Pesquisar
Close this search box.
/
/
A experiência do cliente como principal influência do Banco Original

A experiência do cliente como principal influência do Banco Original

Entenda como o Banco Original trabalha o Customer Experience (CX) e como este conceito vem moldando sua trajetória e as decisões de seus clientes

Na reta final de conteúdos especiais na semana em que comemoramos o Dia do Consumidor (15), conversamos com Dyani Bonacordi, Gerente de Customer First e Qualidade do Banco Original sobre a relação da companhia com a inovação, experiências em CX, Open Finance, segurança digital e o relacionamento com a nova geração (Z) de consumidores.

Há dois anos como head de clientes e qualidade no Original, Dyani traz na bagagem 12 anos de experiência no setor bancário com Gestão Estratégica de Negócios, Estratégia Centrada no Cliente, Marketing, Planejamento Comercial e Digital Analytics.

Para Dyani, o Banco Original faz parte dessa evolução do consumidor que o mercado hoje presencia. “Viemos acompanhando essa modificação de comportamento desde muito cedo, fomos pioneiros na abertura de conta de maneira 100% digital, por exemplo, e temos evoluído e inovado desde então”, pontua. Confira a entrevista:

O consumidor não é algo homogêneo

CM – Como você avalia a relação do brasileiro com os serviços bancários? De modo geral o brasileiro é mais “físico” ou “digital”? Como você vem percebendo essa relação ao longo dos anos no Banco Original?

Dyani Bonacordi – Acreditamos que é uma relação em transformação. A população brasileira se adaptou rapidamente aos bancos digitais, principalmente pensando no contexto de isolamento social, onde se viram mais abertas a experimentar esse tipo de serviço.

Leia mais: Inclusão digital bancária na América Latina: cinco principais fatores que prejudicam o relacionamento

Vimos três forças convergindo e que resultaram nessa maior digitalização: o avanço tecnológico, que permitiu inovação de produtos e serviços únicos; um regulador que incentiva a entrada de novos players no mercado, gerando competição no setor; e um consumidor aberto a experimentar essa nova realidade.

Original_
Dyani Bonacordi, Gerente de Customer First e Qualidade do Banco Original

No entanto, entendemos que o consumidor não é algo homogêneo. No Original, respeitamos a liberdade de escolha individual e a preferência de cada cliente.

Viemos acompanhando essa modificação de comportamento desde muito cedo. Fomos pioneiros na abertura de conta de maneira 100% digital e temos evoluído e inovado desde então. Moldamos uma estratégia específica para inserir nossos clientes no centro de todas nossas ações para suprir diferentes necessidades dos usuários.

 

Leia mais: Você e sua empresa estão preparados para os desafios de 2022?

CM – Como você avalia as iniciativas em Customer Experience (CX) voltadas para os serviços financeiros no Brasil? Quais ações estão determinando as melhores práticas em CX para o bancos hoje?

Dyani Bonacordi – Experiência é um dos principais pilares de influência no momento de decisão do consumidor. No Brasil, muito das iniciativas são focadas em desburocratizar essas vivências do cliente atrelando outros benefícios e atrativos, como preços mais acessíveis e serviços personalizados, por exemplo.

Essas são algumas estratégias fundamentais para alcançar novos usuários, e aprimorar a experiência dos clientes novos e antigos em um momento em que os consumidores estão apresentando uma exigência maior por parte das instituições financeiras.

No Original, investimos fortemente para que os nossos clientes possam ter um suporte eficiente e rápido. Utilizamos Inteligência Artificial, como assistente virtual e financeiro, em todos os canais de atendimento. Mas, focamos também no atendimento humanizado prezando pela comunicação adequada com empatia e solucionando problemas com rapidez.

Buscamos ainda criar produtos e serviços que sigam a política de centralidade do cliente em termos de jornada e navegação e que façam a diferença em sua vida. O app é o nosso principal canal de contato com o cliente e, dessa forma, pensamos muito em todos os detalhes para que o consumidor tenha acesso a uma experiência fluída, transparente, autônoma e simples.

Open Finance: O cliente só tem a ganhar com esse movimento

CM – Como o Banco Original se posiciona e entende esse conceito de Open Finance para o mercado brasileiro?

Dyani Bonacordi – O Banco Original é pioneiro no Open Finance no país, uma vez que toda a nossa infraestrutura foi desenvolvida com base nesse conceito aberto e em APIs de micros serviços. Somado a isso, participamos de forma voluntária de todas as fases do Open Finance e do Pix também, desde a concepção até a implementação. Isso mostra nossa postura de investimento em um movimento que acreditamos ser sem volta.

Nossa visão é que este novo sistema financeiro aberto irá democratizar o acesso ao crédito, permitir uma maior personalização na oferta de seguros, além de permitir mais inovação. O cliente só tem a ganhar com esse movimento. Acreditamos que o maior desafio é a comunicação. Sabemos que a ideia é abstrata em um primeiro momento e, por isso, enxergamos que todos tem um papel fundamental de educar e esclarecer o que é o Open Finance e suas vantagens.

Leia mais: O que esperar do Open Finance em 2022? 

Geração Z: atenta sobre as atitudes e princípios dos bancos

CM- A nova geração de consumidores (Z) são a maioria quando o assunto é bancos digitais. Na sua visão, o que as gerações mais novas esperam dos bancos?

Dyani Bonacordi – Para o público jovem, a praticidade e a funcionalidade em realizar tarefas e resolver dificuldades financeiras sem a necessidade de estar presencialmente em alguma agência bancária é bastante vantajoso. Preços justos, cartões com vantagens reais, como o cashback e a desburocratização para abrir uma conta são alguns dos benefícios que fizeram a diferença para conquistar esse público.

São consumidores que vem se tornando gradativamente mais exigentes e, a todo momento, vem estimulando as empresas com as suas rápidas mudanças de hábitos. É uma geração atenta sobre as atitudes e princípios das instituições financeiras. É fato hoje que a maioria dos jovens opta por empresas com as quais se identifica com os seus valores e não apenas pela qualidade ou custo de um serviço. Somado a tudo isso, sabemos que a experiência e a jornada fluída é algo cada vez mais relevante para eles. No Original criamos uma área que olha justamente para todos esses pontos.

CM –  Como o Banco Original entende e trata a questão da segurança digital de seus clientes? O que é mais importante hoje para um banco quando o assunto é segurança?

Dyani Bonacordi – Segurança é uma prioridade para o Banco Original. Investimos constantemente e de forma robusta em nossos sistemas para garantir a melhor infraestrutura nesses quesitos. Além disso, somos totalmente regulamentados pelo Banco Central, que envolve inúmeros tipos de proteção digital nas transações e dados dos clientes, fazemos uso de protocolos de navegação seguros, totalmente criptografados, para evitar interceptações e ataques cibernéticos.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 


+Notícias

A tecnologia e o dilema do século XXI: mais inovação é o mesmo que ter menos segurança? 

Acompanhe nossos conteúdos especiais na Semana do Consumidor

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]