Pesquisar
Close this search box.
/
/
RFID: a tecnologia de rastreamento é uma das soluções inteligentes para controlar a cadeia de suprimentos?

RFID: a tecnologia de rastreamento é uma das soluções inteligentes para controlar a cadeia de suprimentos?

A tecnologia RFID está crescendo em popularidade e há um forte movimento para que ela seja integrada nas cadeias de abastecimento

A pandemia mudou mais do que hábitos de trabalho e interação social. Também mudou significativamente a maneira como as pessoas consomem. Se as compras online já tinham uma boa popularidade, com as recomendações de isolamento social, elas aceleraram em ritmo vertiginoso – afinal, muitos consumidores que jamais haviam considerado o ambiente virtual em suas compras diárias, se viram sem outra opção a não ser mergulhar nesse mundo.

Mesmo com a reabertura e normalização de horários das lojas físicas, é improvável que a tendência de crescimento volte aos níveis anteriores ao surgimento da covid-19. Em sua pesquisa Life and Work Beyond 2020, realizada com mais de 10 mil pessoas em 11 países, a Avaya descobriu que 76% dos entrevistados esperam continuar fazendo compras online no futuro com a mesma frequência, ou até mais, do que durante a pandemia.

Consumo de coisas versus experiências

É compreensível que, como as pessoas foram obrigadas a passar uma quantidade desproporcional de seu tempo em casa, optaram por consumir “coisas” em vez de experiências. Este aumento na compra online de itens pressionou as cadeias de abastecimento. A demanda por frete aumentou e chegou ao ponto em que não havia estoques (e até embalagens) suficientes e os custos aumentaram.

Embora os maiores gargalos de transporte tenham diminuído, o consumo continua alto e os navios contêineres estão continuamente lotados. Existem, é claro, alternativas ao transporte marítimo, como frete aéreo, transporte rodoviário e ferroviário. No entanto, durante a pandemia, há necessariamente muito menos voos internacionais, resultando em menos capacidade aérea para frete. Há também falta de motoristas pelos mesmos motivos e os que estão trabalhando estão atrasados devido aos regulamentos de teste da COVID e ao fechamento de fronteiras.

Ao mesmo tempo, com as pessoas em casa com mais frequência, a demanda por produtos adquiridos por meio do comércio eletrônico continua crescendo junto ao aumento das expectativas em relação aos prazos de entrega. Incapazes de simplesmente ir à uma loja e sair com os itens que desejam, os consumidores parecem esperar poder receber suas compras online quase imediatamente. Nesse ambiente, há uma necessidade clara de uma solução de tecnologia para aliviar parte da pressão nas cadeias de suprimentos.

Rastreamento RFID

Uma parte importante de ajudar a logística a funcionar sem problemas é saber onde as coisas estão na cadeia de abastecimento e o quanto há de estoque. Isso significa que os produtos ou remessas devem ser rastreáveis à medida que se movem. Rastreadores GPS são uma opção, mas são caros e não são econômicos para um único item.

A tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID), por outro lado, é econômica. Ele usa sinais sem fio para transferir dados entre um microchip e um dispositivo de leitura, o que permite identificar e rastrear objetos individualmente. Um de seus usos mais comuns é em microchips para animais de estimação ou cartões de viagem de transporte público, mas tem grande potencial para uso em cadeias de suprimentos.

A transferência de dados digitalizando uma etiqueta RFID é ideal para rastrear mercadorias e remessas porque, ao contrário dos códigos de barras, mais informações podem ser armazenadas. As informações podem ser lidas remotamente a distâncias de até 12 metros e as mercadorias podem ser lidas a granel. Isso significa que é possível que um palete inteiro de produtos etiquetados com RFID esteja pronto de uma só vez. Como os itens podem receber códigos de identificação exclusivos, passíveis de substituição, os produtos individuais podem ser rastreados e sua localização atualizada em pontos-chave em trânsito, conforme saem da fábrica, se movem para um contêiner, chegam a um armazém portuário e são recebidos por um distribuidor.

RFID: impressão e codificação

Com tantos benefícios sobre seus concorrentes, a tecnologia RFID está crescendo em popularidade e há um forte movimento para que ela seja integrada nas cadeias de abastecimento em todos os setores de logística e transporte. Isso ocorre porque, com um único dispositivo de impressão de escritório, fácil e econômico de imprimir e codificar, é possível gerar tags e rastrear remessas inteiras ou produtos individualmente.

Além disso, embora o papel em que as etiquetas são impressas possa ser reciclado, os próprios chips RFID são totalmente reutilizáveis. Os chips podem ser recuperados, depois passados de volta por uma impressora e recodificados quantas vezes forem necessárias. Imprimir etiquetas RFID em uma impressora de escritório é uma maneira econômica e facilmente implementada de rastrear itens individuais ou remessas inteiras em toda a cadeia de suprimentos. Essas soluções ajudam a eliminar o risco de incompatibilidades entre as etiquetas e etiquetas RFID e consolidar o gerenciamento de dispositivos em uma única solução.

Com rastreamento RFID impresso, a resposta à pergunta “onde estão minhas coisas?” acabou de ficar mais precisa.

* Moises Galindo Tinajero é consultor de varejo da Lexmark para a América Latina.


+ Notícias

iFood inova com opção de organizar itens em listas de compras dentro do app

Avanço do autosserviço demanda tecnologia e jornada amigável

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]