Pesquisar
Close this search box.
/
/
Mapeamento de novas tecnologias: Caminhos e desafios

Mapeamento de novas tecnologias: Caminhos e desafios

A disseminação de ferramentas traz benefícios, mas também exige o investimento na capacitação das pessoas.

O surgimento frenético de novas tecnologias torna o mercado dos negócios sensível, principalmente porque a cada novidade existe uma promessa “revolucionária” para o business. Mas o desafio é acompanhar essa atualização e compreender quais delas realmente podem ser aplicáveis e trazer benefícios importantes ao negócio. A resposta não é simples e exige um olhar analítico para o modelo da empresa, o resultado pretendido e, majoritariamente, o cliente.

A História da humanidade está muito entrelaçada ao uso da tecnologia – e lógico, como as pessoas fazem uso dela. “Desde a descoberta do fogo, mudamos e somos mudados pela tecnologia. E acredito que isso vai continuar indefinidamente, com distorções negativas e positivas, como sempre foi”. revela Pedro Waengertner, CEO da ACE Ventures, host do podcast Growthaholics e autor do best seller “A Estratégia da Inovação Radical”.

“A diferença é que estes ciclos têm aumentado consideravelmente com o passar dos anos. Está tudo muito mais rápido. E as empresas estão começando a sentir esse impacto, tanto pela dificuldade de acompanhar tudo que existe, quanto pelo constante nivelamento da concorrência”, completa. 

Essa rápida transformação gera uma facilidade de acesso, o que torna este capítulo da história humana mais entrelaçado com a inovação. “O lado bom da tecnologia estar democratizada, é que todos podemos usar e obter produtividade. O lado ruim, é que todos podemos utilizar e essa produtividade deixa de constituir um ganho para o meu negócio, mas algo que eu preciso fazer para apenas me manter vivo. As que conseguirão novos patamares de performance, são aquelas que unem a arte e a criatividade no uso das tecnologias e a ciência de rapidamente adotá-las. Vai ficar cada vez mais desafiador se diferenciar”, comenta o host do podcast Growthaholics.

Novas tecnologias: Como selecionar a ideal?

Essa é entendida como a pergunta de milhões, já que existe uma infinidade de ferramentas que realmente são interessantes. “Acredito que mais do que acompanhar as tecnologias, é importante focar nas capacidades que elas trazem. O que eu não conseguia fazer até então e agora eu consigo, seja por algum tipo de incapacidade física ou viabilidade de custos. Eu acredito que todas elas devem ser contextualizadas para cada negócio. E a forma de fazer isso é entender com clareza qual o valor estou trazendo para meus clientes? Estou facilitando suas vidas?”, explica Pedro Waengertner.

O especialista destaca a importância de as pessoas analisarem constantemente esse mercado tecnológico, que é tão dinâmico. Porém, além da perspectiva técnica, deve-se priorizar o valor que uma inovação trará para o consumidor. 

“Cada tecnologia nova traz diversas possibilidades para atendermos melhor, entregarmos capacidades e encantar nossos clientes. As principais decisões deveriam passar por essa perspectiva. É claro que não devemos esquecer os ganhos de produtividade e competitividade, mas a verdadeira diferenciação não vem de tecnologias que o mercado inteiro está implantando para ganhar produtividade, mas do uso direcionado ao real cenário encontrado pela empresa em relação a seus clientes”, relata o CEO da ACE Ventures.

Inovação se faz com pessoas

Por a tecnologia estar em constante mudança e transformação, as pessoas necessitam acompanhar essa inovação. Diferentemente de um passado não tão remoto, a maior parte das ferramentas são fáceis de utilizar. Existe uma tendência para uma democratização ainda maior. 

“Com a inteligência artificial, qualquer pessoa com o mínimo de capacidade consegue fazer coisas que seriam necessários alguns programadores há alguns anos. E essa curva só se intensifica. Minha sugestão é que exista uma constante capacitação das pessoas em tudo que é introduzido no mercado em relação a tecnologia. Não apenas vindo das empresas, mas por iniciativa própria dos profissionais, que precisam se manter competitivos em um mercado em constante movimento”, argumenta o host do podcast Growthaholics.

Em contraponto a essa ideia, é comum vermos empresas priorizando máquinas em detrimento ao pessoal. De acordo com Pedro Waengertner, é fácil imaginar uma tecnologia funcionando, mas é mais difícil compreender como todo o time precisa se capacitar, aprender a trabalhar junto e ter a atitude certa para colocar essa tecnologia no ar. 

“Até pouco tempo, tecnologia era assunto de empresas terceiras. Eu pensava em algo e contratava um fornecedor. Hoje você consegue implementar um processo ou um dashboard de BI com alguns cliques. E essas capacidades são difíceis de serem implementadas”, revela o autor do best seller “A Estratégia da Inovação Radical”.

A revolução da Inteligência artificial e a percepção dos consumidores

Atualmente, quando nos lembramos das novas tecnologias, logo vem a ideia da IA cada vez mais refinada. A revolução dessa inteligência revolucionou mercados e também a questão de algumas carreiras. Um exemplo é o uso da IA em Hollywood, que gera greves e protestos. Mas será que essa condição será sentida pelos consumidores? Para Pedro Waengertner os consumidores ainda não percebem o impacto direto. 

“Já usamos IA em várias facetas da nossa vida, desde recomendações da Netflix, até quando o TikTok nos indica vídeos. Mas foi com a interface direta com a máquina que nossos cérebros perceberam o nível de inteligência que é possível chegar. Com a curva de evolução da tecnologia, devemos ver muito mais impacto, tanto positivo (produtividade, conveniência) quanto negativo (impacto no mercado de trabalho)”, revela o CEO da ACE Ventures.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 283

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Imagem idealizada por Melissa Lulio,
gerada por IA via DALL·E da OpenAI, editada por Nádia Reinig


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

Coordenador de Marketing de Performance 
Jonas Lopes 
[email protected]

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 283

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Imagem idealizada por Melissa Lulio,
gerada por IA via DALL·E da OpenAI, editada por Nádia Reinig


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

Coordenador de Marketing de Performance 
Jonas Lopes 
[email protected]

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]