Pesquisar
Close this search box.
/
/
A importância da governança do cliente para as empresas

A importância da governança do cliente para as empresas

Tão importante quanto a governança corporativa, a governança do cliente é fundamental para o sucesso de uma organização no mercado

A governança corporativa é um conjunto de práticas que uma empresa adota para fortalecer a organização e alinhar os interesses do negócio, conciliando esses interesses com os órgãos de fiscalização e regulamentação. Tão importante quanto a governança corporativa, é a ainda pouco comentada governança do cliente.

A lógica do conceito é a mesma, mas – como o próprio nome revela – coloca o cliente no centro da organização e dá a ele uma voz dentro da empresa através de um representante (ou um departamento). O seu intuito é não perder de vista o fato de que a empresa existe para servir o cliente e seus gostos e necessidades é que devem pautar as decisões da companhia.

Para Bruno Silvestre, fundador da Casa Reviva, a governança do cliente é como um pilar que sustenta a empresa junto com a governança corporativa. “Eu definiria a governança do cliente como essencial, pelo fato de que o cliente está cada dia mais informado e que perceber a sua importância”, opina.

O cliente bem informado não aceita qualquer coisa, principalmente em um mercado altamente competitivo no qual ele pode encontrar soluções para as suas necessidades de consumo em vários lugares físicos ou virtuais.

Por isso, ter bem delimitados quais são os deveres e as responsabilidades da organização em relação ao cliente cria um posicionamento, melhora o atendimento e a experiência do consumidor.

“Os colaboradores precisam ser bem treinados e engajados com o tom da empresa, sendo que a prioridade é ter como centro o cliente, pois ele trará a receita para manutenção dos empregos e a saúde da empresa. Por isso é importante sempre enfatizar o básico: a empresa só existe porque existem consumidores, isso por si só já deveria ser motivo para naturalmente eles serem a prioridade”, enfatiza o fundador da Casa Reviva.

A governança do cliente na prática

Colocar o cliente no centro da organização não é uma tarefa simples, principalmente em empresas há muito tempo no mercado que tendem a ter culturas internas muito enraizadas.

É por isso que é preciso que seja criada uma área específica voltada para o cliente. O setor deve ser independente, mas, ao mesmo tempo, diretamente ligado ao corpo administrativo da companhia, pois é necessário garantir que as informações obtidas cheguem até a direção.

A proximidade com os principais gestores da empresa é fundamental, antes de tudo, porque é preciso que o exemplo, literalmente, venha de cima e não pareça ser apenas a opinião de um departamento.

Além de atuar na análise dos dados sobre os clientes obtidos através da interação dos mesmos nos canais físicos e digitais, a área de governança do cliente da empresa deve estabelecer regras e padrões para que toda a organização saiba se posicionar de maneira uniforme em relação ao seu público em todos os momentos de contato.

A visão sobre o cliente dentro da empresa deve ser uma só e todos os colaboradores devem saber qual é. Mais importante: não pode ser apenas um discurso bonito que não é colocado em prática.

Para Bruno Silvestre, as empresas devem ir além da teoria e colocar a governança do cliente em prática. “A organização que vive de discurso nunca conseguirá fazer um atendimento com excelência para o cliente, o primeiro passo da prática de uma excelente governança é vir da gestão da empresa um comportamento semelhante, levando aos colaboradores dignidade, respeito e agilidade”, observa.

Quando a gestão passa a transmitir esse comportamento, naturalmente o time entende que isso é uma premissa para qualquer outra tratativa, seja no relacionamento com o cliente ou com fornecedores.

Transformação gradual da cultura

Para enfrentar o desafio de mudar a cultura da empresa, e consequentemente implementar uma governança voltada para o cliente, os movimentos podem acontecer em pequenos passos, mas de forma contínua.

Criar uma política clara de ESG – sigla em inglês para environmental, social and governance – por exemplo, é um passo importante que mostra o posicionamento da organização na sociedade e o seu desejo de se comprometer com um crescimento sustentável e com respeito ao meio ambiente.

Para os colaboradores esse tipo de atitude sinaliza uma boa governança e evidencia uma cultura abertamente voltada para o bem da sociedade.

Da mesma forma que investidores e consumidores estão gravitando em direção a negócios sustentáveis, eles também tendem a preferir empresas inclusivas e rejeitar as que não demonstrarem estas atitudes.

Daí a importância de pensar o processo de olhar para o cliente em paralelo com a visão interna. É o colaborador que entende e concorda com o posicionamento da empresa que vai expressar através de suas ações a visão da organização para o cliente.

Conceito ainda pode crescer no Brasil

Um programa de governança pode começar de maneira bem simples e prática, com o mapeamento das atividades da empresa (inteira ou de alguns de seus departamentos) e a identificação de pontos ou práticas sensíveis e de maior risco, onde seja necessário estabelecer critérios e procedimentos e definir normas.

Em seguida, é preciso estabelecer formas de se divulgar essas normas e de acompanhar o seu cumprimento, bem como criar mecanismos de aferição da realidade, de investigação, de recebimento de denúncias e de soluções adequadas.

O tema governança do cliente ainda tem muito para crescer quando se analisa a realidade das empresas brasileiras.

De acordo com a sexta edição do Ranking Merco de Responsabilidade e Governança Corporativa no Brasil, um monitor corporativo de referência na América Latina e Espanha, das empresas avaliadas, a maior fortaleza percebida entre as 100 empresas do ranking de Responsabilidade e Governança Corporativa é a transparência e boa governança.

Por outro lado, aparecem como maiores fraquezas a responsabilidade com os funcionários e a contribuição à comunidade. Ou seja, muitas organizações estão no caminho certo, mas precisam o quanto antes voltar seus olhos para o cliente. Entender suas necessidades e ouvir suas opiniões pode ser um importante diferencial competitivo para empresas de todos os segmentos. Não há tempo a perder.


+ Notícias 

Ter responsabilidade social é obrigação das marcas 

Gerenciamento de risco: prática ganha força durante pandemia e exige atenção 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]