Pesquisar
Close this search box.
/
/
Transparência, governança corporativa e honestidade: os pilares para a construção do respeito ao cliente

Transparência, governança corporativa e honestidade: os pilares para a construção do respeito ao cliente

Entenda como a transparência, a equidade, a prestação de contas e a responsabilidade corporativa podem ser grandes aliadas na construção do respeito ao consumidor

No varejo e na prestação de serviços, há algo que permeia os negócios mais do que aquilo que é comercializado. Mesmo além da jornada e da experiência, há uma série de características que elevam o relacionamento com o cliente e criam o conceito de respeito. É mais do que entregar o prometido, é uma combinação de estratégias para que o consumidor se sinta, de fato, como centro dos negócios e participe deles a sua maneira.

O respeito, portanto, está no cerne de qualquer empreendimento. E esse é um termo amplo, posto que compreende qualidade, preço justo, resolutividade, atendimento, inovação, multicanalidade, facilidade e experiência phygital — os pilares que constroem o estudo “Empresas que Mais Respeitam o Cliente”, realizado em parceria com a Opinion Box e o Centro de Inteligência Padrão (CIP), que é a base para o Prêmio Respeito, do Grupo Padrão.

A premiação, que ocorreu na última sexta-feira (10), também contou com um debate fomentador para discutir as melhores práticas de atendimento ao cliente e o que fazer para estreitar ainda mais o laço entre as empresas e os consumidores. Respeito ao cliente significa na essência cumprir os acordos definidos na oferta de um produto ou serviço. Mas é mais do que isso, a ideia de respeito transcende a finalidade que deu início ao produto por si só e aquilo que o levou ao mercado”, explica Jacques Meir, que deu início ao debate logo ao fim do evento.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

O respeito como multidirecional, e não só como atendimento

Após a premiação, o debate contou com a presença de Fernanda Nascimento, fundadora da Stratlab; Marina Koutsantonis, sócio-diretora da Umbigo do Mundo e Marília Lobo, especialista em liderança criativa, sob mediação de Jacques Meir, diretor-executivo de Conhecimento do Grupo Padrão.

Na discussão, um dos temas que mais ficou em alta está amplamente relacionado ao respeito como conquista por meio da transparência e honestidade com o cliente. É esse um dos princípios da agenda de ESG que mais cativam o consumidor e, se notarmos, a receita do sucesso de várias empresas que trabalham com esses conceitos de maneira primária, a ver pelo Nubank, Natura e Havaianas, por exemplo.

“Eu acho que esse respeito tem muito a ver com a forma como essas empresas se comportam, não só pelos seus processos, mas também por sua transparência. O respeito nada mais é do que a transparência, o cliente não espera que a gente seja necessariamente ou sempre perfeito. Ele espera que as empresas estejam ao lado dele. E estar ao lado significa escutar”, argumenta Fernanda Nascimento.

Essa noção de transparência, entretanto, ainda é um passo difícil por parte das empresas. Mas ela pode vir por muitos caminhos. Mais do que nunca, é preciso entender que o respeito é algo a ser conquistado e não comprado ou formado do dia para a noite, conforme destaca Koutsantonis. “Além de ser honesto com o consumidor, tem outros aspectos que demonstram essa transparência. Conexão dos valores, a importância do reconhecimento, a questão da conscientização, a questão da atualização, alinhamento humanizado e acolhimento, isso tudo é respeito. É uma questão também de entender esse termo como um gesto corresponsável, porque respeito não se compra, é um título que se conquista, e está muito relacionado a colocar em prática”, pontua a sócio-diretora do Umbigo do Mundo.

O alinhamento entre respeito e Governança Corporativa

Outra forma eficiente que a maior parte das vencedoras do Prêmio Respeito realizam constantemente é o alinhamento da Governança Corporativa para gerar um bom relacionamento com o cliente em sua totalidade.

“Durante muito tempo, percebemos uma onda de experiência do consumidor. Foi primeiro as análises de jornada, de mapear as experiências, algo muito atrelado à marketing. Isso também é uma forma de respeito. Mas agora eu vejo que finalmente a experiência está chegando em uma articulação constante com governança corporativa — transparência, equidade, prestação de contas e responsabilidade corporativa. O que eu vejo é que todos esses pilares precisam ser olhados sob a ótica dos consumidores”, explica Marília Lobo, especialista em liderança criativa.

Entende-se, assim, a importância de investir no todo: não é apenas o atendimento que gera uma confiança e transparência imediata para o consumidor, mas a construção de uma jornada integrativa que fideliza e conquista o respeito do consumidor — e o da empresa por ele também.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

Conheça as empresas que se destacaram no respeito ao cliente em 2021
Prêmio Respeito: o consumidor em busca de experiências mais verdadeiras

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]