Pesquisar
Close this search box.
/
/
O caminho da realidade estendida (XR) pode ir além de melhorias em CX?

O caminho da realidade estendida (XR) pode ir além de melhorias em CX?

Empresas avançam em realidade estendida (XR) como ferramenta de criação de experiências; os desdobramentos dessas tecnologias serviriam também para outras causas?

A realidade estendida (do inglês XR, termo que incluiu realidade virtual e realidade aumentada) parece ser a resposta para o futuro em Customer Experience (CX). Embora big techs como Meta seguem sendo hype no assunto, muitas outras empresas têm feito avanços inovadores e significativos em XR. Movimentos iniciados já algum tempo e que estão se desenvolvendo e ajudando marcas na evolução da experiência de seus clientes com serviços e produtos.

Veja três exemplos de empresas que avançam em realidade estendida (XR) como ferramenta de criação de experiências e, ao final, uma pequena análise sobre os desdobramentos dessas tecnologias para outras causas tendo o Dia do Consumidor como ponto de reflexão.

Leia mais: Direito no TikTok? Influenciadores ensinam sobre Direito do Consumidor na rede chinesa

SNAP

A Snap, (criadora do Snapchat) já havia dados seus passos em realidade aumentada com as três gerações de óculos para essa finalidade, lançadas em 2016, 2018 e 2019. Agora, seus óculos de quarta geração (ainda em fase Beta), querem aproveitar todas as possibilidades das novas tecnologias.

Com novo design e câmeras frontais que usam o software da própria Snap para detectar automaticamente superfícies físicas e colocar efeitos de uma forma que não obstrua o mundo real os novos óculos prometem avanços em CX. Dois alto-falantes estéreo capturam áudio e permitem controle por voz. Um touchpad na lateral da armação dos óculos opera uma interface nas telas que permite que o usuário troque os efeitos de realidade estendida que está vendo.

O Snapchat tem mais de 500 milhões de usuários mensais e um tremendo potencial para marcas criarem maiores interações com seus clientes por meio da realidade estendida de seus óculos. Sua tecnologia como a Snap Câmera já é utilizada para experimentação de roupas e assessórios. No ano passado, marcas como Farfetch, Prada e Piaget foram as primeiras adotantes das ferramentas em realidade aumentada proporcionadas pela Snap.

NVIDIA

A NVIDIA já está trabalhando tecnologias que permitem a ominicanalidade no metaverso. De acordo com a companhia, a NVIDIA Omniverse, é uma plataforma aberta, extensível, desenvolvida para colaboração virtual e simulação fisicamente precisa em tempo real. Criadores, designers, pesquisadores e engenheiros podem conectar as principais ferramentas de design, ativos e projetos para colaborar e iterar em um espaço virtual compartilhado. As empresas já aproveitaram essa integração para desenvolver aquilo que chamam de “gêmeos digitais” de suas instalações ou áreas de serviço. A Ericsson, por exemplo, está usando para construir “cidades” para ajudá-la a entender como o sinal sem fio 5G se propaga. A Siemens também está usando a plataforma para criar versões digitais de suas fábricas para executar simulações de reposição de espaço e novas instalações.

Leia mais: Momentos da jornada do consumidor e sua importância

NIANTIC

Niantic foi pioneira em jogos de realidade aumentada com seu inovador Pokémon Go, que encorajou os jogadores a saírem pelas ruas e capturar Pokémons escondidos no mundo real. Seguindo esse sucesso, a Niantic desenvolveu no ano passado o Pikmin Bloom, no qual você arranca pétalas de flores das cabeças de personagens animados (Pikmin), e depois planta-os para deixar trilhas de pequenas flores (virtuais) atrás de você. É o que especialistas chamam de “Naturalverso” (um “metaverso verde”). E a empresa não está apenas usando esse mundo para seus próprios projetos. A Niantic fez alguns avanços importantes em 2021 para permitir que outros desenvolvedores construam suas próprias experiências de realidade estendida usando “kit de desenvolvimento” da própria empresa. Ele dá aos desenvolvedores acesso ao mapa 3D do mundo da Niantic, que permite inserir conteúdo digital em lugares do mundo real. Este ano, essa plataforma deixou sua versão beta disponível em todo o mundo.

https://youtu.be/Gn_BLysDrF8

Numa análise final, cabe aqui alguns questionamentos: estaríamos frente a novas possibilidades da realidade estendida para fins que não apenas a experiência de consumo? Como o caso da NVIDIA Omniv para 5G, outras empresas e governos poderiam utilizar a omnicanalidade no metaverso para prevenção de desastres ambientais e outros projetos de desenvolvimento das cidades, por exemplo?

Além disso, redes de engajamento sobre ESG no metaverso – por empresas e marcas sérias – não poderia ser uma alternativa para discutirem o greenwashing? E mais, o desenvolvimento da consciência ambiental e a importância de energias renováveis poderia existir em jogos inspirados no Pikmin Bloom? Ou ainda, óculos de realidade aumentada apresentando efeitos de crises políticas e sociais não poderiam auxiliar na educação das novas gerações? Para essas respostas talvez devêssemos fazer outra pergunta: esse é o foco hoje das lideranças? Com a proximidade com o Dia do Consumidor, 15 de março, que esses questionamentos sejam pelo menos um exercício de reflexão.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente  


+ Notícias

O que profissionais de CX de grandes empresas estipularam como meta para 2022 

Nativa digital, Wine aposta em experiências phygital para loja física 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]