Pesquisar
Close this search box.
/
/
Netflix proíbe o compartilhamento de contas entre usuários que não moram juntos

Netflix proíbe o compartilhamento de contas entre usuários que não moram juntos

Segundo a líder em streaming no Brasil a medida tem como objetivo proteger os usuários e melhorar a segurança do serviço

A Netflix decidiu colocar em prática a mudança em sua política de compartilhamento de contas. A medida já havia sido anunciada há alguns meses, mas passou a valer agora em maio no Brasil. A conta da Netflix agora é restrita ao dono da assinatura, o que significa que o compartilhamento de login não será mais permitido, exceto com moradores que vivam na mesma casa, como um casal, famílias ou roomates. A alteração afetará muitos consumidores. De acordo com a plataforma, mundialmente 100 milhões de usuários da plataforma compartilham senhas.

Além disso, esse compartilhamento fica restrito aos moradores de uma mesma casa. Ou seja, os usuários não precisam estar conectados no mesmo aparelho, mas no mesmo sinal de internet. Caso o consumidor queira compartilhar a Netflix com alguém que não more junto será preciso adicionar um assinante extra à conta e pagar um valor de R$12,90 mensal por usuário a mais.

“Sua conta deve ser usada por uma única residência. As pessoas que moram nesta mesma residência podem usar a Netflix onde quiserem, seja em casa ou fora de casa”, afirmou a empresa em comunicado.

Leia mais:
Como o streaming vai influenciar a experiência do entretenimento

Para saber se o usuário está fora da sua residência, a empresa utilizará informações como o endereço de IP (identificação de conexão à internet), atividade da conta em aparelhos conectados e identificação de dispositivos. A empresa alega que a alteração tem como objetivo proteger os usuários contra o roubo de dados e identidade e melhorar a segurança do serviço.

O comunicado foi enviado aos assinantes da plataforma por e-mail. A Netflix orientou os usuários a checarem, na aba de gerenciamento de acesso, quais aparelhos estão conectados à conta e desativarem as sessões fora da mesma residência.

Restrição chegou a outros países antes do Brasil

O Brasil não foi o primeiro país a receber a restrição de compartilhamento de conta, que pode acabar com a alegria de muitas pessoas. A decisão já havia sido anunciada há mais de um ano, mas não havia sido colocada em prática no país. A América Latina foi a primeira região onde a Netflix implementou a cobrança por perfil extra. Chile, Costa Rica e Peru foram os primeiros países em que a plataforma implementou essa modalidadedecobrança de ponto extra, em março de 2022.

“Sempre facilitamos para as pessoas que moram juntas compartilharem a conta, com funcionalidades como perfis separados e transmissões simultâneas para nossos assinantes standard e premium”, afirmou Chengyi Long, diretora de inovação da Netflix, À época do anúncio da cobrança nos países latino-americanos.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Já Canadá, Espanha, Nova Zelândia e Portugal receberam o aviso da cobrança por ponto também extra este ano, com valores de, em média, US$ 5,40 (cerca de R$ 26,80). O argumento da Netflix é que o compartilhamento de conta entre pessoas que não moram juntas impacta a base de assinantes da plataforma, e segundo ela, a capacidade de investir na produção de filmes e séries.

A novidade, que não é desejada, mas já era esperada, começou a ser ventilada no início do ano passado, quando a Netflix anunciou a primeira queda no número de assinantes desde seu lançamento, em 2010. Atualmente são 232, 5 milhões de assinantes mensais da plataforma no mundo todo.

E se o assinante estiver viajando?

Se o usuário estiver fora de casa será preciso verificar o dispositivo. O titular da conta principal receberá um link de verificação no e-mail ou celular cadastrado que deve ser inserido na televisão, tablet, computador ou celular em até 15 minutos.

Leia mais:
Como fica o consumidor na guerra dos streamings?

Como as outras plataformas de streaming agem

O maior receio dos usuários nas redes sociais agora é que outras plataformas sigam a líder e passem a implementar a cobrança extra. O Spotify, por exemplo, já restringe a utilização de conta em diferentes equipamentos. Conheça como funciona a dinâmica (por enquanto) dos mais populares streamings no Brasil:

HBO Max

A HBO permite que cada conta tenha até cinco perfis e é possível acessá-la de diferentes dispositivos utilizando o mesmo e-mail e senha. Porém, o número de transmissões simultâneas é limitado, e varia de acordo com os planos de assinatura. A empresa não incentiva o compartilhamento de contas, mas também não impede a prática.

Disney+

Cada conta Disney+ pode ter até sete perfis individuais na mesma assinatura e suporta a até quatro transmissões simultâneas. A Disney + não incentiva o compartilhamento de contas, mas também não impede a prática. Caso a conta seja acessada por muitos dispositivos em locais diferentes a empresa pode identificar como fraude.

Globoplay

A assinatura do Globoplay, Globoplay + canais ao vivo ou Canais Globo, permite adicionar um dependente à sua conta, desde que ele seja da mesma família e more na mesma casa.

Conheça o Mundo do CX

Star+

O Star+ oferece a possibilidade de criar até sete perfis em uma mesma conta e que  quatro telas assistam ao mesmo tempo. A empresa não incentiva o compartilhamento de contas, mas também não impede a prática.

Amazon Prime Video

É possível reproduzir os conteúdos da Amazon Prime Video em até três dispositivos simultaneamente no streaming ou cadastrar membros da família. Embora a política da Amazon diga que para compartilhar o acesso à sua conta com outras pessoas seja necessário cadastrá-las, a empresa, na prática, não impede o compartilhamento de senha .

É importante lembrar que essas regras de compartilhamento de contas específicas das plataformas estão sempre sujeitas a alterações. Os usuários devem se manter atualizados sobre quaisquer revisões de política para garantir a conformidade com as diretrizes de compartilhamento de contas.

Paramount+

Embora a empresa não incentive o compartilhamento de senhas entre amigos, familiares ou conhecidos, não existe proibição explícita no regulamento para quem dividir o login e senha. A plataforma transmite simultaneamente até três dispositivos.



+ NOTÍCIAS
Consumidores brasileiros são os mais exigentes do mundo: fatos e indicadores que provam o valor do CX

O valor dos dados digitais na visão de 4 líderes em CX

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]