Pesquisar
Close this search box.
/
/
Serasa e BRBOTS criam bot de atendimento com foco na necessidade do cliente

Serasa e BRBOTS criam bot de atendimento com foco na necessidade do cliente

Canal 0800 do Serasa Limpa Nome considerou perfil do consumidor brasileiro em meio à pandemia, que se sente confortável com agentes virtuais em atendimentos telefônicos

Foi de olho no perfil do consumidor brasileiro e de sua realidade que o Serasa e a BRBOTS lançaram em 2021 um novo canal de atendimento para negociação de dívidas, o 0800 do Serasa Limpa Nome, um serviço por telefone, que mescla o atendimento humano e bots, e tem apresentado resultados satisfatórios.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

E para apresentar o case de sucesso, Alexandre Dias, CIO e Founder da BRBOTS, e Filipe Bella, head of consumer care do Serasa, participaram do painel “A otimização da cobrança via 0800: conheça o BRBOTS”, no Conarec 2021. Confira a seguir os principais destaques desse debate.

Demanda por atendimento em canais não digitais

Foi diante da necessidade de oferecer um canal de atendimento gratuito que possibilitasse o contato de qualquer pessoa em território nacional, sem depender dos canais digitais, que o Serasa enxergou a necessidade de trabalhar em um novo tipo de atendimento ao cliente.

Com 1/5 da população brasileira sem acesso qualificado à internet, conta Filipe Bella, a urgência dessa demanda foi potencializada ainda mais pela pandemia, mas também pelo perfil do consumidor brasileiro. “O brasileiro, ele gosta de falar, de dar abraços, de estar presente”, comenta. Ou seja, ainda que haja a opção dos mais variados atendimentos por canais digitais, avalia, o brasileiro ainda busca de um atendimento menos frio, humanizado.. “Foi então que surgiu a ideia de termos um 0800 para a negociação de dívidas”, conta Bella.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Com o lançamento do 0800 Serasa Limpa Nome, conta o head consumer care da Serasa, o objetivo era ampliar os canais de atendimento e comunicação, ao mesmo tempo em que o consumidor era empoderado. “Queríamos que o consumidor não ficasse esperando (pelo atendimento), que o cliente negociasse a sua dívida da forma mais rápida possível, sem atrito”. diz.

Sucesso levou à automação

Com a grande aderência do canal, Filipe conta que ficou inviável trabalhar só com o fator humano e ainda assim manter a qualidade e rapidez no atendimento. Foi então que a parceria com a BRBOTS foi implementada. “A BRBOTS veio com uma solução completa dentro da necessidade do que nós precisávamos”, diz Bella.

Entre as melhorias, destaca o head of consumer care, está a expansão de portas de acesso em menor tempo e conforme a necessidade, e também para a oferta de sistemas automatizados, “que nem tudo precisasse derivar para o atendimento humano”, explica. Houve também a implementação de vários validadores de segurança.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

À medida que o serviço de atendimento era melhorado, foram ampliadas também as ofertas de negociações de dívida. Filipe conta que no início, eram contemplados os consumidores que tinham apenas uma oferta de negócio. Com o tempo, isso cresceu para até 4 dívidas. Além disso, o sistema também passou a oferecer a chance do consumidor escolher a maneira que gostaria de ser atendido, por bots ou humanos. E, por fim, houve a inclusão de um canal de televendas.

Os principais resultados

Entre os principais resultados elencados por Filipe Bella, está a redução dos Pas (postos de atendimento) em mais de 77%, de 80 para 18 colaboradores atendendo ao canal. Além disso, houve também um aumento das chamadas simultâneas em mais de 400% (de 200 para 800). “Também eliminamos os problemas de conexão de portas”, conta o executivo. Outro aspecto de destaque foi a diminuição de 62% no número de transferências de atendimento dos bots para o atendimento humano. “É o consumidor que prefere negociar por telefone, ou que não tem acesso à internet, mas ele se sente confortável em negociar com um agente virtual, de maneira rápida”, explica.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Ainda durante o painel, Bella destaca outros bons resultados, como a elevação em mais de onze vezes do número de acordos fechados de maio até agosto. “E isso só foi possível porque nós tínhamos uma operação que tem um processo de negociação de maneira simples e que o consumidor se sente confortável em fazer”. Da mesma forma, houve também um aumento do valor de negociação. Durante o mesmo período, o montante cresceu de 500 mil reais para 4 milhões de reais. Outro destaque, conta Filipe, é para o aumento de captação de leads. E, para finalizar, o NPS de 82 pontos, que, na opinião do executivo, é o resultado de maior expressão da operação.

CEOs
Foto: Grupo Padrão / Conarec 2021

+ Notícias

Saiba como a Alelo evoluiu a omnicanalidade durante a pandemia

Por que devemos incorporar novos indicadores no relacionamento com o cliente?

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]