Pesquisar
Close this search box.
/
/
Entenda o que é a “janela 24h no WhatsApp” e como usá-la

Entenda o que é a “janela 24h no WhatsApp” e como usá-la

Essa ferramenta foi criada com o objetivo de melhorar a atuação profissional dentro do WhatsApp Business; saiba como tirar proveito da solução e melhorar a experiência do cliente

Não há dúvidas de que o WhatsApp se tornou um canal essencial de transação entre consumidores e marcas – além de ser um o aplicativo de mensagens mais usado entre as pessoas. Hoje, o desenvolvimento de uma experiência envolvente com clientes – cada vez mais digitalizados – passa pelo uso dessa plataforma de mensagens instantâneas.

Uma pesquisa realizada pelo Panorama Mobile Time/Opinion Box, corrobora essa popularidade do app mostrando que o WhatsApp é o aplicativo mais aberto por dia no Brasil. E de acordo com a Baum Digital, uma agência digital da Costa Rica, 80% dos usuários europeus e latino-americanos o utilizam todos os dias como o principal meio de comunicação.

WhatsApp Business e a “janela 24h”

Já em relação ao WhatsApp Business, versão do aplicativo de conversas voltada para as empresas, são mais de 5 milhões de usuários utilizando esse canal com impulsionador em Customer Experience (CX).

O surpreendente é que o Brasil é o seu segundo maior mercado, perdendo apenas para a Índia. De acordo com uma pesquisa feita pelo Sebrae, 72% dos empreendedores brasileiros já usam a ferramenta, em lojas e negócios de pequeno porte.

A partir dessa procura, surgiu a janela 24 horas, uma delimitação criada com o objetivo de encorajar essas empresas, que atuam por esse canal de comunicação, a responderem seus clientes com mais rapidez.

Janela de 24 horas é o tempo limite que as empresas têm para responder às mensagens recebidas pelo WhatsApp 

WhatsApp: um fator decisivo em CX

Segundo Calebe Ribeiro, analista de marketing de produto da Huggy, plataforma de atendimento digital que é parceira da Meta, a chamada “janela de 24 horas de conversação” é o tempo limite que as empresas têm para responder às mensagens recebidas pelo WhatsApp.

“Uma janela é aberta sempre que o seu cliente envia uma nova mensagem para você. Quando isso acontece, o seu negócio tem a liberdade de conversar e prestar um bom atendimento”, pontua Ribeiro.

Diante disso, fora dessa janela, somente é possível entrar em contato com o seu cliente por meio do envio de um modelo de mensagem, um recurso oferecido pela API do WhatsApp Business que permite disparar mensagens seguindo alguns critérios definidos pela Meta.

Leia mais: A ascensão do WhatsApp como canal de atendimento

Para definir esse recurso, o WhatsApp separou dois tipos de conversa. O primeiro é quando o cliente inicia a conversa, ou seja, mesmo que ele possa dar início a uma comunicação a qualquer momento, a empresa não pode ultrapassar 24 horas para responder.

Assim que o cliente responde essa janela é aberta e o retorno tem que ser feito dentro do prazo, ou será preciso retomar o contato em um outro momento com um novo modelo de mensagem

Já o segundo é quando a empresa inicia o contato pelo aplicativo. Nesse caso é necessário enviar um modelo de mensagem, padronizado e aprovado pelos critérios da Meta. Assim que o cliente responde essa janela é aberta, logo, o retorno tem que ser feito dentro do prazo, caso contrário, será preciso retomar o contato em um outro momento com um novo modelo de mensagem. Ou seja, por esses padrões é fácil perceber como essa API do WhatsApp Business pode ser um fator decisivo em CX.

Conheças o mundo do CX 

Atuação profissional determina o sucesso no WB

O que é preciso compreender dessa ferramenta é que ela foi criada com o objetivo de melhorar a atuação profissional dentro do WhatsApp Business, uma vez que ele é voltado para esse segmento. Isso traz maior credibilidade tanto para o aplicativo, incentivando que mais pessoas o use, quanto para a própria empresa que será reconhecida pelo atendimento organizado e ágil.

“Dentro da Huggy, por exemplo, por questões de segurança, ao realizar o envio de uma mensagem fora da janela de 24 horas, em qualquer canal da Meta, você receberá uma notificação dizendo que não será possível enviar a mensagem, pois ela está fora da janela. Ou seja, para retomar o contato, o cliente final precisa mandar uma nova mensagem, seja ela voluntária ou respondendo a um modelo de mensagem que foi enviado”, explica Calebe Ribeiro.

Por fim, Ribeiro finaliza dizendo que é muito importante estar atento a essas políticas, para conseguir atuar da melhor forma dentro de uma das redes sociais mais usadas e populares do mercado atual. O WhatsApp trouxe uma mudança sem volta nas relações entre empresas e consumidores, e toda marca que souber utilizar essa plataforma e todos seus recursos da maneira correta, certamente impulsionará melhores resultados com seus clientes.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 


+Notícias

Por que profissionais de marketing estão retornando à publicidade tradicional?]

Geração Z, Millennials e a queda do Facebook

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]