Pesquisar
Close this search box.
/
/
A importância do sistema de métricas de Experiência do Cliente: além dos números

A importância do sistema de métricas de Experiência do Cliente: além dos números

O sistema métrico é mais importante do que as métricas individuais que o compõem, entenda.
Por George Maeda No cenário de negócios atual, proporcionar experiências excepcionais para o cliente é fundamental para o sucesso. Empresas de diversos setores estão constantemente buscando melhorar a satisfação e aumentar a fidelidade do cliente. Para alcançar isso, elas se baseiam em métricas de experiência do cliente (CX) para avaliar seu desempenho e identificar áreas de aprimoramento. Um fato que passa desapercebido pela maioria dos gestores é que todos os indicadores utilizados nos atuais programas de Gestão da Experiência do Cliente não medem diretamente a Experiência do Cliente. O Net Promoter Score (NPS) é um indicador de lealdade atitudinal, a Satisfação do Cliente (CSAT) é um indicador de consumo hedônico, o Esforço do Cliente (CES) é um indicador operacional, todos os demais também não medem a Experiência do Cliente. Isso não inviabiliza o monitoramento da Experiência, mas é importante se ter clareza sobre o que está se medindo. Embora as métricas forneçam dados valiosos, a verdadeira importância está no próprio Sistema de Métricas de Experiência do Cliente. Este artigo explora porque o sistema métrico é mais importante do que as métricas individuais que o compõem.
    1. Compreensão Holística:
O Sistema de Métricas de CX fornece uma visão holística da jornada do cliente. Ele incorpora várias métricas, como Net Promoter Score (NPS), Índice de Satisfação do Cliente (CSAT) e Índice de Esforço do Cliente (CES), entre outras. Ao integrar essas métricas em um sistema, as empresas obtêm uma compreensão abrangente das experiências de seus clientes. Essa abordagem holística permite que as organizações vejam o quadro geral e identifiquem as causas raiz dos problemas, em vez de se concentrarem em números isolados.
    • Alinhamento com Objetivos:
Os sistemas de métricas de experiência do cliente são projetados para se alinhar com os objetivos estratégicos de uma empresa. Eles permitem que as empresas meçam o desempenho de CX de uma maneira que esteja diretamente relacionada aos seus objetivos. Por exemplo, uma empresa de varejo pode priorizar métricas relacionadas à frequência de compra e ao valor médio da transação, enquanto uma empresa de software pode enfatizar a adoção e as taxas de retenção de usuários. O sistema métrico garante que as métricas sejam escolhidas e ponderadas para refletir esses objetivos específicos. <p style=”text-align: center;”><span style=”color: #ff00ff;”>Leia mais:<strong> <a style=”color: #ff00ff;” href=”https://consumidormoderno.com.br/2023/05/04/experiencia-cliente-nps/”>Experiência do Cliente: NPS ainda é principal indicador?</a></strong></span></p>
    • Compreensão Contextual:
As métricas podem ser enganosas quando vistas isoladamente. Uma única métrica, como uma pontuação alta de NPS, pode sugerir satisfação do cliente, mas sem contexto, ela pode ser enganadora. O sistema métrico fornece contexto ao comparar e contrastar várias métricas. Por exemplo, uma pontuação alta de NPS junto com uma pontuação baixa de CSAT pode indicar que, embora os clientes estejam propensos a recomendar a empresa, eles não estão totalmente satisfeitos. O sistema métrico ajuda a interpretar os dados com precisão.
    • Dados Acionáveis:
Um dos principais objetivos das métricas de CX é impulsionar a ação. O sistema métrico agrega valor ao oferecer insights sobre quais ações são necessárias para melhorar as experiências do cliente. Por exemplo, ele pode revelar que os clientes estão insatisfeitos com a rapidez na resposta às suas consultas. Munida desse conhecimento, uma empresa pode tomar medidas específicas para aprimorar suas operações de atendimento ao cliente, melhorando assim a experiência geral.
    • Melhoria Contínua:
A CX é um processo contínuo, e o sistema métrico incentiva a melhoria contínua. As empresas podem acompanhar as mudanças em suas métricas ao longo do tempo e avaliar o impacto de iniciativas e melhorias. Essa perspectiva de longo prazo permite que as organizações se adaptem às mudanças nas expectativas dos clientes e na dinâmica do mercado de forma eficaz.
    • Colaboração Interfuncional:
A experiência do cliente envolve várias áreas, como marketing, vendas, suporte ao cliente e desenvolvimento de produtos. O sistema métrico atua como uma linguagem comum que facilita a colaboração entre essas equipes. Ele permite que elas trabalhem juntas para abordar os pontos problemáticos do cliente e otimizar a experiência como um todo.
    • Benchmarking:
Um Sistema de Métricas de Experiência do Cliente bem estruturado frequentemente inclui comparações com padrões da indústria ou concorrentes. Essa comparação externa fornece insights valiosos sobre onde a empresa se encontra em relação aos seus pares. Isso pode ajudar a identificar áreas onde a empresa se destaca e áreas onde fica para trás, promovendo uma vantagem competitiva. Em conclusão, enquanto as métricas individuais de CX oferecem insights valiosos sobre aspectos específicos da experiência do cliente, o verdadeiro poder está no Sistema de Métricas de Experiência do Cliente que as integra todas. O sistema fornece contexto, alinhamento e uma compreensão holística das experiências do cliente, tornando-se uma ferramenta crucial para as empresas que buscam se destacar no mercado centrado no cliente de hoje. Não se trata apenas dos números; trata-se do sistema que impulsiona a melhoria contínua e permite que as organizações atendam e superem as expectativas dos clientes. * George Maeda é estratégia de Customer Experience e head de Comercial na Opinaia

+ NOTÍCIAS Ver com os olhos e com as mãos: 80% preferem comprar de casa & decoração em lojas físicas Brasileiros preferem os pontos de contato presenciais para receber publicidade, aponta Kantar

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]