Pesquisar
Close this search box.
/
/
Criatividade, empatia e transparência: por que são raras nas empresas?

Criatividade, empatia e transparência: por que são raras nas empresas?

Qual a importância da presença de valores em uma organização? Painel do CONAREC discutiu empatia e propósito nas empresas e sua relação com o cliente

O termo empatia significa sofrer ou se colocar no lugar do outro. Segundo a filosofia, pathos, de origem grega, quer dizer paixão relacionada ao sofrimento, a se doar em prol de algo ou alguém.
Durante muito tempo, as empresas não precisavam se preocupar tanto com fatores externos ou apenas próximos do seu core business. Assim, os funcionários e clientes cumpriam seus próprios papéis na relação de consumo, sem esperar ou exigir mais do que o esperado.
Mas hoje, o pensamento é diferente: colaboradores precisam se colocar no lugar do cliente, gestores têm que pensar no que funcionários sentem – a comunicação da empresa, de seus valores, métodos e prioridades precisam ser ditos a todo tempo.
O propósito e a causa definem, muitas vezes, a decisão de compra e atitude do consumidor. O tema foi debatido no painel sobre empatia e transparência das empresas no primeiro dia de CONAREC.
Luiz Serafim é Head de Marca, Digital, E-commerce e Líder de Inovação da 3M e comentou sobre a necessidade de se fomentar valores e crenças em relação ao cliente.


“Para criarmos valor para o mundo, temos que conhecer o cliente. O respeito entre as pessoas é uma máxima. Não queremos trabalhar com um líder que é carrasco. Não queremos conviver em um ambiente negativo. O colaborador e o cliente também buscam isso”

Luiz Serafim
Head de Marca, Digital, E-commerce e Líder de Inovação da 3M


De dentro para fora

Um dos conceitos abordados durante o painel foi o intraempreendedorismo, versão em português da expressão ”intrapreneur”, que significa empreendedor interno, ou seja, o empreendedorismo dentro dos limites de uma organização já estabelecida.
Pra competir no mercado atualmente, uma empresa precisa mais de talentos socioemocionais do que cognitivos.
Segundo Marcelo Mearim, Diretor de Marketing da Dasa, é necessário realizar um exercício gigantesco para que as grandes empresas mudem e se tornem cada vez mais empáticas.
“Hoje, eu trabalho em uma empresa que tem um gestor, um líder, que está todo dia pensando em fazer algo diferente. Isso é fundamental no dia de hoje. Conseguimos engajar as pessoas através de um sonho. Isso faz toda a diferença”, afirma o diretor.
Sauanne Bispo é CEO e fundadora da Go Diáspora Intercâmbio e Viagens Culturais, primeira agência de intercâmbio do Brasil a trabalhar principalmente com países onde a cultura negra se faz presente.
Ao criar uma empresa com pacotes de viagens acessíveis e com olhar diferenciado ao turismo em países africanos, com mesmo potencial que demais destinos convencionais, a empresária conta que rompeu com estereótipos que eram atribuídos a ela e a tantas outras pessoas.


“Eu sou a ponta que não era observada. Não tenho uma empresa tradicional onde eu decidi inovar. Eu inovei desde o princípio. É pensar com empatia e propósito, olhar para a pessoa enquanto pessoa, e não somente como um cliente”

Sauanne Bispo
CEO e fundadora da Go Diáspora Intercâmbio e Viagens Culturais


Empatia, simpatia e inovação estão cada vez mais frequentes nas corporações, mas conseguem andar juntas? William Malfatti, Diretor de Relacionamento com Clientes, Marketing e Comunicação do Grupo Fleury, empresa secular de desenvolvimento de tecnologias e serviços em saúde, reforça que a mudança deve vir de dentro para fora.
“Se colocar no lugar do outro, ser transparente como você gostaria que fossem com você, reconhecer que você errou e reparar o erro. Para mudar as organizações, é preciso mudar a sociedade também”, finaliza.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]