Pesquisar
Close this search box.
/
/
O que o IPO da PagSeguro diz sobre o setor de meios de pagamento?

O que o IPO da PagSeguro diz sobre o setor de meios de pagamento?

Oferta inicial de ações da empresa de meios de pagamento resultou no segundo unicórnio brasileiro e pode trazer ainda mais mudanças no setor no País

Foi mais rápido do que muita gente esperava. Após a 99 conseguir vencer a corrida entre as startups brasileiras e ter se tornado o primeiro unicórnio do Brasil, outra empresa novata do País alcançou o valor de mercado acima de US$ 1 bilhão. A PagSeguro, que abriu seu capital na quarta-feira (24) na Bolsa de Valores de Nova York, arrecadou US$ 2,6 bilhões com o IPO e viu o seu o valor de mercado de ficar em cerca de US$ 9 bilhões.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

É bem verdade que a empresa não é tão novata assim e que a alta liquidez de capital no exterior ajudou a inflar ainda mais o valor. Mesmo assim foi um grande resultado. A PagSeguro foi criada pelo UOL em 2006 e desde então vem conquistando espaço nos meios de pagamento digitais.

Primeiro, como solução para trazer mais segurança às vendas na internet. Depois se aventurou e deu a sua grande cartada: a sua máquina “Moderninha” trouxe para o jogo os pequenos e médios comércios que não tinham acesso ao cartão por conta do preço elevado do aluguel. O diferencial foi a venda da máquina de cartões por um valor mais acessível.

E ao contrário da maioria das startups em franco crescimento, que investe boa parte dos ganhos no aceleramento do negócio, o PagSeguro dá lucro. E muito. Analistas estimam que o lucro da empresa fique entre R$ 460 milhões e R$ 480 milhões em 2017.

Bilhões e bilhões

Toda essa dinheirama joga luz sobre o setor de meio de pagamentos. Até então dominado por grandes empresas como Cielo, GetNet e Rede, todas ligadas aos grandes bancos, o mercado passou a ter fintechs conquistando um certo protagonismo. O número de fintechs de pagamento só cresce.

De acordo com um levantamento realizado pelo FintechLab, cerca de 32% de todas as fintechs brasileiras são ligadas ao setor de pagamentos. O segmento saiu de 19 empresas em agosto de 2015 para mais de 90, atualmente.

“A penetração de meios pagamentos de digitais no Brasil ainda é pequena, então acredito que ainda teremos várias outras surgindo”, diz Marcelo Nakagawa, professor de empreendedorismo do Insper.

De fato, há muito espaço para crescer. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), os cartões de crédito e débito – o que inclui compras pela internet – representam somente 29% do consumo total das famílias.

Quem vai comandar o mercado?

É claro que as que as empresas que estão há mais tempo no mercado levam vantagem. Mas não pense que é uma barbada dizer que elas irão dominar o mercado nos próximos anos. Prova disso é a companhia Stone.

Em menos de três anos a empresa saiu do zero para transacionar o equivalente a 1% do PIB brasileiro – ela também se prepara para um IPO nos Estados Unidos ainda em 2018. A Cielo, líder, tem 13%

“Antes você tinha um monopólio, duopólio, garantido por lei”, diz Phillip Soares, analista da Ativa Investimentos. “Agora, com diversas mudanças nas leis, tudo está mudando e é necessário esperar para saber como novas tecnologias e serviços vão mudar o mercado.”

A própria Cielo se mexeu nesse início de ano. No último dia 18, a companhia pagou R$ 87,5 milhões por 70% das ações da Stelo, empresa na qual já tinha 30% de participação. Com a totalidade do controle, a companhia entra de cabeça no mercado de venda de “maquininhas” para PMEs.

Capitalizada, a PagSeguro também deve partir para aquisições, assim como os outros players do mercado. Com tantas opções de fintechs, a briga vai ser grande, de acordo com o professor Nakagawa.

Para ele, não há uma bolha se formando com tantas empresas de pagamento surgindo. No entanto, as consolidações serão ainda mais comuns e poucas empresas ficarão no fim das contas. “É parecido com a corrida do ouro no velho oeste americano e quem vai ficar rico mesmo serão umas quatro ou cinco empresas”, diz Nakagawa. A ver.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]