Pesquisar
Close this search box.
/
/
Os impactos do 5G no setor de games

Os impactos do 5G no setor de games

Melhorias que a tecnologia 5G trará no quesito velocidade de downloads e baixa latência serão vantajosas em todas as trocas

Já faz algum tempo que temos discutido sobre as vantagens do uso do 5G para toda a sociedade, mas apenas no último mês, quando ele chegou oficialmente ao país, pudemos ter um panorama mais completo do que de fato vai mudar com a sua ativação.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

De acordo com informações do estudo realizado na Europa pela Accenture, empresa de consultoria global, a tecnologia deve resultar em um crescimento de mais de 2 trilhões de euros em vendas nos próximos três anos, além de adicionar 1 trilhão de euros ao PIB (Produto Interno Bruto), enquanto nos EUA esse valor deve alcançar incríveis US$ 2,7 trilhões, acrescentando US$ 1,5 trilhão ao PIB, podendo gerar 16 milhões de oportunidades de emprego em todos os segmentos.

Ainda não temos dados tão consolidados como esses em relação ao Brasil, visto que o 5G é novidade por aqui, mas, olhando para esses números, dá para imaginar o impacto positivo que ele deve ter na nossa economia também.

É fato que muitos setores poderão se beneficiar com a sua utilização, mas existem alguns que devem ser afetados mais intensamente, como é o caso do segmento de jogos.

As melhorias que a tecnologia trará no quesito velocidade de downloads e baixa latência, que é o tempo que leva entre o acionamento de um comando, sua transmissão e execução final, serão vantajosas em todas as trocas, mas, especialmente para aqueles que jogam online por meio dos smartphones, farão uma diferença ainda maior.

Quanto mais baixo esse valor, melhor ele é. Atualmente, com a rede 4G, a latência é de 80 microssegundos – no 5G, diminui para 1 e 5 microssegundos. Não é o tipo de mudança que conseguimos perceber facilmente, mas alterará significativamente o tempo de resposta dos comandos realizados.

Atualmente, o Brasil possui cerca de 2,1 dispositivos digitais por habitantes, somando mais de 440 milhões em todo país, segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas.

Em 2021, o brasileiro usou o smartphone por cerca de 5.4 horas diariamente. Isso nos dá uma pequena dimensão da importância que damos a esses aparelhos no nosso dia a dia. Outro levantamento divulgado pela Pesquisa Game Brasil (PGB) aponta que cerca de 74,5% da população brasileira joga games e, dentre eles, 48,3% jogam pelo celular.

Também pudemos observar nos últimos anos um forte movimento das instituições de ensino e empresas com universidades corporativas de utilizar jogos e estratégias de gamificação para tornar o processo de aprendizado e a realização de atividades educacionais mais leves, divertidos, engajantes e interativos.

Nesse sentido, a chegada do 5G também deve favorecer o setor da educação ao trazer mais agilidade e rapidez para a rotina dos estudantes – que também usam os celulares com frequência para estudar.

Outro ponto significativo é a melhora do acesso nas regiões mais carentes do país, como o meio rural: onde tínhamos até hoje apenas sinal de 3G e uma conexão lenta e inferior, teremos um grande avanço, permitindo que os usuários ampliem seu conhecimento com mais facilidade e sem precisar da internet fixa.

Pode parecer uma mudança pequena e sem importância, mas, para esses jogadores e alunos, transformará bastante suas experiências com os games e também suas funcionalidades, ajudando a popularizar ainda mais essa atividade e os apps de jogos. E isso também abrirá novas oportunidades para as empresas, que terão mais um incentivo para investir nos games como um caminho para qualificar seus colaboradores e atrair e conquistar os consumidores.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

*Por Samir Iásbeck, CEO e Fundador do Qranio.


+ Notícias

Por que somos tão atraídos por estratégias de gamificação?

5G suprirá as necessidades que o 4G ainda não supriu para os consumidores?

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]