Pesquisar
Close this search box.
/
/
Comportamento e consumo: o estilo francês de consumir

Comportamento e consumo: o estilo francês de consumir

Os consumidores franceses adoram o comércio eletrônico, não abandonam as compras presenciais e respeitam as regras locais

Na França, a confiança do consumidor está de volta. Embora só dois terços da população esteja otimista quanto à recuperação econômica, este é o patamar mais alto desde março de 2020. Este é mais um dado do Relatório Comércio sem Fronteiras do PayPal de 2022.

Ainda que muitos compradores franceses indiquem uma intenção de gastar menos devido a diversos fatores sócios-econômicos em curso, houve um aumento significativo nos gastos em comparação a fevereiro de 2021, segundo o estudo.

O “consumo romântico” do francês

Sem dúvida, as ruas da França são um belo convite para ir às compras. Embora o comércio eletrônico tenha se expandido rapidamente por lá durante a pandemia, mais da metade dos franceses retomou as compras presenciais logo após o fim dos lockdowns.

Por outro lado, embora o comércio eletrônico francês seja altamente regulado, os sucessivos lockdowns levaram mais consumidores e vendedores para a internet. De acordo com o estudo da PayPal, no último ano, 17.400 empresas passaram a vender pela internet na França.

Agora, 70% da população compra on-line, com uma das maiores taxas de gasto da Europa. A Amazon é a maior loja virtual em termos de faturamento líquido. Para ajudar a manter a competitividade do mercado internacional, o governo francês modifica constantemente as regulamentações sobre empresas e consumidores.

Como navegar no mercado altamente regulamentado da França

Embora a França seja um mercado lucrativo, é também bastante regulado. Para criar um site local, as marcas interessadas devem seguir as regras sobre vendas, impostos, devolução e uso do idioma francês, aponta o estudo da PayPal.

As marcas também precisam se preparar para seguir as rigorosas regulamentações sobre promoções na França — os chamados ‘les soldes’. Os varejistas só podem vender itens em promoção em determinadas épocas do ano e devem anunciá-los com antecedência.

Principais motivadores do consumo na França

Tecnologia

Os marketplaces nas redes sociais são alguns dos novos canais de compra, uma mudança impulsionada pela geração Z, segundo o estudo da PayPal. Embora os mecanismos de busca continuem sendo a principal forma de se descobrir novos vendedores, os anúncios nas redes sociais galgaram posições, ocupando agora o segundo lugar.

Comportamento e Cultura

O preço ainda é o principal fator na decisão de compra entre os franceses, mas a sustentabilidade e a transparência estão se tornando cada vez mais importantes. De acordo com o estudo, em 2021, observou-se um aumento de 42% na compra de produtos sustentáveis na França. A indústria da moda francesa também está passando por um momento de crescimento da “slow fashion”, coleções feitas em pequenas quantidades e com materiais de maior qualidade.

Expectativas dos clientes

A praticidade das compras online se tornou parte da vida cotidiana na França, mas o preço continua sendo o principal fator na decisão de uma compra internacional para os franceses. Se consideram que o preço é bom, os franceses toleram até mesmo longos prazos de entrega: 62% dos compradores on-line entrevistados no estudo da PayPal, afirmaram que vale a pena esperar e pagar mais barato. Já 42% relataram que desconsideram características que consideram ruins de uma marca caso o preço seja mais favorável.

70% da população francesa compra on-line, com uma das maiores taxas de gasto da Europa

76% usaram o Facebook para fazer uma compra, seguido do Instagram e do Snapchat

60% estão dispostos a pagar mais por marcas mais sustentáveis

65% dos consumidores franceses procuram ativamente as melhores ofertas

Principais conclusões sobre o comportamento de consumo dos franceses

Como as marcas devem transacionar com os consumidores franceses? Para marcas interessadas nesse consumidor, o estudo da PayPal aponta algumas características importantes sobre o comportamento de consumo dos franceses:

Unifique as experiências digital e presencial – Em um mercado tão lucrativo e consolidado, os clientes estão gostando de ter experiências diferentes de compra, como o comércio rápido, marketplaces em rede social e compras presenciais. Empresas internacionais que desejem entrar neste mercado devem avaliar a possibilidade de adotar uma estratégia multicanal para atrair esses consumidores e oferecer uma experiência inovadora que chame a atenção.

Aprenda a competir com praticidade – Os consumidores franceses modificaram seu comportamento e migraram para as compras on-line. À medida que os vendedores locais migraram para a internet, observou-se uma explosão no mercado de compras rápidas. Agora que os consumidores se acostumaram à praticidade das entregas em menos de uma hora, os vendedores internacionais podem recorrer a sustentabilidade, valores da marca ou preço para permanecerem competitivos no mercado francês.

Siga as regulações locais – Para criar um site local, os vendedores devem seguir as regras sobre vendas, impostos, devolução e uso do idioma francês. Embora a Amazon seja a maior loja virtual da França, o governo está tentando taxar as vendas digitais das grandes multinacionais de tecnologia. Os vendedores podem fazer parcerias com marketplaces locais ou em redes sociais para navegar neste mercado extremamente regulado.


+Notícias

China e a experiência de consumo avançada

Como é o comportamento de consumo dos canadenses? 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]