Pesquisar
Close this search box.
/
/
Stranger Things 4 e marcas: Qual música salvou a propaganda do Vecna?

Stranger Things 4 e marcas: Qual música salvou a propaganda do Vecna?

Stranger Things 4 trouxe o poder da música para salvar a personagem Max do vilão Vecna, mas a música também tem o poder de engajar o público com as marcas. Veja quais músicas já salvaram algumas marcas do esquecimento

Música e propaganda é uma receita poderosa para marcas fixarem sua mensagem junto ao público. Consumidores de todas as épocas têm na memória uma música relacionada a alguma propaganda. Quem não se lembra de “Aquarela”, de Toquinho no comercial da Faber-Castell? Ou então da icônica canção “I Heard It Through The Grapevine”, de Marvin Gaye, na famosa propaganda da Levi’s?

Stranger Things e o poder da música

Recentemente o sucesso do seriado Stranger Things 4 trouxe à tona o poder da música para salvar a personagem Max das garras de Vecna, o vilão da trama. A música escolhida por Max, “Running Up That Hill”, de Kate Bush, está no topo da lista das principais plataformas de streaming do mundo.

A música já salvou algumas marcas do vilão esquecimento

Mais uma vez a série nos ensina sobre experiência e valor de marca. Assim como o poder da música trouxe Max de volta para seus amigos, uma boa música pode impulsionar o engajamento e salvar algumas marcas do esquecimento. Entre milhares delas no mundo da propaganda, relembramos algumas aqui:

Faber-Castell

Com a música “Aquarela” de Toquinho, a Faber-Castell se transformou em um dos maiores sucessos da história da propaganda brasileira. Na voz de uma criança, a canção destaca a imaginação e a brincadeira no momento de desenhar. Impossível esquecer.

Levi’s

“I Heard It Through The Grapevine”, de Marvin Gaye, ficou ainda mais famosa com propaganda da Levi’s em 1985. A estética anos 60 casou direitinho com a rebeldia que marcou toda uma geração e a peça do guarda-roupa de milhares de jovens, o jeans. Resgate de um clássico da soul music que deixou a Levi’s na memória de todos.

Claro

Should I Stay or Shold I Go é um clássico da banda The Clash e  foi utilizada pela Claro na propaganda do Claro Teste. A temática da música e seu refrão caiu como uma luva no filme que mostra a indecisão das pessoas, o que evidenciou a proposta do serviço novo da operada. Na dúvida, teste.

“A Kind of Magic”, do Queen, em outro comercial da Claro, dá aquele toque de magia que a conexão e o telefone celular traziam para a vida das pessoas naquele momento. Detalhe, na mão, nenhum smartphone. Ou seja, naquela época a magia ainda estava apenas começando.

Renault

Sex Machine, de James Brown, apareceu em 1999 num comercial da Renault. A montadora lançava o modelo Clio e queria deixar evidente que o automóvel era mesmo veloz. O resultado ficou bem divertido.

As músicas que salvariam nossa equipe

No portal Consumidor Moderno nossa equipe também elegeu a música que salvaria cada um deles das garras de Vecna ou de qualquer outra situação. Confira!

Vienna – Billy Joel

“A música que me salvaria do Vecna é Vienna, de Billy Joel. A faixa, que já marcou uma geração fã do filme ‘De repente 30’, me acalma e me lembra de como não precisamos correr tanto durante a nossa vida. Ainda que tudo esteja confuso, as coisas vão seguir e dar certo, você pode confiar no processo. E Vienna espera por você” – Camila Lourenço – Repórter.

Blackbird – The Beatles

“Costumo falar que existe uma música dos Beatles para cada momento de nossas vidas. E Blackbird seria a minha ‘salva-vidas’ do Vecna. Gosto do sentimento de calma que ela transmite. E da mensagem que ela traz. Sobre como é possível nos “remendar”, nos curar… de que vivemos uma jornada de aprendizados, para reaprender a ver, a voar, a viver. E, por fim, quando o momento certo chegar, nós seremos capazes ‘to arise’, se reerguer”- Larissa Godoy – Editora Online.

The Pretender – Foo Fighters

“Foo Fighters foi a banda que cresceu comigo desde o começo da minha adolescência até hoje. Para cada fase que eu tive, existiu uma música do Foo Fighters para mim, desde a superação de problemas e até mesmo a aproximação com meu companheiro teve essa banda como plano de fundo. The Pretender é uma música que sem dúvidas me salvaria do Vecna, que fala sobre superação, sobre questionar, sobre nunca se entregar” – Luiza Vilela – Repórter.

Long As I Can See The Light – Creedence Clearwater Revival.

“Difícil escolher uma única música para me salvar. Na verdade, já fui salvo por tantas e em diferentes situações… Uma que certamente me resgataria de onde quer que eu estivesse e me traria de volta para um lugar seguro  é “Long As I Can See The Light”, da banda Creedence Clearwater Revival. Acho que é pelo seu espírito aventureiro. Essa música é como a luz que não me deixa perder o caminho”. Marcelo Brandão – Repórter.

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das notícias da Consumidor Moderno


+Notícias

Como a diversidade brasileira está representada pelos anunciantes? 

Big techs, gigantes do varejo e o público geek: conheça a fórmula do sucesso

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]