Pesquisar
Close this search box.
/
/
O protagonismo negro na mídia e na publicidade

O protagonismo negro na mídia e na publicidade

A presença de celebridades negras, destacadas pela Kantar, influencia positivamente a percepção do consumidor que finalmente começa a se ver

O protagonismo negro, que por muito tempo foi subestimado, está surgindo como uma força vital na indústria do entretenimento. Na televisão e no cinema, por exemplo, nota-se uma representação racial, embora ainda muito pequena, mas que por muitos anos não se via. Nesse sentido, as crescentes demandas, diálogos e discussões por diversidade e inclusão têm impulsionado a aceleração de pessoas negras na mídia.

A busca por uma representação mais inclusiva tem sido direcionada para narrativas que reflitam a diversidade. Um exemplo dessa mudança pode ser visto no lançamento da série “Coisa Mais Linda” pela Netflix. Ambientada no Brasil dos anos 1950 e 1960, a série não apenas apresenta uma trama envolvente, mas também aborda questões cruciais relacionadas a raça e gênero. Ao investir em produções que exploram a riqueza das experiências negras.

No entanto, um estudo recente da Gestão Kairós, intitulado: “Estudo Publicidade Inclusiva: Censo de Diversidade das Agências Brasileiras 2023“, revelou que, apesar desse progresso visível nas telas, o protagonismo negro nas agências de publicidade ainda enfrenta desafios. Embora a presença de pessoas negras em propagandas tenha aumentado nos últimos anos, a realidade nas agências de publicidade é outra. O estudo revela que 68% dos profissionais que atuam nessas agências são brancos, enquanto apenas 30% são negros (considerando pretos e pardos). Essa diferença é especialmente acentuada quando se analisa a liderança nas agências.

Já para os cargos de liderança (nível gerencial e acima), o estudo aponta que apenas 10,3% dessas posições são ocupadas por profissionais negros. Esse número é oito vezes menor em comparação com profissionais brancos na mesma posição. Além disso, o cenário se agrava quando se trata de mulheres negras, representando apenas 4,6% das lideranças.

Os dados também evidenciam que a falta de diversidade nas lideranças de agências de publicidade é um caminho que dificulta a abertura de outras frentes para negros, por isso, é tão necessário o diálogo à inclusão. Essa lacuna pode resultar em estratégias de marketing e publicidade que não refletem as experiências diversas do consumidor, limitando a capacidade das marcas de se conectarem com seus clientes.

O poder da influência negra no consumidor

Para exemplificar a notoriedade de negros em campanhas de publicidade, um outro estudo recente, dessa vez realizado pela Kantar, analisou 95 mil inserções publicitárias realizadas no ano passado. O estudo mostrou que entre as celebridades negras mais presentes na mídia, destacam-se nomes como Iza, Menor Nico, Paulo Vieira, Rebecca Andrade, Taís Araújo e Lázaro Ramos, ilustrando uma diversidade de áreas de atuação.

A presença dessas celebridades negras e a representação diversificada têm um impacto positivo na percepção do consumidor. O público, ao se ver representado de maneira mais autêntica, tende a criar uma conexão mais forte com as marcas, contribuindo para uma relação mais positiva e engajada.

Ao destacar celebridades negras em campanhas publicitárias, as marcas não apenas agregam valor às mensagens, mas também contribuem para a desconstrução de estereótipos. Por isso, é essencial a promoção da diversidade para ampliar a representatividade.

Um mercado bilionário

O estudo aponta ainda que 41% dos negros têm o hábito de seguir marcas nas redes sociais. Esse dado ressalta a importância crescente dessas plataformas como canais de marketing eficazes para atingir esse público e mostra as preferências de consumo. Já a televisão ainda mantém seu lugar como uma poderosa ferramenta de comunicação; o levantamento aponta que 43% dos negros realizam buscas na internet sobre produtos anunciados durante a programação televisiva.

O mercado publicitário brasileiro é promissor. Só no primeiro semestre deste ano, o setor registrou investimentos de mais de R$ 9 bilhões, de acordo com um levantamento pelo Fórum da Autorregulação do Mercado Publicitário. O estudo mostra que uma parcela significativa de 43%, totalizando R$ 3,9 bilhões, foi direcionada para anúncios em TV aberta. Este dado indica que, mesmo em um cenário cada vez mais digital, a televisão continua a ser um meio poderoso para as estratégias publicitárias das empresas, mantendo sua capacidade de alcance em massa.

Sem dúvida, ter negros nas frentes dos principais meios de comunicação é um marco importante que abre possibilidades para tantos outros. Pessoas pretas terem referências de outras pessoas em cargos estratégicos, principalmente no meio do entretenimento, é fundamental para todos que lutam e sonham por um país mais igualitário hoje e também para as futuras gerações.




Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]