Pesquisar
Close this search box.
/
/
Consumo e conflito Rússia e Ucrânia: é hora de valorizar o mercado local?

Consumo e conflito Rússia e Ucrânia: é hora de valorizar o mercado local?

Conflito Rússia e Ucrânia dispara novo alerta para o consumidor brasileiro; entenda na entrevista com a advogada Marcela Cavallo, especialista em direito do consumidor

Seguindo uma série de entrevistas e matérias alusivas ao Dia do Consumidor, comemorado em 15/03, conversamos com a advogada Marcela Cavallo (Zilveti Advogados), especialista em direitodo consumidor, sobre as consequências do conflito Rússia e Ucrânia para o consumidor brasileiro.

Iniciado em fevereiro deste ano, a guerra que hoje acontece na Europa está provocando diversas mudanças no mercado, não só dos países envolvidos como no mundo todo. Logística de produtos importados, preços e prazos de entregas (principalmente de produtos direto da China), alteração de preços de petróleo e gás, além do aumento de preços em diversos outros itens.

Leia mais: Pandemia, saúde mental e os novos perfis de consumidores

Para os brasileiros, não será diferente. Segundo a advogada, em conflitos dessa magnitude, “é hora de valorizar o mercado local” e de ficar atento ao aumento de preços em diversos itens impactados por esse cenário, e ponderar as compras internacionais devido a variação de câmbio.

Cabe aqui um recorte: A Petrobrás reajustou os preços da gasolina e do óleo diesel nas refinarias. O Aumento entre em vigor a partir dessa sexta-feira (11). Para a gasolina, o reajuste nas distribuidoras será de 18%. Para o diesel o aumento é ainda maior ,24,9% . Na bomba, o consumidor certamente verá uma aumento por volta de 1 real a mais no litro do combustível.

Reflexos que disparam novo alerta para consumidores e mercado, justamente em um momento que ambos pareciam respirar mais aliviados com a desaceleração da pandemia. Abaixo, você confere a entrevista com Marcela Cavallo sobre estes desafios.

CM – Primeiramente, qual sua avaliação frente aos movimentos militares da Rússia em solo ucraniano?

Marcela Cavallo – Vejo este movimento como algo extremamente negativo e inaceitável. Lamentavelmente, além dos impactos econômicos cruéis em um momento em que o mundo se recupera de uma extensa pandemia, a movimentação é uma ameaça à democracia, à diplomacia.

CM – Do ponto de vista da economia e consumo quais serão os desdobramentos desse conflito? O Brasil será impactado? De que forma?

Marcela Cavallo – Os impactos são imensuráveis. Hoje já sentimos alguns deles e imediatos, tais como a variação do câmbio, bem como aqueles que surgem ante as sanções à Rússia, que levam ao enfraquecimento de sua economia, e de países adjacentes, como consequência. Existe também a disparada dos preços das commodities, que desencadeia uma disparada na inflação. Isso traz uma consequência direta para o consumo, podendo inclusive atingir o país. O Brasil importa cerca de 20% de seus fertilizantes da Rússia. Certamente, terá que recorrer a outros países para suprir o abastecimento, e isso trará um impacto para o setor do agronegócio. O brasileiro poderá notar um aumento nas gôndolas dos produtos originários deste setor. Além do mais, com o aumento do preço do barril do petróleo que certamente ocorrerá, poderemos enfrentar uma crise de abastecimento.

CM – No que o consumidor brasileiro precisa estar atento frente a conflitos internacionais dessa magnitude?

Marcela Cavallo – O consumidor brasileiro deve estar atento principalmente com relação às compras internacionais que, dada a variação de câmbio e a crise que, em maior ou menor escala, atingirá o mundo todo, podem sofrer alterações nos preços. Valorizar o mercado local, neste momento, pode ser benéfico ao consumidor. Importante ter atenção, também, com os produtos oriundos do agronegócio. Produtores locais tendem a ser menos atingidos neste aspecto.

CM – Como você avalia a suspensão de operações de algumas marcas internacionais na Rússia? No longo prazo essas marcas poderão ser prejudicadas?

Marcela Cavallo – Essa é uma decisão política, e não econômica. Além de manifestarem de forma clara seu posicionamento contra a guerra, essas suspensões, somadas às sanções, possuem o poder de impactar o consumidor russo, buscando, assim, instalar uma crise interna do país, para que a população se posicione contra a guerra e o Putin. Economicamente falando, as marcas certamente enfrentarão um impacto negativo, mas vivemos em uma época em que o posicionamento das marcas em empresas possuem um impacto forte frente ao consumidor, então certamente na balança, para estas marcas, o prejuízo maior seria não se posicionar.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 


+ Notícias

Qual o status atual dos objetivos de desenvolvimento sustentável do Brasil? 

Como a revolução politicamente correta está orientando o consumo 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]