Pesquisar
Close this search box.
/
/
Crise econômica: impactos no consumo dentro e fora do lar

Crise econômica: impactos no consumo dentro e fora do lar

Estudo da Kantar destaca que o consumo fora de casa apresentou queda de 28,8% em 2020, em comparação com o mesmo período de 2019

Ainda que a pandemia tenha começado no primeiro trimestre de 2020, só agora está sendo possível avaliar com mais clareza os impactos econômicos causados por ela. Na carteira dos consumidores, a crise econômica ainda deve perdurar, sobretudo com as novas variantes do vírus e os atrasos no calendário de vacinação.

Desde março do ano passado, no Brasil, o último trimestre de 2020 foi o pior momento da pandemia para o consumo fora de casa, o que concretiza o cenário de crise econômica. Já dentro do lar, o consumo teve saldo positivo. É o que diz a mais recente edição do estudo Consumer Insights, produzido pela multinacional Kantar.

Impactos do auxílio emergencial na crise econômica

A razão para o saldo positivo do consumo dentro de casa, destaca o relatório da Kantar, está relacionada ao auxílio emergencial da Caixa Econômica. As classes C, D e E, recebedoras do benefício, foram primordiais nesse saldo.

Para 2021, espera-se uma retração ainda maior. Além do aumento na taxa do desemprego, a evolução dos preços e o vai e vem do auxílio emergencial são fatores que podem impactar o consumo no país.

Ainda que haja um cenário promissor com a aplicação da vacina no Brasil, houve mudança de hábitos causados pela pandemia. Isso tem impacto direto no consumo alimentício e traz novas progressões para 2021.

“O ano de 2020 terminou com saldo positivo dentro do lar graças aos gastos maiores das classes CDE. Para 2021, o desafio é sustentar isso, já que a frequência de compras tem uma tendência orgânica de queda e o volume médio por compra cai”, declara David Fiss, Diretor de Serviços ao Cliente & Novos Negócios da Kantar.

Consumo fora do lar

Entre outubro e dezembro de 2020, o consumo fora do lar caiu em todos os cenários. O estudo ressalta que último trimestre apresentou queda de 5,8% em relação ao anterior. Em comparação com o mesmo período em 2019, o consumo foi ainda pior: registrou queda de 28,8%.

De acordo com a Kantar, a retração foi pior em diversas categorias. Como destaque, enquadram-se água mineral, bebidas quentes, água de coco, energéticos, sanduíches (incluindo hambúrgueres), iogurtes, doces, biscoitos e barras de cereal.

Um dos motivos para a queda no consumo desses alimentos está na alta dos preços. A pesquisa mostra que, em comparação com o mesmo período em 2019, as refeições subiram 16%. Já para bebidas quentes e doces, houve aumento de 15% e 14%, respectivamente.

Entre os aumentos registrados nas bebidas frias, as vendas de cervejas da Ambev registraram aumento de 25% na pandemia.

Ainda assim, Para se ter ideia, em 2019 o consumidor pagava em média R$ 22,80 em uma refeição. Em 2020 — e deve seguir assim também para 2021 —, a mesma refeição tem o valor de R$ 26,30.

Fonte: Consumer Insights | Kantar

Consumo dentro do lar

Diferente do apresentado no gasto fora de casa, a aquisição dentro do lar apresentou aumento com todas as cestas de consumo. Esse crescimento ocorreu principalmente entre as classes mais baixas, que receberam o auxílio emergencial.

Nos primeiros meses da pandemia, por exemplo, essas cestas apresentaram o dobro de crescimento. A classe DE, que representa ¼ das casas brasileiras, registrou o maior percentual de variação de gastos nos dois primeiros trimestres de 2020. O consumo subiu de 9% para 14% de março a junho. Vale destacar que dentro dessa classe, 72% dos membros receberam o benefício monetário do governo.

Ainda que tenha apresentado expansão de gastos, a taxa caiu do segundo para o terceiro trimestre: de 8% para 6%. Para as classes AB e C, o crescimento foi sustentável ao longo dos anos. Nota-se que 61% dos integrantes da classe C receberam o auxílio emergencial.

Fonte: Consumer Insights | Kantar

As categorias de cesta mais beneficiadas pela injeção do montante foram mercearia doce, perecíveis e higiene & beleza. Para os domicílios que não receberam o auxílio, as cestas de bebidas e mercearia salgada tiveram melhor desempenho.

É importante ressaltar que o consumo dentro de casa, alavancado pelo auxílio emergencial, teve destaque nas regiões Norte, Nordeste e Grande Rio de Janeiro.

Produtos mais consumidos

Entre os produtos mais comprados em 2020, durante a pandemia, o cloro sai em disparada. Para redobrar os cuidados com a higiene, o produto ganhou 18,3 pontos de penetração de 2019 para 2020.

Seguidos dele, outros itens que cresceram em presença na casa dos brasileiros de todas as classes foram o azeite (11,7 pontos de penetração), presuntaria (11,6), pão industrializado (8,1) e ketchup (7,9).

Em destaque para as classes AB, houve maior consumo de batatas congeladas (8,2) e manteiga (7,3). Já para a classe DE, houve crescimento no consumo de empanados (11,3).


+ Notícias

Entenda por que as compras parceladas aumentaram na pandemia

Entregas, internet e celular se tornam os principais gastos corporativos na pandemia

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]