Pesquisar
Close this search box.
/
/
Cinco pontos que desafiam o atendimento omnicanal

Cinco pontos que desafiam o atendimento omnicanal

Descubra como as empresas estão enfrentando os desafios do atendimento omnicanal, com insights compartilhados por executivos durante o CONAREC 2023

O atendimento omnicanal tem sido um tópico dominante de conversa entre as empresas ao longo dos anos. Com a multiplicação das opções de compra, os clientes agora esperam flexibilidade e conveniência, seja ao realizar compras online, visitar uma loja física ou interagir com uma empresa por meio de canais digitais. Em essência, para satisfazer os consumidores, é essencial proporcionar uma experiência de compra tranquila em todos os canais disponíveis.

No entanto, navegar pelo cenário do varejo omnicanal não é uma tarefa simples. O objetivo do omnicanal é aprimorar a experiência do cliente e, ao mesmo tempo, beneficiar todas as partes envolvidas. Nesse contexto, a ideia é que todos saiam ganhando: os compradores desfrutando de uma experiência aprimorada por meio de diversos canais de vendas e as empresas aumentando suas receitas. Contudo, é fundamental que as empresas estejam cientes dos desafios comerciais entre os canais, que podem resultar em perdas significativas de receitas se estes não forem devidamente superados.

Durante o CONAREC 2023, o painel “Atendimento omnicanal: é possível estar onde seu cliente está?” trouxe valiosos insights sobre os desafios e oportunidades no universo do atendimento omnicanal. Entre os participantes estavam Tania Miné, CEO da TradeDesign;SamuelJames, Chief Digital Officer do Grupo Carrefour Brasil; Marco Barbosa, Diretor de Clientes e Supply Chain da AzulLinhasAéreas; Paulo Godoy, CEO da OlosTecnologia; Simone Cesena, Diretora de Marketing da SulAmérica, e Tamer Hussein, Superintendente de Inteligência do Atendimento do Itaú-Unibanco.

O que é o atendimento omnicanal?

O atendimento omnicanal, em sua essência, é a utilização sincronizada e contínua de diversos métodos para disponibilizar bens e serviços aos consumidores. Essa abordagem bem estruturada oferece aos clientes a liberdade de adquirir o que desejam, no momento e local de sua escolha. Através do atendimento omnicanal, os clientes podem realizar compras e conversar com as marcas e empresas em diferentes dispositivos e plataformas, aproveitando o que há de melhor nos serviços online e offline. A essência desse conceito reside em alcançar o objetivo final: proporcionar uma experiência excepcional ao cliente. Embora o atendimento omnicanal traga consigo uma série de benefícios significativos, é importante reconhecer que a criação de um modelo omnicanal não está isenta de desafios.


CONAREC 2023
Acompanhe a cobertura completa!


Os desafios do atendimento omnicanal

1- Ter clareza na jornada

“Ao explorarmos o mundo do atendimento omnicanal, deparamo-nos com a necessidade essencial de integração em todos os aspectos. O grande trabalho é conseguir olhar a jornada do cliente e ter clareza sobre os pontos que não podem ter fricção. O desafio é ter essa clareza dessa jornada de integrada”, destaca Simone Cesena, diretora de Marketing da SulAmérica.

Nesse contexto, o entendimento profundo da jornada do cliente é imperativo. Paulo Godoy, CEO da Olos Tecnologia, acrescenta que a fidelização do cliente depende também da atenção dada às interações. “Você quer conquistar, quer manter o seu cliente. Para isso, é preciso ter o cuidado de registrar as interações que já aconteceram para manter um padrão maior de atendimento. Por exemplo, se o cliente não está feliz com você, é interessante colocar um atendimento especial para dar mais atenção a ele”, pondera.

Nesse sentido, ter clareza na jornada do cliente não se limita apenas à compreensão do percurso entre os diferentes canais, mas também à capacidade de adaptar e personalizar o atendimento para atender às expectativas e necessidades individuais de cada cliente.

