Pesquisar
Close this search box.
/
/
Fidelize com simplicidade

Fidelize com simplicidade

Para atingir o público certo, programas de fidelidade precisam ser simples

Programas de fidelidade no varejo ajudam o setor a entregar valor ao consumidor. Atingir esse nível de diferenciação, contudo, não é fácil, porque somente agora o consumidor consegue enxergar vantagens na iniciativa. É que programas de fidelidade nasceram no Brasil com as companhias aéreas e bancos, que ofereceram uma experiência nada agradável ao consumidor.

Com isso, a percepção de que o negócio era complexo demais, que era difícil fazer resgate de pontos, ficou na cabeça do consumidor. Com a democratização dos programas no varejo, e com a expansão de empresas de coalizão, os processos ficaram mais simples. ?Essa má experiência influenciou a adesão do brasileiro aos programas em redes varejistas. Mas hoje eles se tornaram mais eficientes e muito mais simples?, afirma Fábio Santoro, vice-presidente da Dotz.


Renato Grego, da Starbuks: programa baseado em pontos, com recompensa imediata

Para Luciano Otero, diretor de varejo Smiles, quanto mais simples a ativação, melhor. ?Precisa ser transparente, simples, acessível e fácil. É isso que confere velocidade é o que dita para o cliente se o programa vai ser bom ou não?, afirma. ?A partir do momento em que essa percepção é transmitida, o programa se fortalece e inicia-se um círculo virtuoso?, diz. O programa Mais Cultura, da Livraria Cultura, por exemplo, tem na simplicidade a sua eficácia. Assim que passa no caixa, o cliente sabe o valor que os pontos que acumulou representam e decide, na efetivação da compra, se quer usá-lo ou não.

Na Starbucks, a lógica da simplicidade é a mesma. À medida que o cliente usa o programa, ele ganha estrelas e quanto mais estrelas, maiores os benefícios, de acordo com três níveis. ?O primeiro ponto é ser fácil e acessível para o cliente. A facilidade e a velocidade de conseguir chegar aos níveis é o grande atrativo?, avalia Renato Greto, gerente sênior da Starbucks no Brasil.

Para Adriano Araújo, diretor executivo da dunnhumby, quando bem implantado o programa se torna relevante para o consumidor. ?O brasileiro adora uma vantagem e ganhar prêmios, mas em geral, eles veem pouco valor em programas de fidelidade porque eles acham que recebem pouco em troca?, afirma. O foco dos programas hoje é no transacional e não no relacional ? que é a expectativa que o consumidor tem. ?O cliente espera que você ofereça coisas muito mais relevantes?, diz.

Tendências para fidelizar
O que pode vir por aí quando o assunto é fidelizar o cliente

O que: vários em um
Conhecidos como programas de coalizão, esse tipo de iniciativa tem ganhado espaço no Brasil por ser um modelo mais simples e barato para os médios varejistas.
Nível de implantação no Brasil: em crescimento
Quem faz: por aqui, há empresas como Multiplus, Netpoints e Dotz, que têm se fortalecido e atraíram empresas grandes como Marisa, McDonald?s e Magazine Luiza a varejistas regionais como Super Nosso, Esplanada, Paulistão Supermercados, etc.

O que: soluções mobile
Quem é fiel pode fazer o pagamento pelo celular, ser avisado de alguma promoção ou simplesmente receber um ?olá? no smartphone.
Nível de implantação no Brasil: chegando lá. A Netpoints deve colocar no mercado nos próximos meses um aplicativo que avisará o cliente cadastrado sobre uma oferta assim que ele entrar na loja ? tudo com base no histórico de compra dele.
Quem faz: Starbucks
A marca tem aplicativo que permite aos clientes cadastrados fazer o pagamento via celular. Funciona assim: com geolocalização, o aplicativo verifica se você está perto de uma loja da rede. Se estiver, ele pergunta se o cliente quer ?o de sempre?. Ao fazer o pedido pelo aplicativo, o cliente passa na loja e faz o pagamento via celular e pega a bebida, que já estará pronta.

O que: benefícios sem pontos
É oferecer benefícios que não estão atrelados a qualquer tipo de pontuação.
Nível de implantação no Brasil: a espera
Quem faz: Panera Bread
A famosa padaria norteamericana tem o programa MyPanera, que não é atrelado a pontos. Ao se cadastrar, o cliente recebe o cartão do programa e assim que ele utiliza ele pode ser surpreendido com algum produto: seja uma novidade ou um item que está frequentemente na lista de compras do cliente ? tudo assim, de surpresa. Quanto mais o cliente usar, mais ele é surpreendido. O programa também oferece desafios aos clientes, que são recompensados pela participação.

O que: serviços como benefícios ? mas pago
É oferecer algum serviço exclusivo como vantagem
Nível de implantação no Brasil: difícil dizer
Quem faz: Amazon
Se tem uma empresa que sabe fidelizar o cliente é o gigante do e-commerce. Com o Amazon Prime, os mais de 40 milhões clientes não se incomodam de pagar até US$ 99 por ano para terem vantagens como frete grátis e acesso ilimitado a conteúdo, como filmes, shows, livros e música, bem como terem a possibilidade de receberam o pedido em até uma hora, dependend do local.

Confira na próxima edição da revista NOVAREJO (edição 41) reportagem especial que mostra quando e porque implantar programas de fidelidade no varejo.

Leia mais

Programa fidelidade gera US$ 4,36 bi em vendas para Sears

WiFi aumenta fidelidade do cliente

Cartão fidelidade impulsiona números da Starbucks

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]