Pesquisar
Close this search box.
/
/
Dia das Crianças: brinquedo também pode ser inovador

Dia das Crianças: brinquedo também pode ser inovador

Brinquedos tradicionais como jogos de tabuleiro,quebra-cabeça, dominó, memória e xadrez também passam pela transformação digital

Quebra-cabeça, dominó, xadrez, tabuleiros e jogo da memória fazem parte das lembranças e recordações da infância e dos presentes do Dia das Crianças. Com o passar dos anos e a própria transformação digital, os brinquedos e brincadeiras também passaram por um processo de transição e adaptação.
O jogo de tabuleiro, hoje, pode vir com um aplicativo de realidade virtual para interação da criança com as peças e personagens. Mas afinal, quais as mudanças na fabricação e criação desses produtos? E as crianças?
Embora os tempos atuais estejam mais direcionados a facilidades de aquisição de jogos eletrônicos e smartphones, existe uma demanda cada vez maior dos pais para mudar esse quadro ao adquirir brinquedos com estilo mais clássico e educativo para os filhos.
Porém, estão cada vez mais atentos na compra de brinquedos para crianças de até 10 anos de idade que possam desenvolver a parte motora, a percepção do tempo, noção de espaço e desenvolvimento cognitivo, como o aperfeiçoamento de habilidades e competências mentais.
Além disso, brinquedos também podem desenvolver as aptidões da criança, como os de química, engenharia e construção, além daqueles que exploram o conhecimento e a curiosidade e estão entre os brinquedos mais vendidos.

Foto Unsplash

Aires José Leal Fernandes, Diretor de Marketing da Estrela há mais de 20 anos, aponta a influência das transformações da História na construção dos brinquedos.

“Todo e qualquer brinquedo representa e devolve para a sociedade tudo que ela está vivendo em questão de moda, movimentos sociais, tecnologias. É um caldeirão cultural, que se transforma e devolve em forma de brinquedo tudo aquilo que a sociedade está respirando e vivenciando”.

Com o desenvolvimento da indústria termoplástica e da eletrônica, os brinquedos pegam carona na inovação e incorporam novas funcionalidades e atrativos. Com o advento da informação na palma da mão, a criança determina não só o que ela quer consumir, mas como quer consumir, diz Aires.
“O que a gente tem feito é que muitos brinquedos clássicos estão sendo repaginados com tecnologia, como o Detetive. Hoje, ele tem um aplicativo, que a partir do QR Code, você vai jogando com o tabuleiro e, de repente, recebe uma ligação sobre detalhes do crime. Nós trazemos a convergência do mundo digital para o mundo físico para dar uma repaginada, uma nova atração para essa criança”, comenta o executivo.

Brinquedos e transformação digital

Na onda das inovações, uma das novidades em brinquedos para o Dia das Crianças é o Rizmo, um bichinho disforme e com vida própria. A partir da interação com a criança, o brinquedo se desenvolve, canta com ela e evolui, se tornando um boneco maior e com outra forma e coloração.
Outro lançamento recente é o Aquabitzz, da Ri Happy, idealizado exclusivamente para o Dia das Crianças, mas com pegada tecnológica. O brinquedo interage com slime, possui aplicativo e incentiva o brincar por todo país com criaturas do mar. Para interagir, basta posicionar o bico do aplicador no local de entrada de cada criatura e, ao injetar o slime, ocorre um vazamento e começa a diversão.
“Fizemos uma pesquisa em março desse ano para testar o Aquabitzz com crianças entre seis a dez anos. O resultado foi um sucesso: a relação com o fundo do mar e acúmulo de informações, a possibilidade de juntar com outros tipos de brincadeiras, a interação com o slime e a estética lúdica dos personagens permitiram uma experiência nova para as crianças”, conta a sócia-diretora da Play, consultoria especializada em crianças, Ana Amélia de Cesaro.

O produto também conta com a parte tecnológica, através do aplicativo gratuito Ri Happy Aquabitzz, disponível para IOS e Android. Para Sandra Haddad, diretora comercial da Ri Happy, a função do brinquedo sempre vai ser impulsionar e estimular o desenvolvimento da criança.

“O brinquedo é muito importante no estímulo infantil e isso vai continuar no futuro. Vamos evoluir na nossa transformação digital, com possibilidade de comprar no site e retirada nas lojas físicas por todo país, serviço de prateleira infinita, investimento na aceleração do e-commerce (incluindo marketplace) e lançamentos inovadores como o programa de fidelidade “Meu Solzinho” – por comando de voz no Google Assistente. Nosso foco sempre será no nosso cliente e sem perder a essência do brincar”

Ainda hoje, os jogos interativos em formato mais clássico – aqueles de tabuleiro como Banco Imobiliário, Detetive e diversos títulos que estimulem a criatividade em um grupo – são campeões de vendas, de acordo com o executivo.
“O brinquedo apresenta o mundo para a criança e faz com que ela seja treinada para ser um adulto melhor no futuro. Isso demonstra que os brinquedos atuais mais vendidos não se referem apenas àqueles que têm alto impacto tecnológico, mas sim os que apresentam formas de integrar pessoas e manter a relação sempre em atividade”, finaliza.


LEIA MAIS

Estrela vai relançar brinquedos clássicos

Os brinquedos e sua representatividade

Lojas e marcas com conceitos humanitários para apostar no Dia das Crianças


Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]