Pesquisar
Close this search box.
/
/
Dia Mundial sem Carro ? e sem crise por isso

Dia Mundial sem Carro ? e sem crise por isso

Antes de mais nada, você sabe o que é mobilidade urbana ou para que ela serve e como interfere na sua vida?

Mobilidade urbana é uma característica das cidades e está relacionada ao deslocamento de pessoas e bens neste espaço. Essa movimentação se dá por meio de veículos, vias de acesso e toda infraestrutura que a cidade disponibilizar.

O fato é que, principalmente no Brasil, o número de carros aumentou de maneira significativa, assim como o número de pessoas e, consequentemente, de deslocamentos. Desta forma, movimentar-se de um lugar para o outro se tornou algo cada vez menos prazeroso e mais cansativo.

Além disso, existe o problema com a locomoção a partir do transporte público. Com o acúmulo de empresas e escritórios em localizações específicas ? que normalmente ficam no centro das cidades ? quem mora nos extremos, sofre com as superlotações.

Alguns estados têm investido em faixas exclusivas para ônibus e bicicletas com o objetivo de diminuir o tempo gasto pelas pessoas para chegar até seus destinos. É o caso de  São Paulo, que investiu em ciclovias, ciclorrotas e ciclofaixas operacionais de lazer, o que resulta, hoje, em 447,6Km de infraestrutura cicloviária, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Outro exemplo é a cidade do Rio de Janeiro, que alcançou a marca de 400km de ciclovias.

A partir desse aumento no número de veículos e de deslocamentos, criou-se o Dia Mundial sem Carro, comemorado todo dia 22 de setembro, no Brasil, desde 2001. Diversas cidades do mundo inteiro propõem às pessoas que elas considerem utilizar o transporte público ou mesmo meios mais ecológicos, como a bicicleta, para se locomoverem. A iniciativa tem como propósito fazer as pessoas revisarem a dependência de seus veículos.

Para aproveitar a data, a Cartilha do Ciclista, publicação que reúne informações sobre legislação, sinalização, as diferentes vias que compõem a rede cicloviária e regras de circulação e segurança foi lançada hoje.

O objetivo da cartilha é esclarecer aos ciclistas, condutores de veículos motorizados e pedestres sobre como manter uma convivência pacífica e harmônica entre os diversos modos de deslocamento no trânsito brasileiro.

10º Desafio Intermodal da Cidade de São Paulo

A competição, realizada pelo Instituto CicloBR aconteceu na última quarta-feira, dia 17. O ponto de partida foi a Praça Gal Gentil Falcão com chegada em frente à Prefeitura de São Paulo, uma distância com cerca de 10Km. Foram usados para locomoção uma bicicleta por vias rápidas, bicicleta por vias calmas, carro, moto, cadeirante, bicicleta dobrável+metrô, pedestre correndo, pedestre caminhando, skate, ônibus e trem+metrô.

A novidade deste ano foi a presença do Secretário Municipal de Transportes, Jilmar Tatto que fez o percurso de bicicleta por vias calmas. Este ano também foi utilizado o ciclomotor elétrico com pedalada assistida.

O primeiro a chegar à prefeitura foi o ciclista Ricardo Bruns, que utilizou vias expressas para se locomover. Ele fez o trajeto de 10km em 20 minutos. Três minutos depois chegou o motociclista. Em terceiro, o ciclista com a bicileta dobrável que fez a intermodalidade com o metrô fez o percurso em 46 minutos, melhorando o tempo dos anos anteriores.

O passageiro de ônibus chegou seis minutos antes que o motorista de carro. Este ano, o ônibus utilizou as novas faixas exclusivas implementadas pela prefeitura. O passageiro que usou o trem e o metrô chegou praticamente junto com o cadeirante que utilizou os mesmos modais.

O paratleta da seleção brasileira de canoagem, Kal Brynner, elogiou a acessibilidade das estações. ?Tive facilidade para usar os elevadores e acessar a plataforma, mas tive problema com a sinalização?.

A participante que foi correndo chegou cinco minutos depois que o motorista do carro. O secretário Jilmar Tatto completou o trajeto antes do skatista e do caminhante.  ?Foi um trajeto muito tranquilo. Os motoristas respeitaram. A melhor parte foi o final, onde passamos pela ciclovia da Rua Vergueiro?.

Uber marca presença
Ao longo do dia de hoje, o Uber oferecerá descontos de 50% “para viagens que começarem ou terminarem em algumas estações mais importantes de transporte público de São Paulo?. Os ciclistas que estiverem cansados ou sofrerem imprevistos poderão solicitar um carro para acomodar a sua bike. Além da taxa da viagem, eles terão de pagar R$ 4 para guardar a bicicleta no veículo.

Para quem ficou interessado na proposta da Uber, os descontos são aplicados automaticamente em viagens que comecem ou terminem nos terminais abaixo:

?    Estação Santana ? Linha 1 do Metro (Zona Norte);

?    Estação Jabaquara ? Linha 1 do Metro (Zona Sul);

?    Estação Tatuapé ? Linha 3 do Metro (Zona Leste);

?    Estação Faria Lima / Largo da Batata ? Linha 4 do Metro (Zona Oeste).

Com informações dos portais Agência Brasil e Brasil Post.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]