Pesquisar
Close this search box.
/
/
Quais lições a pequena Estônia pode nos ensinar sobre o mundo digital

Quais lições a pequena Estônia pode nos ensinar sobre o mundo digital

País de apenas 1,3 milhão de habitantes tem 99% dos seus serviços automatizados e mostra que governos podem caminhar juntos com a transformação digital

A Estônia é um pequeno país do Leste Europeu. Pequeno mesmo. Com 1,3 milhão de habitantes espalhados com apenas 45 mil quilômetros de extensão, ela equivale a cidades brasileiras do porte de Guarulhos, em São Paulo, e Goiânia, capital de Goiás. Mas algo chama a atenção na Estônia: o país se tornou uma potência tecnológica. Hoje, 99% dos processos de todo o governo são digitalizados.

Mas, afinal, qual é o 1% restante? “São questões que a pessoa realmente precisa estar presente, como casamentos”, diz Slim Sikkut, CIO do governo da Estônia, durante o evento C2, em Montreal. Sim, um país tem um chefe de tecnologia. “E no caso dos casamentos, essa burocracia ajuda as pessoas até a pensarem melhor na decisão”, brinca ele.

Durante a década de 1990, a Estônia decidiu apostar naquela tal de internet que vinha surgindo. Sabia que poderia sair coisas boas dali. Deu resultado. E algo que chama ainda mais a atenção é quanto o papel governamental foi importante para esse avanço. Os governantes adotaram a ideia de que construir um país mais eficiente por meio da tecnologia era possível.

“Queríamos construir uma relação bonita entre empresas, população e governo”, diz Sikkut, vestindo um terno azul bem cortado, que combinavam com os seus tênis All Star azulados.

Internet: um direito da população

Na nossa Constituição há uma série de questões que sabemos que estão bem longe de serem concretizadas. Na Estônia, no entanto, a internet é um direito básico do consumidor. Em qualquer lugar que você for, terá acesso à uma conexão de ótima qualidade. Não por acaso, o país é berço de diversas empresas de tecnologia. O maior exemplo é o Skype, que foi comprado pela Microsoft em 2011, por singelos US$ 8,5 bilhões.

Lá, todas as documentações de pessoas e empresas também são digitalizadas. Para abrir uma empresa, poucos minutos são necessários. O e-Estonia permite uma série de benefícios para a população, como assinar documentos, ter acesso a resultados de exames, além de manter um histórico de toda a vida do habitante. Trata-se de uma espécie de Grande Irmão, que tudo vê, mas de uma maneira benéfica para a população.

Uma pergunta que fica, no entanto, é se esse tipo de informação não pode ser prejudicial no caso de cair em mãos erradas – hackers, governantes mal intencionados e outros. De fato, algo similar aconteceu: em 2007, hackers russos (sempre eles) invadiram o sistema e pararam o país, literalmente. Bancos deixaram de funcionar, governo idem, assim como todo os serviços de internet.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Isso poderia ter resultado em um retrocesso, certo? Porém, foi feito exatamente o contrário. Os estonianos passaram a pesquisar ainda mais soluções para evitar que esse tipo de coisa acontecesse. Não por acaso, aplicações de blockchain tiveram na Estônia um dos seus primeiros laboratórios.

“Na Estônia, independentemente do político, há um Estado forte e com credibilidade – e as pessoas reconhecem isso”, diz Sikkut. “E além da inovação em soluções, investimos muito na segurança.”

A última novidade foi a criação do conceito de “e-residency”. Ou seja, uma residência eletrônica. Qualquer pessoa no mundo pode aplicar e começar um negócio na Estônia, mesmo estando a quilômetros de distância. A ideia é atrair mais pessoas para o país e também para o seu sistema financeiro, diante da limitação de tamanho de mercado.

Entre os benefícios estão a entrada na União Europeia, acesso a todas as tecnologias do governo estoniano e um imposto bem justo: 20% de imposto sobre a renda. E só. “É dessa forma que vamos tomar o mundo”, brinca o chefe de inovação da Estônia.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]