Pesquisar
Close this search box.
/
/
O boom de streamings e a tendência de propaganda orientada ao valor

O boom de streamings e a tendência de propaganda orientada ao valor

Alta de preços, diluição e contratação de diversos planos... o mercado de streaming está em transformação e dispara um alerta para equipes de planejamento de mídia

O boom de streaming é uma tendência que está orientando o mercado do entretenimento nos últimos anos. Além das tradicionais plataformas, como Netflix, canais de TV a cabo já estão apostando nisso (Discovery e Home and Health, são exemplos).

Por outro lado, o aumento de valor nas assinaturas (e não só isso) tem causado novos comportamentos de consumo.

Segundo dados de pesquisa da Deloitte, nos EUA, 18% dos assinantes de vídeo pagos compram apenas um serviço de streaming, uma queda de 17 pontos percentuais em relação a 2019. Em contrapartida, hoje, 35% desses consumidores pagam por quatro ou mais serviços, um aumento de 24 pontos percentuais em relação a 2019.

Maior valor significa mais experiência?

No Brasil a recente alta nos preços de serviços de streaming fez com que o consumidor chegasse a desembolsar até R$ 268 por mês para ter diversas opções de entretenimento em vídeo (Netflix, Amazon, Disney+, HBO Max, Telecine, Apple TV+, Star+, Starzplay e Paramount+).

De certa forma, o que antes se apresentava como um comportamento de consumo centralizado em pacotes de TV por assinatura e muitos canais, a tendência agora é o caminho para mais canais digitais pagos separados – e junto, a esperança de melhores opções de conteúdo. Segundo dados da Anatel, somando os anos de 2020 e 2021, a TV por assinatura perdeu no mais de 2,1 milhões de clientes no Brasil.

Mas, maior valor de plano e mais streamings significa mais experiência para o consumidor? Em teoria sim, mas na prática não é bem isso o que tem acontecido. Alguns analistas avaliam que os consumidores desistem de algumas plataformas pois se sentem sobrecarregados com o volume de conteúdo disponível (e nem tudo é novidade). Contraditório? Talvez. Mas se pensarmos em uma programação de  TV a cabo (24hs) onde quase tudo é reprise, faz algum sentido. E se pensarmos ainda que em meio a esse alto volume nem mesmo o consumidor consegue definir o que ele busca…

Leia mais: As principais tendências do consumidor, segundo o CX Trends 2022

Um caminho nada fácil

Para as empresas de streaming o caminho também não é nada fácil. O risco de perda de assinantes com a alta de preços é evidente. Basta lembrarmos o último balanço financeiro da Netflix, no primeiro trimestre deste ano, onde a empresa informou que perdeu cerca de 200 mil clientes.

Mas só o preço não basta? Para muitos especialistas o equilíbrio nesse mercado está nos pacotes de streaming que exibem propagandas e são ofertados com menor valor, como é o caso da americana Hulu, Pluto TV e o Samsung TV Plus que trazem propagandas em sua programação. A HBO Max, por exemplo, tem uma versão com publicidade nos Estados Unidos e há poucos meses vem conseguindo alcançar o mesmo número de assinantes no plano mais caro, sem anúncios.

Para o setor de propaganda este cenário é uma faca de dois gumes: uma nova fatia de mercado, mas também um grande desafio para um modelo de sucesso – o que dispara um alerta para equipes de planejamento de mídia.

Leia mais: O streaming a todo vapor: 81% dos brasileiros compram produtos anunciados nas plataformas

Tudo porque o modelo de consumo de conteúdos streamings traz consigo um comportamento totalmente diferente do usuário. E modelos tradicionais de propaganda não terão o impacto desejado. Já abordamos esse tema aqui com a análise de Mauricio Soares, da M-S Live e da ARCA, sobre como o marketing terá que se renovar em criação e modelos de propaganda para plataformas de streaming, como a Netflix.

O fato é que o consumidor busca entretenimento e novidades. Mas é fato também que ele está mais seletivo e prioriza investimentos hoje. Nesse cenário de retração econômica, fica claro que toda plataforma de streaming está buscando qualquer maneira de converter seus espectadores em pagantes – seja assinando um plano mais caro sem propaganda ou pagando menos e assistindo propagandas.

Não há dúvidas de que esse cenário ainda é de muita especulação e de poucas respostas, no entanto, a marca que conseguir transacionar de maneira mais direta em sintonia com seu público determinará os novos passos em propaganda para plataformas de streaming.

Pela ótica da publicidade, o papel da tecnologia será decisivo para evolução da propaganda em streaming daqui para frente. Ferramentas tecnológicas como big data, análises avançadas, Inteligência Artificial serão tremendamente importantes para o desenvolvimento das estratégias de mídia e de geração de valor. O modo como a marca irá engajar consumidores nessas plataformas será decisivo.

Os desafios são enormes: conteúdo de qualidade, promoções, personalização e muita observação e análise de comportamento de público em outros canais. Tudo para criar uma proposta de valor personalizada (e amigável) em propaganda para streamings.


Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente  

+ Notícias

Qual é o futuro das atividades de Marketing, Trade e Vendas? 

Prever a experiência do cliente é o desafio em IA

 

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]