir procedimentos racionais. Confira 5 lições fundamentais

No curso de Engenharia Civil na Escola Politécnica (USP), o aluno, a partir do terceiro ano, deveria escolher entre quatro modalidades: Estruturas, Construções, Hidráulica e Transportes. Escolhi a primeira delas e, depois de formado, trabalhei por um ano como calculista. Mas logo é possível identificar que a prática profissional consiste, de início, na fase da concepção da estrutura, seguida por uma infindável imersão em operações aritméticas que, naqueles tempos, eram feitas com “réguas de cálculo”, máquinas de calcular mecânicas (à manivela), “tábuas de logaritmos” e tabelas trigonométricas.

Em trabalhos com construções pré-moldadas na Inglaterra, percebi que a essência da atuação do engenheiro residia na coordenação da obra, ou seja, no quase mágico encadeamento de eventos e atividades que permitiam que um enorme número de peças se transformasse em um todo, a obra completa. E nessa função me concentrei profissionalmente, buscando sempre posições de gestão e coordenação, em contrapartida às de execução. Essa atividade se constituía em outra modalidade de atuação, a do gerenciamento da implantação de empreendimentos.

O gerenciamento deveria ser parte das melhores práticas dentro da construção civil. Na incursão pelo varejo, recebi o desafio de implantar um grande número de filiais de uma rede por todo o Brasil. O diretor, administrador experiente, logo percebeu que a solução estava na maior terceirização possível de todas as atividades envolvidas, especialmente o gerenciamento da implantação – fugindo da tentação de criar uma pesada estrutura própria de engenharia, que resultaria em enormes gastos, perda de foco e difícil administração. Hoje, já são mais de setecentas e cinquenta lojas gerenciadas e entregues.

O mundo do varejo entrelaçado ao da gestão ensina algumas lições básicas  sobre o desafio de, à melhor interação de custo, prazo e qualidade, chegar até o seu consumidor final e lhe proporcionar uma experiência singular:

Lição 1

Seja em obras isoladas, seja em uma grande quantidade de obras concomitantes, é o rigoroso planejamento e controle que permite que esses objetivos de custo, prazo e qualidade sejam alcançados.

Lição 2

As obras de uma rede de varejo podem ser semelhantes, mas nunca serão iguais entre si. Os terrenos variam de uma obra para outra, a mão de obra é regional, as exigências legais também o são. Cada obra é uma obra. Assim, a flexibilidade dos procedimentos é essencial.

Lição 3

Ao contrário de uma obra isolada, as pequenas obras que compõem uma rede de varejo não comportam uma equipe fixa de gestão da implantação. Assim, constituímos equipes móveis, o que nos deu flexibilidade, rapidez e ganho em escala.

Lição 4

Ao executar um número grande de obras semelhantes, simultaneamente, é essencial que se tenha um ferramental de acompanhamento ágil, permitindo a identificação rápida de desvios em relação ao planejado. O uso de aplicativos móveis de última geração de “workforce management” é altamente recomendado pela visão clara do andamento efetivo e capacidade de automação de processos repetitivos e de comparação.  No nosso caso, os aplicativos estão instalados nos telefones celulares dos engenheiros, permitindo, inclusive, a emissão de relatórios de visita diretamente da obra para o cliente.

Lição 5

Apesar do crescimento óbvio e esperado de lojas virtuais, é certo que as lojas físicas não vão acabar, mas mudarão drasticamente. Uma farmácia, por exemplo, deixou de ser um lugar onde se vende remédios. Passou a ser local onde, além de medicamentos, são vendidos conceitos de beleza e bem-estar, atraindo um público sofisticado e exigente. Assim, o design da loja e sua dinâmica são de fundamental importância, o que exige que sejam atraentes, seguras, bem projetadas e bem executadas. E isso traz ainda maiores demandas ao gerenciador. 

Tanto para o varejo em geral como para empresas franqueadoras, interessa uma implantação de loja rápida, bonita e dentro do custo. Com base em nossa experiencia, podemos garantir que isso é totalmente possível, desde que se obedeças às leis da boa gestão, se abandone o amadorismo e se acredite que a especialização traz grandes vantagens.

LEIA MAIS: Mais de 650 milhões de consumidores à disposição: as imensas oportunidades de expansão do varejo no Brasil e na América Latina

* Por Bertram Shayer, CEO da Tekton

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]