Pesquisar
Close this search box.
/
/
Desafios e estratégias da hiperpersonalização no atendimento ao cliente

Desafios e estratégias da hiperpersonalização no atendimento ao cliente

Especialistas enfatizaram o valor das pessoas e da ética na aplicação dessa abordagem para melhorar a experiência do cliente

A crescente digitalização do mundo moderno trouxe uma mudança significativa na maneira como as empresas interagem com seus consumidores. À medida que as organizações e lideranças acompanham a evolução do comportamento do consumidor, a hiperpersonalização tornou-se uma pedra angular na entrega de uma boa experiência de compra para esse consumidor que está, mais do que nunca, cada vez mais informado, decisivo e exigente.

Não é mais suficiente oferecer um produto ou serviço de alta qualidade. Os consumidores agora esperam que as empresas conheçam suas preferências, histórico de compras e até mesmo suas futuras necessidades. Nesse sentido, a personalização se tornou uma regra no atendimento ao cliente, e a hiperpersonalização uma meta para melhorar ainda mais esse relacionamento.

No CONAREC 2023, o painel “Hiperpersonalização e seus reflexos no atendimento ao cliente“, mediado por Natanael Sena, Diretor de Brand Experience da Brand Stories, reuniu os executivos Fabio Magalhães, Head de Customer Experience do Banco BMG; Michel Rodrigues, Diretor de Relacionamento com o Cliente do UOL; Priscila Yamashita, Diretora Comercial do Grupo Selecionar e Rafael Ramos, Diretor de Marketing e E-commerce da Saint-Gobain, para traçar um panorama sobre os reflexos da hiperpersonalização no cliente.

Leia mais: Ouvir, analisar e reagir: hiperpersonalização leva ao sucesso dos negócios

A hiperpersonalização é um nível mais avançado de personalização em produtos, serviços, comunicações ou experiências com base dos dados coletados sobre o cliente. As organizações estão usando cada vez mais estrategicamente o poder dos dados para conhecer os hábitos desse consumidor e acompanhar de maneira eficiente sua jornada de compra, de modo que ele se sinta cada vez mais exclusivo.

De acordo com Fabio Magalhães, é extremamente importante manter um relacionamento ativo com os clientes, pois é essencial para o sucesso de qualquer empresa. O especialista também destaca que é possível manter esse relacionamento, mas reconhece que há desafios significativos, especialmente à medida que a empresa cresce. Para superar esses desafios, ele enfatiza a importância de cuidar das integrações dos canais de comunicação para garantir que o cliente não seja esquecido.

“Precisamos estar ativos e atentos sempre. Sem dúvida, é possível estreitar um relacionamento mais hiperpersonalizado com meu cliente. Um ponto que precisamos destacar é que, à medida que as empresas crescem, os desafios também aumentam, mas é fundamental cuidar das integrações de todos os canais de relacionamento para não esquecer o indivíduo. Afinal, se você não tiver um relacionamento com o cliente, simplesmente ele deixa a empresa, isso é muito claro”, explica Fabio.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Michel Rodrigues complementa enfatizando que as pessoas são o elemento mais crucial para o UOL. Além disso, a colaboração é mais valorizada e estimulada do que a competição dentro da empresa, e isso é fundamental para apoiar a equipe e aumentar a flexibilidade nos processos.

“Dentro da nossa empresa, temos um tripé baseado em tecnologia, processos e pessoas como primeiro nível. De fato, as pessoas são o fator mais importante para nós. Para isso, é fundamental desenvolver um time dando verdade, transparência e credibilidade. Precisamos criar um ambiente de colaboração e não de competição. Dessa forma, você apoia o time. Sem dúvida, a confiança está no time para que eles consigam transmitir os valores que cheguem até o cliente final de forma mais personalizada. Em relação aos processos, eles existem e precisam ser seguidos, mas também podem ser alterados para que eles nos sirvam melhor”.

Conheça o Mundo do CX

As pessoas desempenham um papel fundamental na gestão das iniciativas de personalização, e as tecnologias são estratégicas para a realização desse objetivo. Priscila Yamashita ressalta que ter uma equipe dedicada para organizar e coordenar esses esforços é essencial para evitar problemas e riscos.

“Não adianta ter uma super plataforma omnichannel se você não tem uma metodologia ou processo bem definido. Nesse sentido, é fundamental a figura do ser humano para pilotar essas frentes. Destaco também que as pessoas são impulsionadas pela tecnologia. O Big Data com precisão é essencial, e a inteligência artificial vem colaborar para dar amplitude a todo esse processo. Mas reitero que ter uma equipe para organizar tudo isso é essencial, caso contrário, a empresa corre riscos. Se a hiperpersonalização não for bem-feita, pode segregar de forma errada”.

Rafael Ramos enfatizou que o maior desafio que as empresas enfrentam atualmente na hiperpersonalização está relacionado à forma como elas utilizam as informações contidas nos dados para beneficiar seus negócios e vendas. O executivo destacou ainda que o mercado está se tornando cada vez mais sistêmico e interconectado, o que significa que é crucial analisar esses dados de forma abrangente e explorar maneiras de contribuir para o sucesso do negócio.

“O maior desafio das empresas está em como se trabalha as informações dos dados em benefício do negócio ou das vendas. O mercado vem se estruturando de forma sistêmica, por isso, precisamos olhar para esses dados e ver como podemos colaborar com o negócio. O maior desafio na hiperpersonalização está em entregar uma arquitetura de dados bem-feita onde se consiga corroborar com todos os canais de vendas. Hiper vai além de olhar para dados, de questões demográficas e vendas, é incorporar tecnologia para que de forma preditiva você consiga colaborar com o negócio” contextualiza Rafael.

Outro destaque levantado no painel foi a necesidade de conduzir um processo de hiperpersonalização de forma ética, com respeito à privacidade dos clientes. O uso indevido de dados pessoais pode levar a preocupações com a privacidade e danos à reputação da empresa. Portanto, é essencial equilibrar os benefícios da hiperpersonalização com a proteção dos dados e a transparência nas práticas de coleta e uso de informações dos clientes.



+ NOTÍCIAS
Saiba como a hiperpersonalização pode ser um diferencial no trato com clientes
Transformação digital contribui para empresas, e não tira o foco do atendimento humanizado

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]