Pesquisar
Close this search box.
/
/
Os vários X: conheça as principais siglas de experience (UX, CX, EX)

Os vários X: conheça as principais siglas de experience (UX, CX, EX)

Entenda o significado de cada sigla e as vantagens que elas trazem para o relacionamento com o consumidor

Em um dado momento da vida, em contato com empresas — mesmo no próprio trabalho —, você sem dúvidas esbarrou em algum termo com “X” por aí. Pode ter sido o CX, UX, EX ou BX, todos o o ‘X’ no final e cada um deles com um significado diferente para as várias faces da experiência.

O “X” desses termos vem do inglês para representar a experiência (experience). Uma maneira fácil de exemplificar é pensá-la como um diamante, no qual cada uma das facetas traz um uso e função. São eles: Customer Experience (CX – experiência do cliente), User Experience (UX – experiência do usuário), Brand Experience (BX – experiência da marca) e Employee Experience (EX – experiência do colaborador).

E embora sejam todos partes de um mesmo conceito de experiência, cada uma dessas siglas traz uma funcionalidade diferente — e importante — para agregar satisfação à jornada do cliente. A Consumidor Moderno te explica o que cada uma dessas siglas significa e sua importância na construção do relacionamento com o consumidor. Confira:

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 

Customer Experience (CX)

Como o próprio nome já sugere, o CX é aquele responsável pela experiência do cliente. O termo é mais abrangente e traz uma série de ações que culminam em um profundo relacionamento da marca com o consumidor, e vice-versa. Para que a construção do CX seja bem sucedida, no entanto, é preciso que a experiência tenha essas cinco etapas:

  • Ganho efetivo de tempo
  • Facilidade e agilidade
  • Custo
  • Personalização
  • Âncora emocional

A partir desses tópicos, a construção da jornada é feita toda com o objetivo de aumentar o nível de satisfação do cliente, algo que é efeito, hoje, por meio do customer experience. Tamanha é a sua importância que a maior parte das empresas atuais possuem uma área de CX totalmente dedicada à construção e atualização dessa experiência, posto que ela resulta na conversão de vendas, frequência de compras e se posiciona como o pilar do relacionamento com o consumidor.

Leia mais: Seis dicas para ter sucesso na carreira em Customer Experience

User Experience (UX)

Diferente do primeiro, o UX diz respeito a experiência do usuário, ou seja, está mais voltado às jornadas digitais. Enquanto o foco do CX é trazer satisfação em toda a jornada, o UX trabalha mais com a aparência dos meios digitais com os quais o consumidor. Em outras palavras: ele dá a cara para sites e aplicativos, trabalha o tempo de resposta a cada clique, a disposição das informações na página.

Justamente por ter esse caráter mais voltado às páginas e aplicativos, é comum que o UX apareça como UX Design, porque ambos os conceitos se misturam na hora de oferecer uma boa experiência digital ao consumidor.

As vantagens do UX são inúmeras, mas vale destacar seu caráter de “porta de entrada”: no mundo conectado em que vivemos, ter um site ou aplicativo pensado pelo viés da melhor experiência define quem se manterá na página e quem a fechará após segundos de uso.

Leia mais: Como o varejo pode se valer do User Experience e da IA, segundo o Google

Brand Experience (BX)

Esse talvez seja o conceito mais difícil de se compreender. Isso porque o BX, a experiência da marca, foge um pouco do foco absoluto no cliente. No caso, o BX é uma estratégia de marketing usada para fortalecer a marca. Ou seja, trata-se de uma técnica com foco em aumentar a interação com o consumidor e, no processo, consolidar a imagem desejada.

Diferente do CX, o BX se concentra bem mais na venda do produto: sua embalagem, a forma como se apresenta para o consumidor, seu rótulo. Em outras palavras, o BX é a preocupação da maneira como o cliente enxerga o produto ou serviço oferecido.

Conheça o Mundo do CX

Employee Experience (EX)

Por fim, o EX por vezes é deixado de lado, mas se trata de uma preocupação essencial para garantir que a experiência como um todo ao consumidor seja proveitosa. Isso porque não é possível planejar uma jornada sem os colaboradores — e eles, por sua vez, também precisam ter uma experiência agradável com a marca.

A experiência do colaborador é fundamental para trazer os valores da empresa até o consumidor final, uma vez que é o funcionário que normalmente os leva até o cliente. Sendo assim, o EX se traduz em um efeito cascata, na qual a prioridade é aumentar a satisfação do trabalhador para que ele, realizado, consiga levar essa boa experiência ao consumidor.

Esse esforço, no entanto, precisa ser desenvolvido dentro das empresas, em geral pela equipe de Recursos Humanos (RH).


+ Notícias

EX vem antes de CX… e HX vem antes de tudo!

Como profissionais de marketing podem trabalhar construção de marca 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]