Pesquisar
Close this search box.
/
/
Uma marca que valoriza o trabalho duro

Uma marca que valoriza o trabalho duro

Nascida de um incômodo, a marca de esportes Under Armour coloca no topo o esforço e o espírito “underdog”

O que se faz nos bastidores é o que te coloca nos holofotes. Este é o mote da Under Armour, marca de esportes fundada em 1996 pelo então jogador de futebol americano Kevin Plank. E ela nasceu de um incômodo: Plank suava muito e chegava a trocar de camisa até cinco vezes durante os treinos. É que o material não era apropriado, ele, então ele decidiu buscar materiais que o ajudasse a ter uma performance melhor. Foi assim que nasceu a Under Armour: na garagem da avó de Plank, com empréstimos de amigos e cartões de crédito estourados.

São 20 anos de história e um faturamento que chegou a U$ 4 bilhões no ano passado. Em 2012, a marca iniciou seu processo de internacionalização e o Brasil entrou na rota da marca em 2014. A primeira brand house da marca no País foi aberta no Shopping Morumbi, em São Paulo, onde congressistas do BR Week, maior congresso de varejo do País, puderam entender em primeira mão como a companhia reverbera a marca no ponto de venda. “Tivemos várias aventuras para trazer o conceito, e teve toda a questão de mix de produtos, porque o Brasil tem suas particularidades. Essa loja é um produto feito para o Brasil, em todos os aspectos”, explicou Mauricio Queiroz, arquiteto responsável pelo projeto no Brasil, e que guiou o grupo do BR Week durante as visitas.

Hoje, a empresa tem seis lojas no País, com previsão de abrir outras duas brand houses, no Rio de Janeiro, para aproveitar o momento Olímpico da cidade. Mesmo com um crescimento desse, a essência da marca é a mesma de 20 anos atrás. “É uma marca que ninguém acreditava. Ele se endividou e a loja dele era a caçamba do carro, mas mesmo assim ele se manteve nesse sonho dele”, contou Thaiany Assad, gerente sênior de marketing da marca. “Ele tem sempre a frase de sempre ser humilde e faminto. Nunca perder a vontade, a garra, o brilho nos olhos”, diz.

“A marca preza muito o que os atletas fazem nos bastidores. E o que a Under Armour tem para ele são os produtos que vão ajudá-lo a melhorar nos treinos. Você não é um grande ganhador se você não trabalhar duro. E isso a gente traz nos produtos, campanhas e no mindset da empresa: de treinar, se arriscar. A vitória é consequência”, afirma a executiva.

E como isso se traduz no ponto de venda? “Uma coisa que a gente sempre fala é que a Under Armour é a nossa casa e temos essa essência de sempre proteger a casa, por isso começamos o nosso branding apresentando nosso logo na entrada da nossa loja e mostramos sempre de forma grandiosa”, explica Thaiany.

O grande logo aparece na entrada e ao fundo da loja. Outro elemento que carrega da essência da marca é o grande selo no chão da entrada da loja. “Assim a gente mostra que garantimos a qualidade do material. Nossa promessa é transformar os atletas melhores através da inovação e tecnologia”, afirma. Dentro da loja, a comunicação visual é feita com os atletas durante os treinos e não em pódios. A ideia é mostrar ele usando o produto.

O ambiente compõe a marca: a música, a disposição, os materiais usados no ponto de venda são reflexos da marca. As araras falam da tecnologia usada nos materiais, a música é de quem prática esporte e as seções são espelhadas: de um lado masculino e de outro feminino, separadas nas categorias run, train e futebol. A organização dos produtos permite que os consumidores encontrem cada peça com facilidade: elas estão na altura do consumidor e todos os tamanhos são expostos.

O trono na loja coloca o consumidor como rei e também lembra um momento da infância do fundador. “Ele tinha uma lembrança de quando ele ia comprar um calçado com o pai dele, e isso não acontecia de maneira recorrente, era o máximo. Ele lembra que o pai dele o colocava no banco para experimentar o tênis e ele não alcançava o chão. Quando ele montou a loja, queria que as pessoas sentissem a mesma sensação que ele”, conta Queiroz.

Os provadores também trazem o clima que a loja propõe. “A gente tenta trazer nosso cliente para dentro do esporte, por isso trabalhamos com imagens para que ele se sinta dentro do esporte”, afirma Thaiany. “Lá, a gente mostra o I Will, que a gente assina em toda a comunicação, que é eu vou fazer, eu vou conseguir, não importa o que, e a gente traz isso nos provadores, para estimular nosso consumidor a fazer e conquistar, o que quer que seja”, diz.

Segundo a executiva, um dos pilares da companhia são as pessoas. “Temos nossos consultores dentro de lojas, que são os vendedores, e que trabalham como um time – temos um capitão e outros jogadores, com o objetivo de tornar a experiência do cliente melhor, sem competitividade que vemos em outras lojas”, conta Thaiany.

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]