2 – Sincronização de dados

No atendimento omnicanal, a coleta e interpretação de dados desempenham um papel crucial. Quando os dados são analisados eficazmente, eles proporcionam insights preciosos sobre o comportamento dos compradores e viabilizam previsões de demanda para a estratégia de negócios.

Segundo Samuel James, Chief Digital Officer do Grupo Carrefour Brasil, o investimento sólido em dados é imprescindível. “Investimos muito em dados porque eles te permitem agir mais rápido. Além disso, a inteligência artificial está vindo e ela se alimenta de dados. Quem não tiver dados organizados não conseguirá usar as IAs quando a tecnologia avançar”, enfatiza.

Contudo, como pontua Marco Barbosa, Diretor de Clientes e Supply Chain da Azul Linhas Aéreas, a posse de dados de qualidade por si só não é suficiente. “Não adianta ter bons dados sem ter quem saiba traduzir em algo relevante para os clientes e para as instituições. Um exemplo: o painel do avião tem muitos dados, mas não adianta nada se você não tiver um bom piloto”, diz.

Na prática, a análise de dados transcende a simples oferta de respostas prontas. Ela sinaliza caminhos, identifica deficiências, prevê interrupções e oferecem oportunidades de melhoria. No entanto, é fundamental compreender que, no contexto omnicanal, os dados frequentemente apontam a direção a seguir para desvendar as respostas, em vez de fornecê-las prontamente.

3. Atender as necessidades do consumidor

As necessidades do consumidor no ambiente omnicanal estão intrinsecamente ligadas à personalização, à agilidade e à capacidade de antecipar as necessidades individuais dos clientes. “Tanto faz o canal que o cliente vai procurar, mas temos que resolver o problema rápido. A parte de dados ajuda a ter métricas, a encontrar gargalos, a monitorar o que tá acontecendo em cada canal. Possuir uma base sólida de dados é fundamental para entender o que está ocorrendo com o cliente”, afirma Tamer Hussein, Superintendente de Inteligência do Atendimento do Itaú-Unibanco.

4. Resolver conflitos entre canais

A falta de integração entre os sistemas é outro desafio. Às vezes, as empresas estão presentes em vários lugares e canais que o cliente já utiliza, mas não conseguem integrar esses sistemas para obter uma visão unificada do cliente. A flexibilidade do cliente para escolher um canal de comunicação exige que as empresas estejam preparadas para atender em qualquer canal escolhido, adaptando-se às preferências individuais.

5 – Tecnologias e processos

No âmbito do atendimento omnicanal, a sinergia entre tecnologia e processos eficientes desempenha um papel determinante na entrega da experiência do cliente. É importante compreender que a tecnologia, por si só, não é a resposta definitiva; ela deve ser acompanhada por processos bem definidos para assegurar uma experiência consistente.

Como Paulo Godoy, CEO da Olos Tecnologia, destaca, o sucesso do omnichannel depende da harmonização entre tecnologia e processos robustos. “A tecnologia, por si só, não é suficiente; é necessário ter processos bem definidos para garantir uma experiência consistente. A cultura organizacional também desempenha um papel crucial, pois as equipes de atendimento devem acreditar no que estão fazendo e estar alinhadas com a visão da empresa”, enfatiza.

Cesena acrescenta uma perspectiva valiosa ao observar que, muitas vezes, as empresas investem em tecnologia, mas enfrentam desafios na sua implementação. A falta de disciplina na execução pode ser um obstáculo para aproveitar plenamente as capacidades tecnológicas já disponíveis internamente.

Tempo: um ativo inestimável

O fator tempo desempenha um papel central na experiência do cliente. “O tempo é o maior valor que a gente tem na vida e temos que respeitar o nosso tempo e o tempo dos outros. Se criamos uma empatia do nosso tempo, conseguimos nos colocar no lugar do cliente”, diz Paulo Godoy, CEO da OlosTecnologia.



+ NOTÍCIAS
Muito além das gerações, é preciso entender os comportamentos
Colaboração entre empresa e parceiros apoia tomadas de decisão assertivas

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]