Pesquisar
Close this search box.
/
/
Para 2019, indústria de cartões coloca o dinheiro como o concorrente a ser superado

Para 2019, indústria de cartões coloca o dinheiro como o concorrente a ser superado

Atualmente, apenas 14 bilhões de compras são pagas por meios eletrônicos. Desse volume, 1/3 sem a apresentação do plástico. Setor movimentou cerca de R$ 1,6 trilhão em 2018

A indústria de meios de pagamento eletrônico no Brasil alterou a ordem do provérbio árabe: o inimigo de meu inimigo é meu amigo quando se trata de seu principal concorrente no momento em que o consumidor opta por uma forma de checkout: o dinheiro. Quando o papel moeda é o alvo, Mastercard e Visa, operadoras que lideram esse mercado, não hesitam em defini-lo como o adversário em comum.

Para acabar com a hegemonia do dinheiro no consumo nacional, a indústria aposta suas fichas no avanço das transações por meio de cartões não físicos – carteiras digitais, contactless e demais modelos em funcionamento nesse mercado em constante evolução.

Para termos uma ideia do desafio, o Brasil deve encerrar 2018 com 14 bilhões de pagamentos por meio de cartões, volume que representa apenas 35% das compras realizadas em território nacional.  Quando olhamos para as operações com modelos não físicos, elas correspondem a 1/3 desse número, ou seja, cerca de 5 bilhões.

Presidente da Mastercard no Brasil e Cone Sul, Pedro Paro Neto é direito ao apontar o dinheiro como a grande barreira para o avanço das transações por meio eletrônico. “Nossa meta para 2019 é competir com o dinheiro intensamente. É ampliar a cultura do meio não físico de pagamento”.

De acordo com dados repassados pela Mastercard, o número de transações por meio de carteiras digitais cresceu 800% entre janeiro e novembro deste ano, passado de 90 mil para 815 mil. Na avaliação do executivo, o número ainda é tímido quando se olha para o tamanho do mercado nacional, mas revela que há um potencial expressivo a ser explorado.

Para que isso ocorra, ele informa que o foco dos investimentos será o processamento de dados e a inteligência artificial.  O objetivo é entregar um modelo de cartão específico para cada consumidor. “Com a melhor utilização dos dados, eu vou conseguir entregar o cartão certo, na hora certa e no modelo esperando pelo cliente.”

A segurança também será alvo da empresa. Com uma previsão de R$ 1,6 trilhão em transações neste ano e uma projeção de crescimento de 17% para 2019, chegando a R$ 2 trilhões, o executivo conta que a meta é oferecer um produto seguro e com o “mínimo possível de fricções”.

Na avaliação de Paro Neto, a soma desses fatores deve colocar o Brasil finalmente na agenda global de pagamentos por meios de aproximação. “Hoje, o Brasil ainda está fora dessa agenda, à margem desse grupo. Acredito que entraremos nele efetivamente em 2019”.

Cidades preparadas para os meios eletrônicos de pagamento

Do lado da Visa, a estratégia para alavancar o uso de meios de pagamento eletrônicos passa, inicialmente, por um mapeamento da estrutura oferecida pelas cidades brasileiras para a substituição do dinheiro. Na semana passada, a Visa Consulting & Analytics (VCA), área de consultoria da operadora, apresentou um ranking elencando quantos municípios estão preparados para assumir a empreitada.

Batizado de Índice de Maturidade para Pagamentos Digitais, a iniciativa adotou quatro categorias de classificação: cidades prontas, em transição, emergentes e iniciantes. De acordo com os resultados apresentados, apenas 206 (3,8%) das 5.570 cidades brasileiras estão prontas para atender totalmente  o varejo interessado em reduzir a circulação de dinheiro e ampliar os meios digitais de checkout.

Na tentativa de ampliar esse número, a empresa escolheu 200 cidades, hoje classificadas como em transição, para colocar em prática um processo de “ataque” e consolidar a estrutura ofertada e ampliar o uso dos cartões. “Optamos por municípios polos, ou seja, com fluência direta nas formas de pagamento em um conjunto de cidades que estão localizadas no entorno deles. O objetivo é enfrentar o nosso principal concorrente, o dinheiro”, explicou Rodrigo Santoro, diretor da Visa Consulting.

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]