Pesquisar
Close this search box.
/
/
Suplementos alimentares falsificados representam riscos à saúde

Suplementos alimentares falsificados representam riscos à saúde

Cerca de 30% dos produtos da categoria são falsificados, e consumidores devem ficar atentos a preços, aparência e procedência dos itens.

Você sabe o que são suplementos alimentares? Diferentemente do que muitas pessoas pensam, suplementos alimentares não são medicamentos. Portanto, as pessoas não devem utilizá-los para curar, prevenir ou tratar doenças. Em suma, empresas produzem suplementos alimentares voltados a indivíduos saudáveis. O propósito é que as pessoas que os usam tenham uma complementação da alimentação, vez que fornecem nutrientes, enzimas, substâncias bioativas ou probióticos, isolados ou combinados.

Mas, isso não quer dizer que o produto não passa por um controle e fiscalização.

No Brasil, a categoria de suplementos alimentares foi estabelecida em 2018 pela Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) n.º 243, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O objetivo é assegurar que a população tenha acesso a produtos seguros e de qualidade. Nessa categoria, foram reunidos produtos que anteriormente estavam enquadrados em outras categorias de alimentos, estabelecendo regras mais adequadas para ingredientes autorizados, incluindo limites mínimos e máximos, populações-alvo e alegações respaldadas por evidências científicas.

Grupo de suplementos alimentares

Com essa atualização, produtos que antes se enquadravam em categorias como “alimentos para gestantes”, “alimentos para atletas” e “suplementos vitamínicos e minerais” passaram a fazer parte desse novo grupo.

O problema é que 30% dos suplementos alimentares são falsificados, contrabandeados ou têm falhas na produção. A informação é da Associação Brasileira de Combate à Falsificação (ABCF). No ano anterior, a associação recebeu quase 80 denúncias de fabricação ou distribuição de suplementos falsificados e contrabandeados. Esse número é quase o dobro das denúncias de 2022.

Quem consome o produto nessas condições está colocando a própria saúde em risco. Entre os problemas estão as infecções graves, palpitações cardíacas e problemas gastrointestinais, até complicações mais graves, como danos ao fígado, rins e sistema cardiovascular, e até mesmo a morte.

Dicas

Portanto, ao adquirir um suplemento, é essencial que o consumidor permaneça vigilante. Observe o preço — e desconfie se for significativamente mais baixo que o praticado pelo mercado. Antes de consumir, avalie a coloração, o odor e a textura do produto.

Outro conselho é comprar apenas de fontes confiáveis, como lojas reconhecidas e sites oficiais das marcas. Nunca adquira produtos em sites duvidosos ou lojas desconhecidas. Verifique sempre a embalagem, rótulos e códigos de autenticidade. Desconfie de produtos sem informações claras e etiquetas mal impressas.

Senacon e CFN: juntos no combate à ilegalidade

Reunião entre CFN e Senacon visa proteger a saúde, o bem-estar e a segurança dos consumidores.
Foto: Isaac Amorim/MJSP

O crescente problema do mercado ilegal de suplementos alimentares, que representa uma séria ameaça à saúde pública, está sendo alvo de uma ação conjunta da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), e do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN). Representantes dos dois órgãos, inclusive, fizeram uma reunião no dia 13 de junho para discutir o problema.

O encontro ocorreu a convite da Senacon. Entre os participantes, da parte do CFN, estavam o presidente Élido Bonomo; a diretora Manuela Dolinsky e a coordenadora da Unidade Técnica do Conselho, Caroline Romeiro. Do lado da Senacon, estavam presentes o secretário Nacional do Consumidor, Wadih Damous, e o secretário executivo do Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNCP), Andrey Corrêa.

Na oportunidade, Wadih Damous destacou a seriedade do combate ao comércio clandestino e os impactos na saúde dos consumidores. Ele acredita ser fundamental que a Senacon estabeleça uma parceria sólida com o CFN, no intuito de compartilhar informações, estratégias e recursos para combater essa ameaça em ascensão. “Assim, poderemos assegurar que os consumidores recebam orientações confiáveis e tenham acesso a produtos de qualidade, contribuindo para a promoção da saúde e do bem-estar de todos”, afirmou.

Orientação aos consumidores

Élido Bonomo realçou a relevância da colaboração com a Senacon na criação de iniciativas eficazes para orientar os consumidores. “Estamos disponíveis para ajudar, bem como estabelecer mecanismos e ações para que consumidores possam esclarecer suas dúvidas de maneira acessível. Nosso principal objetivo é que os consumidores se sintam seguros ao adquirir produtos de qualidade”, ressaltou.

A Senacon reconhece que há um aumento no número de reclamações feitas por consumidores sobre a qualidade e origem dos suplementos alimentares.

Com promessas de resultados rápidos e preços atrativos, os suplementos ilegais estão atraindo consumidores em busca de soluções fáceis para diversos objetivos, que vão desde o aumento de energia, perda de peso e ganho muscular em pouco tempo. Entretanto, esses produtos frequentemente contêm ingredientes não regulamentados e não declarados, tais como esteroides anabolizantes, estimulantes perigosos e substâncias farmacêuticas não controladas. Importante ressaltar ainda que os suplementos ilegais são fabricados em condições inadequadas e sem supervisão regulatória, aumentando o risco de contaminação por substâncias tóxicas e prejudiciais.

Combate à falsificação

Nesse sentido, Andrey Corrêa ressaltou a importância de os consumidores procurarem produtos de fontes confiáveis. Outro conselho dado por ele é estar sempre atento aos sinais de alerta que podem indicar a presença de produtos ilegais ou fraudulentos. Se notar qualquer aspecto duvidoso, é recomendável que a pessoa entre em contato com o fabricante. A ideia é confirmar se a numeração do lote presente na embalagem corresponde ao do produto efetivo. “Ao mesmo tempo, é essencial continuarmos a investir recursos na fiscalização e na aplicação da lei para desmantelar as operações ilegais”.

A Associação Brasileira de Combate à Falsificação mantém, em seu site, um canal aberto para os consumidores denunciarem qualquer tipo de fraude, golpe ou falsificação. O site Denuncie/ABCF – Associação Brasileira de Combate à Falsificação permite o consumidor faça a denúncia anonimamente. Outra forma é enviar um e-mail para [email protected].

Para denunciar, é importante que o cidadão tenha informações que auxiliem os trabalhos da ABCF. Entre esses dados, em primeiro lugar, destaque para o tipo ou modelo do produto suspeito, falsificado ou fraudado. Analogamente, vale também mencionar o endereço da compra, cidade, estado, nome do estabelecimento ou do vendedor.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]